Conecte-se agora

Bairros são tomados por facções que expulsam moradores

Publicado

em

Na semana passada, a cidade de Brasileia localizada na fronteira com a Bolívia, foi destaque na imprensa acreana, após um aviso que foi pichado na entrada de dois bairros: Leonardo Barbosa e Samaúma. Lá, os moradores e, principalmente visitantes, deveriam baixar os vidros dos carros ou levantar as viseiras dos capacetes, para sua segurança assinado por facções criminosas.

A ação das autoridades e Prefeitura foi rápida, que tratou de apagar a pichação no dia seguinte e realização de ações policiais diuturnamente para coibir esses grupos criminosos que tentam afrontar o Estado e o judiciário.

Apesar de terem apagado a pichação na entrada, outras existem espalhadas por dentro dos bairros, onde além alertam para entrada de ‘estranhos’, aconselham não praticarem roubos, sob pena de serem penalizados pelo que chamam de ‘tribunal do crime’.

Pensando que tudo teria se acalmado, um pai com seus dois filhos, menores de cinco anos, foram obrigados a fugir de sua casa sob ameaças de morte por parte de um grupo de criminoso. A ordem foi para sair imediatamente e ao sair às presas, teria esquecido os documentos. Ao retornar, só não teria sido molestado devido estar com um táxi lhe esperando.

O nome do homem e de familiares não será divulgado por medida de segurança. Este seria mais uma das vítimas de grupos de facções criminosas que vem crescendo na fronteira e disputam espaços pelas cidades.

Luta contra o crime

As forças policiais militar e civil da fronteira têm trabalhado em conjunto, unindo força no combate contra crimes nas mais diversas formas. Mas, arrombamentos, assaltos, furtos estão sendo uma constante na fronteira.

Desde início de 2018, a regional do Alto Acre (composta por quatro cidades) tinha apenas dois delegados atuando. Por quase oito meses depois, apenas um que é lotado em Xapuri, ficou com esse fardo.

Com o aumento das ações dos criminosos, mais um delegado foi enviado e está atuando por três municípios (Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil), enquanto outro assume Brasiléia em breve.

Outro fator que vem desmotivando os policiais seria as audiências de custodia e Leis retrógradas que beneficiam a soltura de criminosos, às vezes mesmo em flagrante delito são liberados e ainda desdenham da Lei.

Enquanto o Estado não olhar com mais rigor para a fronteira e tomar atitude mais rígida, mais famílias irão sofrer com a falta de ações perdendo seu teto para grupos criminosos.

 

Propaganda

Destaque 7

Prefeito Mazinho assina Ordem de Serviço para construção da escola Hermano Filho, em Sena Madureira

Publicado

em

O prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim assinou na tarde dessa quinta-feira, 22, a Ordem de Serviço que dá início a construção da Escola Municipal Modelo profº Hermano Filho, uma das maiores instituições de ensino públicas do município. A obra orçada em cerca de R$ 4,5 milhões, já teve a primeira parcela depositada na conta do município com auxílio do deputado federal Alan Rick. A instituição terá 12 salas de aula e capacidade para atender mais de 1.500 alunos.

A solenidade de assinatura ocorre no terreno da prefeitura em que a escola será construída, na antiga garagem (em frente ao Posto Real II). Na região, a escola vai acolher estudantes de ao menos sete bairros distintos: Cristo Libertador, São Felipe, Rosa Gonçalves, Jorge Alves Júnior, Eugênio Areal, Triângulo, Ciro Machado.

A escola já estará funcionando em meados de 2020. Mazinho Serafim comentou o apoio do deputado federal Alan Rick. “Agradeço ao deputado Alan Rick por ajudar a liberar essa primeira parcela dos recursos para a obra, representando 20% do valor total. Trata-se de uma escola que vai contribuir para educação e desenvolvimento do município. Mesmo com as dificuldades, estamos conseguindo avançar, com ajuda de nossos secretários que tem se unido para que nossa cidade seja próspera”, afirma o prefeito.

De acordo com o secretário de Planejamento, Cirleudo Alencar, a execução da obra vai melhorar a qualidade do ensino e aquecer a economia local. “O prazo de execução dos trabalhos está previsto para sete meses, mas vamos trabalhar para finalizar essa obra em cinco ou seis meses”, garante Alencar.

Para o secretário municipal de educação, o início da obra marca um trabalho feito por muitas mãos. “Acompanhamos o sucesso de um trabalho em equipe. O inventivo do prefeito, do deputado fez a gente chegar até esse resultado positivo. O mérito não é só da secretaria de educação, é de todas as pessoas que se empenharam”, disse Altermir Lira.

O deputado federal Alan Rick participou do evento e celebrou junto à prefeitura o lançamento das obras. “É uma escola que desde o início recebeu nosso apoio em Brasília junto ao FNDE. A primeira parcela já está paga na conta do município e agora é um momento de celebrar com o prefeito que muito lutou para garantir esse espaço”, destacou o parlamentar.

Também estiveram presentes na solenidade a deputada estadual Meire Serafim, vereadores, gestores escolares, secretários municipais, professores e a comunidade.

Homenagem

A escola será batizada de professor Hermano Costa Filho, em homenagem a história no esporte do saudoso professor Hermano, desportista muito conhecido em Sena, que faleceu há seis meses. Halyne Martins Costa, filha do educador que deu nome à instituição, representou a família e agradeceu pela homenagem.

Continuar lendo

Destaque 7

Internauta pinta o corpo para representar o “Acre em chamas”

Publicado

em

Pegando onda no caso da maquiadora Hosana de Lima, que chamou a atenção da web esta semana ao cometer uma “falha” no protesto pela situação das queimadas na Amazônia, um internauta acreano também decidiu pintar o próprio corpo. Ao contrário da maquiadora – que pintou uma girafa para simbolizar os animais do Amazônia Legal e acabou virando piada nas redes sociais, o acreano considerou o humor e desenhou um dinossauro em chamas.

Aparentemente, o retrato o “Acre em chamas” na pintura foi manifestado de maneira humorística. A imagem foi publicada na tarde desta quinta-feira, 22, e já tem inúmeras curtidas e compartilhamentos.

Mesmo o assunto sendo sério, alguns internautas simpatizaram com a brincadeira: “chegar em casa vou desenhar o Tarzan no Cipó”, disse um deles.

A brincadeira deve ter levado em conta que o Acre ainda é alvo de piadas relacionadas à existência de dinossauros por se tratar de um dos estados mais distantes dos grandes centros urbanos do país.

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.