Conecte-se agora

Tchê pediu pra retirar sua assinatura da CPI, sob a alegação de ter assinado no corredor

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale

Sem a presença de Gerlen Diniz (Progressistas), líder do governo, que não apareceu no plenário da Assembleia Legislativa, coube ao deputado Tchê (PDT) a defesa mais feroz contra a CPI.

O discurso só faz fortalecer os boatos de mudança na liderança do governo no parlamento, exatamente com Tchê ocupando a vaga de Gerlen.

Tchê afirmou que fazer uma CPI para investigar leitura de padrão é um absurdo. “Tem que ter coragem pra vir aqui e dizer o que estou dizendo. Não estou aqui para enganar o povo. Fazer uma CPI para verificar conta de padrão é uma preocupação do Procon e do Ministério Público. Fazer uma CPI para analisar contrato de compra e venda é desnecessário. O contrato é público, é só pesquisar e a justiça federal homologou o contrato. E, por fim, o valor do ICMS é uma competência do governador Gladson Cameli”, disse Tchê.

Mostrando que se for confirmado como novo líder do governo na Aleac, vai render boas discussões, Tchê alfinetou Roberto Duarte. “Quando eu falava aqui que a Telexfree era perigosa, tinha gente aparecendo como salvador da pátria e até hoje não resolveu. Tem gente aqui que já se acha candidato à prefeito de Branco e eu não aceito populismo”, afirmou.

Duarte foi advogado da Telexfree é o provável candidato do MDB a prefeitura da capital nas eleições do ano que vem.

Tchê pediu pra retirar sua assinatura da CPI, sob a alegação de ter assinado no corredor. “Assinei às pressas, no corredor, sem saber direito. Quando fui estudar a questão da energia, percebi que não tinha lógica o pedido de CPI”, disse o deputado, sob os gritos de covarde da população presente.

Propaganda

Acre

Presidente da FIEAC visita cursos da Caravana do Desenvolvimento

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O presidente da Federação das Indústrias do Acre, José Adriano, visitou na tarde desta quarta-feira, 19, os cursos da Caravana do Desenvolvimento, em Feijó. As aulas, que tiveram início nesta semana, seguem até o dia 12 de julho no município.

“Busquem ser os melhores em suas atividades. Tenham certeza de que, com certificados de instituições como SESI e SENAI em mãos, vocês serão reconhecidos em qualquer lugar. Portanto, não desistam. Concluam esses cursos”, aconselhou o presidente da FIEAC em conversa com os alunos.

FOTO: SÉRGIO VALE

Continuar lendo

Acre

Quadro de vítimas de explosão é estável, mas inspira cuidados

Publicado

em

As vítimas da explosão ocorrida num barco no município de Cruzeiro do Sul, às margens do Rio Juruá, na sexta-feira, 7 de junho, continuam recebendo atendimento do governo do Acre, da Sociedade Brasileira de Queimados (SBQ) e toda a rede integrada do Sistema Único de Saúde.

O chefe da Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) José Adorno, que apoia e coordena o atendimento dos pacientes acreanos em tratamento fora de domicílio em Brasília, Goiânia e Belo Horizonte, informou nessa terça-feira, 18, que o estado clínico dos pacientes é estável, mas ainda inspira cuidados.

Estão na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital João XXIII, Umberto da Conceição de Oliveira, 38 anos; José Ortenízio Souza da Conceição, 39 anos e Valdir Torquato da Silva, 51 anos. Eles continuam em tratamento, que inclui desbridamento cirúrgico, procedimento para retirada de tecidos queimados até que possa ser realizado o enxerto e recomposição da pele.

O esforço das equipes agora, tanto no João XXIII, sob os cuidados do Doutor Marcelo Lopes Ribeiro, quanto na unidade de Goiânia, é para que os pacientes vençam esta primeira etapa, e que tenham condições para serem submetidos aos procedimentos necessários à conclusão do tratamento, que deve ainda durar entre 60 a 90 dias”, explica José Adorno.

Entre os pacientes do João XXIII, o menino P.V.F.S., 4 anos, se recupera bem e deve ter alta nos próximos dias. Francisco Luna Dos Santos, 46 anos, é o que apresenta quadro mais grave, porém estável.

Em Brasília, os quatro pacientes internados no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) continuam recebendo curativos especiais, sem necessidade de procedimentos cirúrgicos. O quadro clínico é estável e a expectativa é que também possam ter alta nos próximos dias.

Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.