Conecte-se agora

Esposa do Gemil Júnior é nomeada como secretária adjunta de planejamento em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, nomeou na edição desta quarta-feira, 17, do Diário Oficial do Estado, Sara Brandão de Carvalho Abreu como secretária adjunta de planejamento do município.

O curioso da nomeação é que Sara é esposa de Gemil de Abreu Júnior, ex-secretário estadual de saúde na gestão de Sebastião Viana, e que foi candidato a deputado estadual nas últimas eleições, atualmente secretário de administração de Cruzeiro do Sul.

Consultado pela nossa reportagem, Gemil confirmou se tratar de sua esposa. “Estou muito tranquilo em relação a isso. A Sara já trabalha no estado desde 2008, antes de mim. Trabalhou mais de 10 anos no setor de compras e planejamento. Trabalhou no Iapen, na Controladoria Geral do Estado e na Fundação Hospitalar. Ainda tem mais. Eu nunca tratei com o prefeito sobre isso. Ela foi convidada e aceitou. Eu não tive nada com isso”, afirma
Gemil.




Propaganda

Destaque 7

Judiciário acreano só atenderá em regime de plantão no feriadão

Publicado

em

Quem precisar dos serviços do Poder Judiciário deve ficar atento, pois as unidades da Justiça irão funcionar em regime de plantão no feriado da Semana Santa. Não haverá atendimento ao público na quinta-feira, 18, e nem na sexta-feira, 19.

Os serviços ocorrem em forma de plantão tanto na instância de 1º quanto na de 2º Grau. O Tribunal de Justiça atenderá somente as medidas urgentes como, por exemplo, apreciação de habeas corpus, mandados de segurança, comunicações de prisões em flagrante, entre outros serviços.

“Após esse período, o expediente de todas as unidades do Tribunal de Justiça, tanto no interior quanto na Capital, será retomado na segunda-feira, 22”, informou o TJ.

Veja a escala do Plantão Judicial

https://www.tjac.jus.br/spj/




Continuar lendo

Destaque 7

Mulher é agredida por ex-companheira; agressora é autuada na Lei Maria da Penha 

Publicado

em

A delegacia de polícia civil de Sena Madureira registrou o primeiro caso de violência homoafetiva (duas mulheres) no âmbito doméstico, após a criação da Lei Maria da Penha (11340/06). De acordo com a ocorrência, a vítima das iniciais S.S.P, de 39 anos, foi agredida a socos e mordidas por sua ex-companheira E.V.A, de 27 anos. O fato ocorreu em uma residência no bairro Cristo Libertador, nesta terça-feira (16).

Segundo a vítima, o relacionamento entre ambas rompeu há 09 dias, após 6 anos de convivência. A partir de então, começaram às desavenças, sendo que a vítima apresentou marcas de agressões anteriores e, disse que a autora agrediu seus filhos e também arremessou um gato de estimação com muita força contra um muro de concreto.

Sobre o fim do relacionamento, afirmou que a autora não queria fazer nada em casa e estava com comportamento estranho e fazendo uso de bebida alcoólica com muita frequência, por isso decidiu por fim ao relacionamento.

Companheira é indiciada por crime de lesão corporal

Segundo o delegado Marcos Frank, a Lei Maria da Penha se aplica, também, para casos homoafetivos, no entanto, a vítima não quis representar criminalmente contra sua ex-companheira, pediu apenas medidas protetivas, prevenindo que a agressora não se aproxime dela, nem dos familiares e testemunhas. No entanto, trata-se de ação penal pública incondicional e a autora foi indiciada em lesão corporal nos termos da Lei Maria da Penha.

A vítima disse, ainda, que pretende continuar criando um filho que a acusada teve em um relacionam anterior.




Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.