Conecte-se agora

Festa de 59 anos de Petecão reúne mais de 650 convidados na chácara “Boi Cagão”

Publicado

em

Não foi um ato político daqueles que a militância enche o salão. Nem tinha distribuição de presentes. O encontro deste sábado foi uma homenagem ao senador Sérgio Petecão, pela passagem do seu 59º aniversário, apesar de ele dizer que é 50 anos.

A festa, realizada na chácara Boi Cagão, reuniu cerca de 650 amigos do senador. O esquenta foi uma partida de futebol entre o “time dos baba ovo” do senador contra um improvisado organizado pelo prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim. Depois teve banho de piscina para as crianças, banho de açude para jovens e adultos e muita cerveja e carne para todos.

Segundo o capataz do Petecão, o temido Darly, chefe da organização do evento, um boi no rolete, três porcos e 60 frangos foram oferecidos aos convidados. 17 tambaquis foram assados por Thadeu Itajubá, que veio de Porto Velho para prestigiar o amigo.

O mestre Solino Matos contou que 400 caixas de cervejas, 350 garrafas d’água e 33 fardos de refrigerantes foram consumidos. Além do churrasco, também foi servido estrogonofe aos presentes.

Durante o encontro, Petecão foi surpreendido pela sua equipe com um vídeo contando a trajetória de sua vida. Participaram amigos do senado federal, com depoimentos sobre o colega. Falaram Romário, Oton Alencar, o presidente Davi Alcolumbre, o governador Gladson Cameli e o amigo Marivaldo Gonçalves. Mas foi o depoimento da tia Dora, falecida no ano passado, que levou o senador as lágrimas. Ela deixou uma mensagem de carinho ao sobrinho que só agora foi mostrada.

Presentes ele ganhou poucos, mas se disse feliz com a presença daqueles, que segundo ele, nunca o deixaram só: “não tenho palavras para dizer o quanto estou feliz e emocionado. Foi uma festa bem ao estilo Petecão, com muita gente e alegria. Obrigado a todos”, disse ao final.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas