Conecte-se agora

Alan Rick busca solução para fábrica de preservativos da Natex em Xapuri

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (DEM) esteve nesta segunda-feira, 15, no Ministério da Saúde acompanhado da presidente da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Odicleia Câmara, em reunião com o Diretor do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV), Dr. Gerson Pereira, tratou do contrato que a Funtac tem com o Ministério para compra de toda a produção da fábrica de preservativos de Xapuri, a Natex.

Também participaram da reunião a a Dra. Marcela Nogueira Lima, Assessora Jurídica da Funtac, Fábio O’Brien, do Departamento de Logística em Saúde e Cynthia Batista, Farmacêutica do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais.

A Natex é uma das maiores geradoras de emprego de Xapuri e a eventual rescisão da parceria com o Ministério da Saúde certamente teria um impacto muito negativo para a população do município. O Ministério solicitou à Funtac um documento oficial relatando a mudança de gestão da fábrica para avaliar a situação jurídica em busca da solução para seguir trabalhando com a Natex.

Atualmente funcionando através de uma Parceria Público Privada (PPP), a fábrica estava anteriormente ligada à Funtac, que é a gestora do contrato com o Ministério da Saúde que compra toda sua produção de preservativos.

O problema, destaca o parlamentar acreano, é que no apagar das luzes do governo da Frente Popular, a gestão da fábrica foi transferida para a Agência de Negócios do Acre (ANAC), para ser posteriormente privatizada e entregue à Indústria de Produtos de Látex da Amazônia S.A., empresa que assumiu a produção e a mão de obra dos 103 trabalhadores e 700 famílias de pequenos extrativistas que produzem o látex.

“Apesar desta mudança, até o momento, o contrato com o Ministério da Saúde não foi transferido para a nova gestora, a ANAC, permanecendo com a Funtac. Tal situação tem gerado o atraso nos pagamentos do Ministério da Saúde pela compra dos lotes de preservativos e insegurança jurídica à empresa privada, à Funtac e à própria ANAC”, disse o deputado Alan Rick, que diante do risco de o Ministério da Saúde pedir rescisão de contrato e, com isso, acarretar o fechamento da fábrica, grande compradora do látex dos seringais locais, solicitou a reunião para evitar que a fábrica seja fechada e assim centenas de famílias sejam prejudicadas.

Propaganda

Cidades

Em Rondônia, governo do Acre se reúne com presidente da Câmara de Comércio do Brasil-China

Publicado

em

No encerramento do primeiro dia da Rondônia Rural Show, 22, representantes do governo do Acre aproveitaram as oportunidades da maior feira de agronegócios da região Norte para se reunirem com o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Tang.

Presente no evento para estreitar as relações comerciais na região, Tang é um conhecido defensor de que o Brasil reúne condições para aprimorar ainda mais suas relações comerciais com a China. Ele destacou que o superávit do Brasil no comércio chinês foi de 29 bilhões de dólares só no ano passado, enquanto o país asiático pretende investir mais de 250 bilhões de dólares em toda a América Latina nos próximos anos.

O encontro com Tang no estande do Acre montado na feira contou com a presença dos secretários de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, o de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu.

Eles apresentaram a nova proposta de desenvolvimento defendida pelo governador Gladson Cameli, garantindo estabilidade jurídica e resolução de entraves comerciais para investimentos estrangeiros no Acre, além de pontos estratégicos como a estrada que liga o Brasil aos portos do Pacífico pelo estado e a ZPE que possui 130 hectares de parque prontos para instalação de indústrias.

“Estamos abertos para ouvir propostas e o Estado está pronto para fazer o que for necessário para garantir investimentos que tragam desenvolvimento com geração de emprego e renda para o Acre”, destacou Paulo Wadt.

Charles Tang contou como conseguiu levar investimentos de R$ 3 bilhões a uma cidade de apenas 60 mil habitantes no interior do Mato Grosso, revelando principalmente o processo de divulgação das vantagens da região.

“Para investir no Acre, precisamos saber o que o Acre tem a oferecer para os investidores e esse processo é essencial”, conta.

Os secretários encerraram o encontro convidando Tang para uma visita ao estado, organizando uma agenda para conhecer pessoalmente as potencialidades da região.

Continuar lendo

Cidades

Moradores plantam bananeiras para protestar contra buracos no município do Bujari

Publicado

em

Moradores do município de Bujari decidiram plantar bananeiras em protesto às más condições das ruas na cidade. A reclamação maior da população é devido a falta de pavimentação nas vias dos municípios.

Em imagens divulgadas no blog Política Acre, é possível ver as péssimas condições de trafegabilidade. Segundo a denúncia, a falta de pavimentação nas ruas do município tem prejudicado a população, principalmente em dias chuvosos.

O protesto inusitado ocorreu na rua Nonata Clotilde, mas a reclamação se estende a outras vias, onde moradores afirmam que o problema ocorre há muito tempo, e, segundo eles, tanto na zona urbana quanto na zona rural.

A revolta da população se deu após rumores de que a prefeitura do município iria pavimentar apenas a rua principal de Bujari.

De acordo com um dos moradores da rua, “se a moda pegar, Bujari irá se tornar o maior produtor de banana do estado”.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.