Conecte-se agora

Jovem é preso enquanto retornava da Bolívia com cocaína para revender

Publicado

em

O jovem Railan Silva Araújo, de 20 anos, foi preso em flagrante na noite dessa segunda-feira, dia 22, quando retornava do lado boliviano. Foi parado para uma vistoria de rotina pelos policiais civis em Epitaciolândia e com ele foram localizadas várias ‘cabeças’ de cloridrato de cocaína, que seriam preparadas com maizena para render e faturar mais com a revenda.

Segundo o próprio, não se deu conta que havia uma blitz na ponte, pelo fato de ter fumado um cigarro de maconha antes. Railan gastou cerca de 350 reais na compra e esperava receber cerca de 60% de faturamento.

O jovem Railan Silva Araújo, de 20 anos, que se encontra na delegacia de Epitaciolândia a espera de uma decisão do judiciário para saber se vai ser transferido para o presídio estadual, em Rio Branco, tem com o que se preocupar.

Segundo o próprio, demonstrava temor em ser transferido para o presídio por nunca ter ido, além de ser é um velho conhecido dos policiais desde quando tinha cerca de 14 anos, quando já estava no mundo do crime. Um dos casos mais impactantes, foi quando teria tentado jogar drogas em uma das celas e quase foi alvejado pelo policial que estava de plantão.

Se o juizado decidir favorável, Railan será transferido para o FOC nas próximas horas, onde responderá por vários delitos existente no Código Penal Brasileiro.

Propaganda

Cotidiano

OCA passará por reestruturação; nova empresa terceirizada será contratada

Publicado

em

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) vai iniciar um processo de reestruturação na Organização em Centrais de Atendimento (OCA) de Rio Branco, a partir do mês de setembro. Segundo o governo, o espaço será reformado e uma nova empresa de serviços terceirizados será contratada.

O governador Gladson Cameli disse que o objetivo é resolver problemas antigos e “melhorar as estruturas do local para os servidores e para os usuários dos serviços da OCA”.

As melhorias na área de serviços garantidas pelo governo abrangem limpeza, conservação e copa, além da contratação de pessoal para reforçar o atendimento aos usuários dos serviços prestados no local. Na área de infraestrutura, estão impermeabilização da cobertura, iluminação, climatização e pintura.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Cotidiano

Magistrados e policiais farão protesto em Rio Branco contra Lei do abuso de autoridade

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Cerca de dez entidades, entre polícias militares e civis, juízes, promotores, procuradores e delegados farão um ato de repúdio nesta terça-feira, 20, a partir das 11 horas, contra a aprovação do Projeto de Lei (PL) 7596/2019, que rege sobre o abuso de autoridade. O manifesto vai ocorrer na entrada do prédio dos Juizados Especiais Cíveis, na Cidade da Justiça, em Rio Branco.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei em regime de urgência mediante votação simbólica. O texto aprovado possui vários pontos que causam preocupação às classes referidas. “(…) Atingem diretamente aqueles que combatem fortemente a criminalidade, constrangendo esses agentes públicos e criminalizando algumas condutas de juízes, promotores, procuradores e policiais com tipos penais abertos e subjetivos”, alegam.

A Associação dos Magistrados do Acre (ASMAC) se manifestou contrária sobre a aprovação do PL e disse estar preocupada, pois inviabiliza o trabalho da Justiça. O projeto aprovado pela Câmara, agora, vai à sanção ou veto do presidente da República.

As entidades que integrarão o ato serão: Associação dos Magistrados do Acre – Asmac; Associação do Ministério Público do Estado do Acre – Ampac; Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Acre – Adepol/AC; Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Acre – Sinpol/AC; Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Acre – Sinpo/AC; Associação dos Magistrados Trabalhistas da 14ª Região – Amatra 14; Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB; Associação Nacional dos Procuradores da República – ANPR; Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal – ADPF e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho – ANAMATRA.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.