Conecte-se agora

Agricultor tem pé decepado por roçadeira e morre na BR-317

Publicado

em

O agricultor Ademar dos Santos Silva, de 47 anos, que morava no km 52 da BR-317 (Estrada do Pacífico), estava trabalhando em uma roçagem de cerca distante aproximadamente 5 km de sua casa, teve quase todo o pé decepado quando uma das lâminas cortou próximo ao tornozelo direito.

‘Mazinho’, como era conhecido, cuidava de um comercio localizado às margens da BR 317, juntamente com sua esposa e filhos. As informações ainda são desencontradas, mas, o mesmo teria tentado dirigir até a cidade sozinho e morreu dentro do próprio veículo após perder muito sangue.

Segundo as primeiras informações obtidas com o agente da Polícia Civil de Brasiléia, que está cuidando do caso, a vítima estaria trabalhando em uma cerca e fazia a roçagem no local, quando uma das lâminas bateu em algo e soltou.

O corte acertou praticamente na articulação do pé e cortou quase por completo. Mazinho ainda teve tempo de chegar numa casa próxima e pediu socorro para que alguém dirigisse sua pick-up até o hospital, já que perdia muito sangue.

Como teria de esperar um pouco até a chegada do filho da senhora, resolveu ir por conta própria, mas, logo a frente teria perdido a consciência e desmaiou. A mulher correu até a sua casa cerca de 5 km do local e chamou por seu cunhado.

Quando chegaram ao carro, já teriam encontrado o colono sem vida. A Lâmina da roçadeira foi localizada na carroceria do carro e o corpo de Mazinho foi levado para o hospital de Brasiléia, onde os familiares e amigos aguardavam a decisão das autoridades para saber se seria transladado para o IML na Capital.

Até o momento, os agentes civis estão trabalhando com a primeira hipótese de fatalidade.

Com informações O Alto Acre.

Propaganda

Acre

Empresários e governo alinham retorno de comitivas na cavalgada

Publicado

em

A primeira reunião para tratar o possível retorno das comitivas durante a tradicional cavalgada na Feira Agropecuária do Acre (ExpoAcre 2019) ocorreu na tarde dessa quarta-feira (17). Empresários se reuniram com o governo do Estado, através da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo e também com a Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agrícola do Acre (Acisa).

A proposta é trazer de volta a cavalgada, na abertura da Feira, com cavalos, quadrículos e carretas. Para isso, houve uma primeira conversa na tentativa de encontrar soluções para que isso, de fato, aconteça.

Lucas Profeta é diretor de comércio e finanças da Acisa, mas também um dos realizadores da festa. Para ele, apesar de ainda se tratar de uma conversa preliminar, o encontro entre os organizadores e governo já garantiu a concretização das ideias.

“O plano é reativar a festa para aquecer nossa economia no período da ExpoAcre, principalmente porque existe uma demanda da população para que isso aconteça. A certeza é que a cavalgada voltará a ocorrer no sábado, com divisão entre cavalos, quadriciclos e carretas”, destaca Profeta, que decidiu envolver a Acisa para contribuir com o evento.

O grupo está planejando programar um novo modelo durante o evento, mas isso ainda está sendo debatido.

Alinhamento

Para a secretária de Empreendedorismo e Turismo, que representa o Estado, o único desejo é de que a festa seja um sucesso. Para isso, Eliane Sinhasique afirma que é preciso ouvir os principais protagonistas do evento.

“A Cavalgada é um momento muito importante, pois se trata da abertura do maior evento no estado. Para que seja um sucesso, ouvimos todas as reclamações e sugestões dos organizadores das comitivas”.

Durante o encontro, os empresários puderam expor as condições ideais para a realização do evento. “Diminuição de taxas e alvarás (que encarecem os custos das comitivas), o horário e duração do percurso, a segurança na dispersão, entre outros, são os detalhes que precisamos tratar com o restante da Comissão Organizadora e com o próprio governador”, diz Sinhasique.

Uma das reclamações sustentadas pelos organizadores e que agora passará por avaliação da secretaria é justamente o horário de saída das comitivas. “O horário atrasava o percurso e depois as comitivas eram obrigadas a acelerar a marcha para encerrar o evento, o que colocava em risco a vida das pessoas que estavam indo a pé e também dos animais”, finalizou a secretária.

Continuar lendo

Acre

Feriadão de Páscoa tem Procissão do Cristo Morto, alvorecer e missa

Publicado

em

A Diocese de Rio Branco segue a programação da Semana Santa realizando nesta sexta-feira (19) às 17h a Procissão do Cristo Morto, que termina no Palácio Rio Branco onde será encenada a Paixão de Cristo, às 18h30. As atividades começaram dia 13 com a Benção de Ramos.

No Domingo de Páscoa, dia 21, haverá o Alvorecer da Ressurreição, às 4h no Palácio Rio Branco. Às 19h, missa de encerramento na Catedral Nossa Senhora de Nazaré.

Veja a programação católica para o feriado de Páscoa:

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.