Conecte-se agora

Roberto Duarte poderá ser o presidente da CPI da Energisa

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) deverá ser indicado o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai investigar supostos abusos praticados pela empresa de energia elétrica (Energisa) contra os consumidores acreanos. O ac24horas ouviu deputados que assinaram a CPI e eles apontam Duarte como o possível presidente. A relatoria pode ficar com o deputado Daniel Zen (PT), mas também, com alguém da base parlamentar de sustentação política do governo.

Roberto Duarte, que é advogado, declarou que, “eu estou à disposição do Poder Legislativo e do povo do Acre. Se meu nome for escolhido pelos deputados estou pronto para cumprir com o meu dever para que possamos, nesse processo, conseguir um resultado efetivo”. De acordo com ele, CPI é uma questão muito séria. “O foco da CPI é investigar supostas irregularidades na aferição (leitura) dos relógios e na cobrança de ICMS, que pode estar sofrendo bitributação, bem como no contrato da empresa”, frisou, acentuando que o objetivo não é pura e simplesmente diminuir a conta de luz, mas investigar hipotéticos crimes contra a economia popular.

“A CPI da Energisa não é um instrumento de perseguição política contra ninguém, mas fruto de um clamor popular. Não tem como objetivo investigar o governo, o governador, muito menos a família dele, isso é uma falácia”, afirmou o líder do PC do B, deputado Edvaldo Magalhães. Par ele, o foco da Comissão é denúncia de abuso nas contas de energia oriundos de leituras irregularidades, cobrança de ICMS erradas e analisar criteriosamente o contrato de aquisição da Eletroacre por parte da Energisa. “Tem muita coisa estranha acontecendo desde que a Energisa assumiu, temos que proteger a população da ferocidade do capital, a fome de arrecadar muito, ganhar dinheiro aqui e arrancar o couro dos pobres”, salientou.

Propaganda

Destaque 2

Colisão entre carro e carreta tira a vida empresário na rodovia AC-40

Publicado

em

Um acidente envolvendo um carro de passeio e uma carreta tirou a vida do empresário Amarildo Campos Coelho, de 44 anos, na noite desta quarta-feira (19), no km 23 da Rodovia AC-40, próximo ao município de Senador Guiomard.

De acordo com informações de populares que presenciaram o acidente, o empresário trafegava no seu veículo Honda Civic no sentido Rio Branco-Senador Guiomard, indo pegar sua esposa que estava trabalhando num comércio em Senador Guiomard, quando inesperadamente perdeu o controle da direção, rodou na pista e colidiu de frente com uma carreta que trafegava no sentido oposto. Com impacto, o carro de Amarildo ficou totalmente destruído e o empresário ficou preso nas ferragens.

Populares que passavam pelo local acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas quando os paramédicos chegaram no local Campos já se encontrava morto.

A área foi isolada pelos Policiais Militares até a chegada dos peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil.

O Corpo de Bombeiros esteve no local e ajudou na retirada do corpo do rmpresário. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos.

O motorista da carreta permaneceu no local e em seguida foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil em Senador Guiomard para prestar esclarecimentos.

Continuar lendo

Cotidiano

Prefeitura interdita parte de avenida no Vila Ivonete para bloquinho de carnaval

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTRANS), emitiu uma nota nesta quarta-feira, 19, para informar que irá interditar uma pista da Avenida Benedito Maia, bairro Vila Ivonete, para realização do “Bloquinho do Biel – Saudades do Carnaval”.

O trecho compreendido da interdição será entre a Rua dos Arbustos até a rotatória da Avenida Getúlio Vargas, no dia 13 de julho de 2019, das 17h às 00h.

A Cê Acredita Eventos enviou Requerimento à prefeitura pedindo autorização para a interdição.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.