Conecte-se agora

Paciente picado por cobra pode perder a perna por demora de procedimento no Huerb

Publicado

em

A vida de Cícero Carlos de Souza, 48 anos, morador do bairro Comara em Rio Branco, virou do lado do avesso no último mês. Sem emprego, resolveu ir quebrar castanha em uma região próxima a Extrema, na divisa do Acre com Rondônia.

Quando trabalhava na floresta, foi picado na perna por uma jararaca, também chamada de cobra “boca podre”, por ser extremamente venenosa.

Com a perna infeccionada pelo veneno da cobra peçonhenta, Cícero foi trazido ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb)e e passou por um primeiro procedimento cirúrgico, mas está há mais de 15 dias esperando por uma nova cirurgia. A família reclama que não recebe informações dos motivos para que o procedimento ainda não tenha sido feito, já que o paciente corre o risco de ter a perna amputada.

“Meu pai tá esperando há mais de duas semanas e nada de ser feita a cirurgia. Meu medo é que ele acabe perdendo a perna”, diz Alex de Souza, filho de Osvaldo.

A reportagem do ac24horas procurou a direção do Huerb que se comprometeu em verificar a situação do paciente.




Propaganda

Destaque 2

Calegário suspeita que colegas estejam em lista de propina da Energisa

Publicado

em

O deputado Fagner Calegário (PV) fez ontem, a acusação mais grave neste início de debate da “CPI DA ENERGISA”, ao jogar no ar a suspeição de que parlamentares estariam numa suposta lista de propina da empresa para amolecer. Ou fala os nomes ou a acusação cai no descrédito. No Blog do Crica de hoje o jornalista Luis Carlos Moreira Jorge pergunta ao deputado: “Quais são os [DEPUTADOS] propineiros? Segundo o jornalista, a acusação de tamanha gravidade se faz com provas em mãos. Leia blog AQUI




Continuar lendo

Destaque 2

Bestene diz que deputados a favor da CPI jogam para plateia

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O primeiro deputado da base de Gladson Cameli a discursar na Aleac foi José Bestene (PP). Contrário à CPI, Bestene afirmou que os deputados que assinaram o pedido de abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito jogam para a plateia.

O progressista afirmou que o alto valor do ICMS precisa ser colocado na conta do ex-governador Jorge Viana que aumentou a alíquota de 17% para 25%.

Bestene disse ainda, fugindo completamente do assunto da CPI, que as condições atuais do Acre é culpa da gestão passada e que há diversos outros assuntos que podem render uma CPI, citando como exemplo os investimentos na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), uma clara provocação ao deputado Edvaldo Magalhães, secretário de indústria do governo de Sebastião Viana, idealizador da ZPE, que nunca saiu do papel.

Bestene, como se diz no ditado popular “deu a cara à tapa. Foi, como se esperava, vaiado pelos manifestantes e chamado de “inimigo do povo”. Mesmo assim foi o único parlamentar da base do governo, que é contrário a CPI, a se posicionar.




Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.