Conecte-se agora

Novinhas se “travam no pau” no Terminal Urbano; veja o vídeo

Publicado

em

Imagens que circulam na internet mostram uma briga generalizada no Terminal Urbano na noite deste domingo, 5.

Em um dos vídeos é possível ver quatro mulheres e um homem se agredindo, trocando socos e pontapés.

Em um outro vídeo, duas mulheres rolam pelo chão se agredindo até a chegada de um policial que separou as valentes.

A Polícia Militar não informou o motivo da briga e se alguém foi detido. Veja o vídeo:

Propaganda

Acre

Seis foragidos do presídio são recapturados pela polícia

Publicado

em

Equipes da Polícia Penal e Polícia Militar do Acre seguem o trabalho de busca pelos detentos que fugiram do presídio estadual Francisco d’Oliveira Conde, em Rio Branco, na madrugada de ontem. Até a manhã desta terça-feira, 21, seis dos 25 que estavam foragidos já foram recapturados.

As diligências, segundo o presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) se estenderam durante toda a madrugada desta terça. A identificação dos presos que foram pegos ainda deve ser divulgada pela secretaria de Segurança Pública do Estado. “Três presos que haviam cortado a tornozeleira eletrônica em datas pretéritas também foram recapturados pela Polícia Penal”, disse o presidente do Iapen, Lucas Gomes.

Segundo ele, as Polícias devem continuar os trabalhos até chegar a todos os foragidos que escaparam do presídio nessa segunda-feira. “Um monitorado também foi preso em sua residência pelo crime de tráfico de drogas”, informou.

Continuar lendo

Acre

MPAC acompanhará investigação sobre fuga de detentos

Publicado

em

A procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, anunciou que o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) vai acompanhar as investigações que buscam esclarecer a fuga de 26 detentos do presídio Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, na madrugada de segunda-feira, 20.

Na tarde de ontem, a procuradora-geral convocou integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Centros de Apoio Operacional (Caop) de Direitos Humanos e Cidadania, Controle Externo da Atividade Policial e Fiscalização dos Presídios, e da 4ª Promotoria Criminal de Rio Branco, que atua perante a Vara de Execuções Penais, para uma reunião de emergência.

Será instaurado um procedimento administrativo visando apurar os fatores estruturais e humanos que possam ter contribuído para a fuga, bem como se houve facilitação por parte de agentes públicos.

O procedimento será conduzido pelo promotor Tales Tranin, titular da 4ª Promotoria Criminal e, atualmente, respondendo também pela Promotoria Especializada de Direito Difuso à Segurança Pública, e pela promotora Maria Fátima Ribeiro, coordenadora do Caop do Controle Externo da Atividade Policial e Fiscalização dos Presídios.

Os presos escaparam por um buraco aberto na parede de uma cela do Pavilhão L e depois utilizaram cordas improvisadas com lençóis para escalar o muro da unidade prisional.

Também participaram da reunião, o procurador Sammy Barbosa Lopes, coordenador do Caop de Defesa dos Direitos Humanos; e o coordenador e coordenador- adjunto do Gaeco, procurador Danilo Lovisaro e Bernardo Albano.

Chacina e mensagens com alerta de ataques

Ainda na reunião, o Gaeco reforçou que são falsas as mensagens que circulam nas redes sociais alertando sobre possíveis ataques pelo Comando Vermelho, em retaliação às seis mortes registradas no sábado, 18, na Estrada Transacrena, na Capital.

Sobre as execuções, o Gaeco considera que é prematuro afirmar que rivalidade entre facções possa ter motivado a chacina, podendo ter sido provocada também por conflitos agrários, domínio de rota de drogas ou roubo de gado, crimes comuns naquela região.

Kelly Souza-Agência de Notícias do MPAC

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas