Conecte-se agora

Páscoa 2019 apresenta retração de 42% na intenção de consumo do acreano

Publicado

em

O dicionário diz que a Páscoa é uma importante celebração da igreja cristã em homenagem a ressurreição de Jesus Cristo. De acordo com o calendário cristão, a Páscoa consiste no encerramento da chamada Semana Santa, sempre marcada por festas familiares. O ovo de chocolate é uma marca nesses encontros mas em 2019 o cenário econômico não permitirá que a maioria das famílias possam partilhar dessas guloseimas devido ao preço: um ovo pequeno não sai por menos de R$25. Levando em conta outro cenários, a Federação do Comércio do Acre estima que a intenção de consumo na Páscoa será 52% menor este ano em relação a 2018.

No catolicismo, as comemorações referentes à Páscoa começam na “Quinta-Feira Santa” com a Missa da Ceia do Senhor. Em seguida, na “Sexta-Feira Santa” é celebrada a crucificação de Jesus. O “Domingo de Páscoa”, que celebra a sua ressurreição e o primeiro aparecimento aos seus discípulos, encerra as comemorações de Páscoa. A Semana Santa é a última semana da Quaresma, período em que os fiéis cristãos devem permanecer por 40 dias em penitências e períodos de jejum. Apesar disso, as práticas nesta época variam de acordo com a religião em questão. Por exemplo, os cristãos católicos e os cristãos protestantes têm práticas diferentes durante a Páscoa.

O peixe é o alimento mais apropriado para o período, segundo os católicos.

Propaganda

Acre

Prefeitura diz que Fundape foi a única a apresentar documentação

Publicado

em

Após a veiculação da notícia de que a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária no Acre (Fundape) havia sido contratada por mais de R$ 550 mil sem passar por processo licitatório, publicada pelo ac24horas nesta segunda-feira, 19, a prefeitura de Rio Branco emitiu uma nota de esclarecimento sobre o procedimento para contratação da Fundape na realização do concurso público efetivo da secretaria municipal de educação.

De acordo com a nota assinada pela prefeita Socorro Neri, a contratação para realização do Concurso Público nº 01/2019-SEME ocorreu em meio a uma alteração de publicação no Diário Oficial do Estado (DOE), quando o documento primeiramente publicado precisou ser ajustado e republicado com nova nominação, trocando o ‘inexigibilidade licitação’ para dispensa de licitação’.

“Deu-se por fundamentação no inciso XIII, do art. 24, da Lei Federal 8.666/93, restando a Fundape, vencedora do procedimento de dispensa de licitação. “Publicada no Diário Oficial do Estado do Acre nº 12.651, de 8/10/2019; republicada por incorreção no DOE nº 12.654, de 11/10/2019”, diz a nota.

Ainda de acordo com a prefeitura, a Fundape foi “a única que apresentou toda a documentação exigida para habilitação, bem como as disposições do Termo de Referência e, ainda, orçou valor inferior ao cobrado pelas outras seis instituições convidadas”.

Segundo o município, a contratação da Fundape é fundamentada também perante o Tribunal de Contas da União – TCU. “É lícita a contratação de serviço de promoção de concurso público por meio de dispensa de licitação, com fulcro no art. 24, inciso XIII, da Lei nº 8.666/93, desde que sejam observados todos os requisitos previstos no referido dispositivo e demonstrado o nexo efetivo desse objeto com a natureza da instituição a ser contratada, além de comprovada a compatibilidade com os preços de mercado”.

As demais empresas consultadas para ocupar o lugar da banca organizadora do concurso, conforme a nota, seriam: Fundação Bio-Rio, Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção – Cebraspe, Instituto Brasileiro de Apoio de Desenvolvimento Executivo – Ibade, Instituto Consulplan, Global Concursos Públicos e Instituto de Educação e Desenvolvimento Social Nosso Rumo.

Continuar lendo

Acre

Servidores aceitam acordo e alguns benefícios exigidos são garantidos

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

A pressão dos servidores públicos contra a proposta de Reforma da Previdência do Acre surtiu efeito e na tarde desta segunda-feira, 18, foi anunciado que a negociação entre Governo do Estado e sindicatos, com a mediação da Assembleia Legislativa, resultou na permanência de benefícios como a Licença-Prêmio, Auxílio Funeral e Sexta Parte.

O anúncio do acordo que resolve algumas das principais reivindicações dos servidores foi anunciado pelo deputado estadual Roberto Duarte (MDB). “Desde o início dessa discussão, sempre me posicionei contrário ao fim destes direitos, que foram adquiridos ao longo do tempo por esses servidores que dedicam suas vidas aos acreanos”, afirmou o parlamentar.

O sucesso na negociação para a permanência desses direitos deve, mesmo sem resolver todas as divergências, facilitar a vida do governo na aprovação da Reforma da Previdência, marcada para ser votada na terça-feira da próxima semana, dia 26.

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.