Conecte-se agora

Ao avaliar os 100 primeiros dias de seu governo, Gladson Cameli diz que será candidato à reeleição

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressista), ao avaliar os cem primeiros dias de seu governo, revelou com exclusividade ao ac24horas que será candidato à reeleição, jogando um balde de água fria em qualquer aliado que pretenda disputar o cargo em 2022. Anunciou a vinda dos ministros Sérgio Moro (Justiça) e Luís Henrique Mandetta (Saúde) ao Acre nos próximos dias. A entrevista foi concedida em seu gabinete, avenida Brasil, aos jornalistas Luís Carlos Moreira Jorge, do Blog do Crica, e Astério Moreira, da Coluna do Astério, do ac24horas.

Gladson diz que deu uma guinada de 360 graus em sua gestão valorizando a política e assumindo o comando de todas as decisões. “Fui eleito pelo voto popular, meu governo já deu certo, estou fazendo alguns ajustes necessários para destravar. Só técnico não vai dar certo”. Tem mais: revelou que vai leiloar parte do patrimônio do Estado que, segundo ele, não tem utilização nenhuma. De acordo com o governador, a população está certa quando cobra melhoras na segurança e na saúde. “O povo tem pressa, já viu muita corrupção e quer resultados agora. Foi o que prometemos na campanha e vamos cumprir”, diz.

Em relação à articulação política, um dos alvos de crítica, disse que na sexta-feira passada reuniu os deputados da base em seu gabinete e disse: “Não estou brincando de governar”. Explicou que Ney Amorim lida com os deputados, Vagner com os prefeitos, os ex-deputados Jairo Carvalho e Nelson Sales com os protestos. “Não quero ninguém puxando o saco nem deputados dizendo na tribuna que o Estado está bonito quando vemos que está feio”, pontuou. Garantiu que, em dois meses, vai desenterrar a “caveira de burro no Huerb”. Veja a seguir a entrevista com o governador.

video

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas