Conecte-se agora

População do Vale do Juruá reclama da falta de caixa eletrônico

Publicado

em

Os cruzeirenses e moradores das outras cidades do Vale do Juruá, como Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter, não contam com um caixa eletrônico 24 horas que possibilita saques maiores de R$ 300 depois das 19 horas. Também não contam com a facilidade de operar com vários bancos diferentes em um único terminal, o que é comum em Rio Branco, onde há caixas 24 horas em postos de combustível, supermercados e farmácias.

Em Cruzeiro do Sul e demais cidades do Juruá, onde vivem mais de 157 mil pessoas, os usuários dos bancos só contam com as agências e poucos postos de autoatendimento. A partir das 19 horas, só podem ser feitos saques de até R$ 300.

A assistente social Ximena Catalan, conta que precisou ir à dois locais para efetuar operações bancárias. “Saquei na Caixa Econômica e andei mais para ir ao Bradesco. Se tivesse um caixa 24 horas, resolveria tudo em um único local. Eu precisava de R$ 180 em espécie e tive que esperar até as 6 horas da manhã do dia seguinte para conseguir o dinheiro”, cita.

Empresário João Walderli Tomé – Foto: Sandra Assunção

O empresário João Walderli Tomé, dono de um hotel de Cruzeiro, cita que os hóspedes reclamam muito pela falta de um caixa eletrônico. “As pessoas vêm de outras cidades acostumadas com o caixa 24 horas e estranham o fato de aqui em Cruzeiro do Sul, não ter esse serviço disponível”.

O presidente da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, empresário Assem Cameli, conta que já buscou pela instalação de pelo menos um caixa eletrônico 24 horas, o que ele acredita, deverá acontecer ainda este ano. Assem ressalta que o Caixa Eletrônico é um serviço oferecido por um conjunto de bancos por meio de uma empresa, que tem o Bradesco como maior acionista. “Acredito que teremos sucesso nesse pleito porque Cruzeiro do Sul e essa região toda estão em pleno desenvolvimento e precisamos desse serviço, que poderá ser instalado ainda esse ano aqui em nossa cidade”.

Empresário Assem Cameli – Foto: Sandra Assunção




Propaganda

Acre

Horas após acidente, moradores tiram fotos e selfies com o Hárpia 1

Publicado

em

Horas após o acidente que envolveu um caminhão baú e o helicóptero Harpia 1 em Rio Branco, o local se tornou uma espécie de ponto turístico. O acidente ocorreu por volta da manhã deste sábado (18) e o estado da aeronave chamou a atenção dos curiosos.

A aeronave está parada no meio do BR 364, próximo ao posto Correntão. Os moradores que passaram pelo local do acidente decidiram aproveitar o momento para registrar por meio de fotos e selfies com a aeronave.

Alguns internautas, em tom de brincadeira, sugeriram que o local do acidente vire um ponto turístico de Rio Branco.




Continuar lendo

Acre

Anac envia equipe para investigar acidente de helicóptero

Publicado

em

O coordenador do Centro Integrado de Operações Área (CIOPAER), Maik Souza, em entrevista ao ac24horas, relatou que uma equipe do Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) 7 está sendo enviada para o Acre para investigar o acidente ocorrido na manhã deste sábado (18) com o helicóptero Harpia 1, mais conhecido como “Estrelão”.

Segundo Souza, os procedimentos acerca do acidente já foram adotados e o órgão responsável pela investigação SERIPA já foi acionado. O órgão é responsável juntamente com Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) pela investigação do caso.

De acordo com Souza, o contrato de manutenção e de seguro da aeronave está em dia.

“Todos eles já foram acionados. Estamos esperando somente o procedimento das duas seguradoras, no caso da Seripa para prevenção de acidentes e também da seguradora da aeronave para cobrir o prejuízo”, afirmou.




Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas