Conecte-se agora

Prefeitura do município de Brasileia realiza a abertura da VI Feira do Peixe

Publicado

em

SECOM – Raylanderson Frota

A Prefeitura de Brasileia, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), e Coopegrãos realizaram na quarta-feira (17), na feira municipal Maria Florêncio a abertura da VI Feira do Peixe e Agricultura familiar de Brasileia.

O evento tem como objetivo estimular a venda dos pescados para toda a população e fomentar a economia do município, garantindo a renda dos criadores e produtores rurais. A feira terá duração de três dias, além da venda de peixes foram organizadas as tendas com a venda de verduras, legumes, artesanato e uma praça de alimentação com venda de comidas regionais dando mais opções aos clientes.

Segundo o agricultor e criador Francisco Souza, a sua expectativa é que venda dois mil quilos de peixe durante os três dias de feira. “A minha expectativa é que eu venda na base de 2 mil quilos de peixe durante os três dias de feira. E fico muito feliz pelo incentivo que a Prefeitura, juntamente com o Sebrae e a Cooperativa tem dado para
nós criadores de peixes, com uma ótima infraestrutura, facilitando a logística de escoamento da nossa produção até o local das vendas”, informou Francisco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 2017 foram comercializadas 20 toneladas de peixes, em 2018 22 toneladas e a expectativa para 2019 é que sejam vendidos 30 toneladas de pescados em Brasileia durante a feira do peixe.

O Secretário de Agricultura, José Gabriele, destacou o intenso trabalho que a atual gestão do município vem realizando, incentivando os produtores a criar peixes, construindo novos tanques e garantindo o escoamento de toda produção. “A nossa expectativa, é que através dessa feira possamos fomentar a economia local, criando oportunidade para que os expositores vendam seus produtos, e continuar os intensos trabalhos que já estamos realizando na zona rural”, destacou Zé Gabriele.

A Prefeita Fernanda Hassem falou a respeito do evento. “A feira é um evento que melhorar muito a economia de Brasiléia, ajudar na renda dos produtores rurais que estão comercializando um pescado de qualidade, com diversas variedades, e preço bem acessível à população que tem a oportunidade de comprar seus peixes aqui na cidade. Poder ver os nossos criadores e agricultores com seus produtos aqui na Feira Maria Florêncio é motivo de orgulho, pois sabemos das dificuldades que eles tinha para poder escoar seus produtos e falta de acompanhamento por parte das gestões”, finalizou Fernanda Hassem.

Propaganda

Acre 01

Professores e estudantes fecham terminal em protesto contra demissões e fechamento de turmas

Publicado

em

Como prometeram durante o dia, professores com contratos provisórios e estudantes da Educação de Jovens e Adultos deixaram a volta para casa dos moradores de Rio Branco um pouco mais difícil.

O protesto contra o fechamento de turmas do EJA e as demissões, que segundo a Secretaria de Educação, Esporte e Cultura são necessárias para que o Acre cumpra com o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal que regulamenta o gasto com pessoal, fechou o Terminal Urbano de Rio Branco.

Os manifestantes, de forma pacifica, fizeram um cordão humano e impediram a entrada dos ônibus no Terminal durante cerca de meia hora. O trânsito ficou complicado e congestionou o tráfego de veículos no centro da capital acreana.

Continuar lendo

Cotidiano

DPE do Acre realiza últimos preparativos para o projeto: “Defensores do Futuro”

Publicado

em

Previsto para ser lançado no mês de setembro deste ano, o projeto: “Defensores do Futuro” é direcionado para menores em situação de vulnerabilidade e contemplará 32 alunos, com idades entre 11 e 15 anos, da Escola Estadual Serafim da Silva Salgado, localizada na comunidade da Sobral, em Rio Branco.

Com duração de 2 anos, o projeto inovador em âmbito estadual e nacional, é uma iniciativa da Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), com parceria da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO) e do governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esportes (SEE).

O projeto visa trabalhar junto às escolas, desenvolvendo ações voltadas para os alunos, professores, pais ou responsáveis e, dessa forma, contribuir com o processo de construção de um futuro melhor para as crianças.

As atividades práticas que compõe a programação do projeto já tiveram início nos dias 21 e 22 de agosto. O projeto é formado por quatro etapas: Diagnóstico, Plano de Ação, Educação em Direitos e Formação dos Alunos, além do acompanhamento contínuo na área social, psicológica e jurídica.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.