Conecte-se agora

Candidatos denunciam erros em concurso público da Ufac

Publicado

em

Ao menos 30 candidatos que prestaram o último concurso da Universidade Federal do Acre (Ufac), para o cargo de Assistente em Administração, planejam procurar o Ministério Público Federal (MPF) caso não consigam resolver uma série de erros verificados no resultado preliminar do certame. Eles alegam que a contagem dos pontos está errada, além de ter havido anulações injustificáveis de questões e que, ainda, todos que conferiram o gabarito constataram falhas na correção das questões, principalmente do conteúdo específico.

A preocupação dos candidatos é que tantos erros possam beneficiar pessoas que sequer estudaram para fazer a prova. É o caso da estudante C.N, de 26 anos. O gabarito de sua prova está de acordo com o gabarito divulgado pela Universidade, no entanto, no resultado preliminar, ela aparece com quatro pontos a menos. Com o erro na contagem dos pontos, a candidata caiu de 2º para 9º lugar.

Ao questionar a comissão organizadora da prova através de e-mail, C.N foi informada de que teria que entrar com recurso apontando o erro – por ela verificado. “Eles querem que eu aponte quais as questões eles erraram, mas não tenho como fazer isso porque não sei de quais questões eles subtraíram meus pontos, já que no gabarito elas estão como corretas”.

Assim como ela, outro candidato expôs: “eu acertei 25 questões no conteúdo específico, porém, no resultado, eles erraram e colocaram apenas 20 para mim. Fiz a correção do meu gabarito e vi que a contagem deles é que está errada”.

Os candidatos reclamam falta de transparência no concurso, enquanto uns ficaram com pontos a menos, outros receberam pontuação a mais. Dizem, ainda, que a instituição não se prontifica para retificar o resultado, mesmo depois de tantos terem procurado a Universidade para relatar os erros. “Estão exigindo apenas que entremos com recurso, ao invés de revisar um erro que foi deles”.

O ac24horas procurou a Universidade e foi informado pela Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas – PRODGEP de que a Comissão organizadora está avaliando caso a caso, respeitando o cronograma estabelecido no edital que rege o concurso. Os recursos podem ser enviados para o e-mail: concurso.prodgep@ufac.br.

Propaganda

Acre

Homem é encontrado morto após cair de motocicleta na BR-364

Publicado

em

Um homem identificado como Antonio Claudio de Oliveira Silva, foi encontrado morto na altura do km 7 da BR-364, sentido Sena Madureira a Rio Branco, na tarde desta sábado (14). Uma equipe do corpo de bombeiros esteve no local e en caminhou o homem ao hospital para os procedimentos de praxe.

O Tenente bombeiro Gustavo Marinho, que passou no local disse que o homem estava caído na lateral da estrada. “A vítima já estava com ausência de pulso carotídeo, parada cardiorrespiratória, foi realizada a tentativa de reanimação, mas não houve êxito”, lamentou o oficial.

Segundo consta, o mesmo estava trafegando em uma moto tipo Pop 100 vermelha, da marca Honda. Não há vestígios de que ele tenha sido atingido por outro veículo. Tudo indica que o condutor tenha caído sozinho. Testemunhas afirmaram que não sentiram odor de bebida alcoólica no mesmo.

Pelas fotografias é possível notar um sangramento no rosto do homem que estava trajando uma calça jeans e botas.

Por Aldejane Pinto, do grupo radar 104

Continuar lendo

Acre

Dupla em motocicleta atira contra homem na Cidade do Povo

Publicado

em

A guerra entre facções não cessa e mais uma tentativa de homicídio foi registrada na capital. Raimundo Queiroz dos Santos, 31 anos, foi ferido com dois tiros em via pública no início da tarde deste sábado (14). O crime aconteceu na quadra “8B”, no Conjunto Habitacional Cidade do Povo.

De acordo com informações da polícia, Raimundo estava caminhando na rua, quando dois homens não identificados se aproximaram numa motocicleta e o garupa de posse de uma arma de fogo efetuou vários tiros. Queiroz foi atingido com dois tiros, um no peito e outro no abdômen. Mesmo ferida, a vítima ainda conseguiu correr e caiu num terreno de uma residência e pediu ajuda.

Populares acionaram a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que prestou os primeiros socorros e conduziu o paciente ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde grave.

Policiais Militares estiveram no local, e após colher as características do dos autores saíram em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado. O caso segue sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas