Conecte-se agora

Embaixador de Israel vem ao Acre em junho a convite de Alan Rick

Publicado

em

O deputado federal a Alan Rick (DEM) esteve na manhã desta quarta-feira, 16, na Embaixada de Israel, onde foi recebido pelo embaixador Yossi Shelley para tratar de visita institucional ao Estado em junho.

Alan Rick é membro do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Israel na Câmara dos Deputados, grupo que trabalha pelo fortalecimento das relações diplomáticas, comerciais, tecnológicas e humanitárias entre os dois países.

“Fiz o convite e o embaixador já confirmou sua vinda ao Acre no mês de junho. Yossi cumprirá extensa agenda no nosso estado em compromissos com o Governo, setores empresariais, educacionais e eclesiásticos”, destaca Alan Rick.

O objetivo da visita proposta pelo parlamentar é estabelecer parcerias nos campos de Segurança Pública, Saúde, Agronegócio, Comércio, Tecnologia, além de uma grande celebração das igrejas que apoiam Israel.

“Em nossa conversa, ressaltei que o Acre o receberá de braços abertos, pois do Acre saem algumas das maiores caravanas para peregrinação religiosa na Terra Santa”, destaca Alan Rick.

Propaganda

Destaque 4

Saúde de Sena Madureira integra pesquisa que detecta incidência do Zika Vírus

Publicado

em

O município de Sena Madureira é único no estado do Acre a participar de uma pesquisa que investiga a prevalência do Zika Vírus na região. Na noite dessa quarta-feira, 22, a prefeitura de Sena, com apoio da secretaria municipal de saúde, realizou um mutirão no auditório do Instituto Federal do Acre (Ifac) para coletas de sangue que serão utilizadas no estudo.

O projeto contou com a participação de alunos voluntários e professores, que se propuseram a fazer parte da pesquisa. De acordo com o Dr. Alan Areal, médico infectologista e coordenador da pesquisa de prevalência de infecção pelo Zika Vírus, Sena Madureira é uma cidade privilegiada por integrar essa pesquisa. “É um estudo que vai investigar a prevalência ou não do vírus no município. Sabemos do grande malefício que essa doença causa, principalmente em relação à microcefalia”, disse.

Para os profissionais da saúde no município, trata-se de um momento de extrema importância. “Num primeiro momento, chegamos a temer que não seria possível completar essa pesquisa, uma vez que esperávamos uma amostragem de 500 ou até 700 pessoas participando da pesquisa. Mas alcançamos nosso objetivo e, com certeza, esse número será superado”, conta o médico.

O trabalho é realizado pela prefeitura de Sena Madureira com apoio de equipes multiprofissionais das unidades básicas de saúde do município, Fundação Hospitalar, Instituto bioMérieux, da França, alunos e professores do Ifac.

Continuar lendo

Destaque 4

Da bancada do Acre, apenas Mara Rocha votou para manter COAF nas mãos de Sérgio Moro

Publicado

em

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) tem como missão produzir inteligência financeira e promover a proteção dos setores econômicos contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo e é considerado estratégico para as ações de combate à corrupção.

No início de seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro transferiu o COAF para o Ministério da Justiça.

O órgão teve papel decisivo nas investigações da Lava Jato e era apontado por Sérgio Moro, atual Ministro da Justiça, como essencial para cumprir com sua promessa de combate à corrupção no país.

Mas em votação no plenário, os deputados federais decidiram nesta quarta-feira, 22, que o órgão sai do controle do Ministro da Justiça e volta a ser controlado pelo Ministério da Economia.

A votação foi apertada e a diferença foi de apenas 18 votos e a bancada acreana ajudou muito na decisão.

Dos 8 deputados federais do Acre, apenas Mara Rocha (PSDB) votou pela manutenção do COAF no Ministério da Justiça. Flaviano Melo (MDB), Vanda Milani (SD), Perpétua Almeida (PCdoB), Jéssica Sales (MDB), Jesus Sérgio (PDT) e Manuel Marcos (PRB) votaram contra a permanência do órgão sob o controle de Sérgio Moro.

Em reunião da bancada acreana, Mara Rocha já havia afirmado que votaria pela permanência do Coaf no Ministério da Justiça. “Essa decisão foi equivocada e precisa ser corrigida em plenário, pois compreendo que só conseguiremos enfrentar a corrupção se contarmos com inteligência financeira. Se queremos encontrar, rapidamente, indícios de corrupção, a solução é deixar o COAF sob a alçada do Ministro Moro. Defenderei e votarei para que o órgão permaneça com o Ministério da Justiça”

Já Alan Rick (DEM) foi o único dos deputados federais do Acre a não votar e aparece como um dos 70 parlamentares ausentes na votação.

A MP agora vai para análise do Senado Federal.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.