Conecte-se agora

Sena Madureira discute implantação de inspeção de produtos de origem animal

Publicado

em

Representantes da prefeitura de Sena Madureira e empresários locais reuniram-se com o auditor fiscal agropecuário, João Carlos Aranha, para orientações de adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA), que padroniza e harmoniza os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a qualidade e segurança alimentar.

Para aderir ao sistema é necessário comprovar que têm condições de avaliar a qualidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura.

“Uma vez o município aderindo ao sistema, as empresas fiscalizadas por ele poderão comercializar seus produtos em todo território nacional, ampliando assim, seu leque de comercialização que vai gerar divisas ao município. A empresa pode aumentar sua produção, vender seus produtos para fora do estado ou município, aumentando sua arrecadação e gerando emprego. Então, entrando no SISBI o município só tem a contribuir para a economia local”, orienta o auditor.

Com a adesão, as empresas cadastradas terão acesso ao selo nacional do SISBI. “Para isso o município de Sena Madureira ainda precisa de estruturação do serviço de inspeção, atualização das leis e criação de normas de fiscalização dos estabelecimentos”, disse o auditor.

O veterinário da prefeitura de Sena Madureira, Rodrigo Bortolan, afirma que a secretaria municipal de saúde é a responsável pela inspeção para poder adquirir a certificação do sistema.

“Já fazemos uma inspeção, no entanto, teremos que aderir as normas mais exigentes, assim, poderemos colocar o produto de origem animal produzido em Sena em qualquer estado brasileiro, a exemplo de Rondônia que já aderiu. Então, consequentemente, teremos mais emprego e renda, inclusive, atraindo outras empresas, como frigoríficos e laticínios que atuam nesse setor”, avalia o especialista.

Propaganda

Cidades

Mega-Sena pode pagar R$ 115 milhões hoje

Publicado

em

O concurso 2.160 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 115 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (15) em São Paulo (SP).

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura do município de Brasileia lança Projeto Bolsa Família na Comunidade

Publicado

em

A Prefeitura de Brasileia por meio da Secretaria de Assistência Social realizou na sexta-feira (14), na Escola Élson Dias Dantas a execução do projeto Bolsa Família na Comunidade, no bairro Leonardo Barbosa.

O projeto tem como objetivo intensificar a integração das ações desenvolvidas pelas secretarias de saúde, educação e assistência social, levando serviços sociais para a população como as equipes do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família em parceria com as unidades básicas de saúde.

Segundo a secretária de Assistência Social, Rogéria Gondim, esse é um projeto que será levado para todos os bairros de Brasileia, sendo realizado uma vez por mês em cada área da cidade. “Decidimos iniciar pelo bairro Leonardo Barbosa devido ao grande número de famílias que estão com pendências para receber seus benefícios, nesta região temos 62 famílias com seu cartão bloqueado. A nossa meta é fazer com que as pessoas tenham acesso aos seus benefícios e diminuir esse índice”, informou a secretária.

A gestão municipal ofertou para a comunidade serviços de corte de cabelo, pedicure e manicure, atendimentos odontológicos, aplicação de vacinas, testes rápidos, pesagem, contação de histórias infantis, emissão da carteira do idoso, inclusão e atualização de cadastro único e do Bolsa Família, desbloqueio do beneficio e palestra sobre as condicionalidades do programa.

A prefeita Fernanda Hassem destaca que o objetivo da administração é aproximar as ações da prefeitura da comunidade, levando serviços básicos e de direito para as pessoas. “Nós temos algumas dificuldades com nossos índices de vacinação, participação e frequência dentro dos nossos programas sociais, muitas vezes por conta da correria do dia-a-dia da mãe ou do pai, em razão disso muitas acabam não atualizando o cadastro da família, com essa ação conseguimos resolver muitas coisas”, diz a prefeita.

A gestora fez questão de agradecer a equipe que coordena a Escola Élson Dias Dantas por ceder o espaço para a realização do projeto, também aos membros das secretarias de Assistência Social, Educação e Saúde, responsáveis pela ação, e a comunidade que compareceu à atividade.

Bolsa Família na Comunidade

O Projeto Bolsa Família na Comunidade visa atender as famílias de baixa renda de Brasileia com a realização de palestras com orientações sobre o PBF e suas condicionalidades, atualizando e cadastrando no CAU, garantindo a essas pessoas acesso aos programas, além, de informar a população sobre os serviços ofertados ao cidadão por meio da inscrição.

Secom – Raylanderson Frota

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.