Conecte-se agora

Secretaria Municipal de Saúde intensifica campanha de combate ao Aedes Aegypti

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) intensificou, em Rio Branco, o combate ao mosquito Aedes Aegypti. No bairro Recanto dos Buritis, a Prefeitura está realizando vistoria de rotina nos imóveis, bloqueio-controle de criadouros e em situações de casos suspeitos de Dengue, Chikungunya e Zika, as ações incluem reforço dos fumacês (veículos com equipamentos de nebulização usados para matar o mosquito).

Francisco Rocha Coelho, presidente da Associação de Moradores do Recanto dos Buritis, acompanhou o trabalho dos agentes de endemia da SEMSA. “Hoje, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde está, aqui, realizando esse trabalho com os agentes de combate às endemias. Fazendo visita domiciliar, conversando com os moradores, orientando-os, isso faz toda diferença”, destacou.

O líder comunitário acrescentou que a Prefeitura mantém uma campanha de combate ao mosquito transmissor da Dengue, seguindo diagnóstico da vigilância epidemiológica, que aponta as áreas com maior incidência de infestação da doença. A blitz contra ao Aedes Aegypti, conta com o reforço dos agentes comunitários de saúde, servidores que estão na comunidade no dia-a-dia fortalecendo as ações específicas de combate ao mosquito transmissor da dengue e da febre amarela urbana.

A eliminação dos criadouros é a principal ação de combate ao Aedes Aegypti. Quando o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores, como em terrenos baldios ou lixos acumulados na rua, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada para remover os possíveis focos/criadouros.

Dona Maria Gomes, de 78 anos, recebeu a visita da equipe da Secretaria Municipal de Saúde com alegria. “Fico feliz com a visita à minha casa. Nós aqui, eu e minha filha, nunca pegamos essa doença, mas já vi vizinhos se queixando de dor, de febre, essas coisas ruins. A gente tem o cuidado de manter tudo sempre limpo”, disse.

Propaganda

Cidades

Brasileia sedia fase regional de futsal dos Jogos Escolares 2019

Publicado

em

Depois de sediar a fase municipal, Brasileia realizou na quinta-feira, 18, a abertura dos Jogos Escolares 2019, fase regional de futsal do Alto Acre, no Ginásio de Esportes Eduardo Lopes Pessoa. A cerimônia contou com a presença da Prefeita Fernanda Hassem, Gerente de Esportes Clebson Venâncio, professor Vladimilson Coordenador Geral dos Jogos Escolares, Coordenadoras dos Núcleos de Estado de Educação dos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, Silvia Pacheco e Rosimari Ferreira e equipe.

A parceria entre governo do estado e prefeitura vem resgatando a autoestima dos estudantes-atletas e também de toda a comunidade local, realizando os jogos escolares desde a fase municipal à regional, onde os campeões irão representar a sua região em Rio Branco, durante a fase estadual.

A prefeita, Fernanda Hassem, destaca a importância dos jogos para o esporte do município.

“Quero parabenizar o Governo do Estado e equipe de Esporte, além das escolas estaduais. Brasileia está sediando e a prefeitura sempre será parceira das boas ações e iniciativas. Que o estado possa continuar investindo nas atividades esportivas escolares e que possamos estar incentivando ainda mais o esporte em nosso município, ” destaca a Fernanda.

O Coordenador Geral dos Jogos Escolares, professor Vladimir, também falou a respeito. “Os campeões da fase regional irão participar da fase estadual de futsal, que acontecerá em Cruzeiro do Sul e de handebol em Rio Branco. Estamos alegres com essa realização” destacou o coordenador.

A fase regional dos jogos acontecem simultaneamente em Brasileia com o futsal e em Epitaciolândia, handebol, durante três dias e conta com a participação de equipes dos municípios de Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri e Assis Brasil, nas modalidades de 12 a 14, e 15 a 17 anos, masculino e feminino, com participação de mais de 190 atletas.

Continuar lendo

Cidades

Quase 5 mil eleitores do Vale do Juruá têm títulos cancelados, informa justiça eleitoral

Publicado

em

A Justiça Eleitoral do Acre cancelou 4.700 títulos eleitorais em quatro municípios da região do Vale do Juruá. Isso porque o referido número de cidadãos não regularizaram a situação pendente junto ao órgão durante o recadastramento biométrico ocorrido este ano em Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Portanto, todos estes que não fizeram regularizaram o documento, terão o título cancelado na região da 4ª Zona Eleitoral do estado. Apesar de ter alcançado mais de 80% do eleitorado nas quatro cidade durante o processo de atualização cadastral, quase 5 mil eleitores deixaram de comparecer ao órgão.

Como consequência do cancelamento do título, os mais de 4 mil eleitores não poderão votar nas eleições municipais do ano que vem, na escolha de prefeito e vereador. Além disso, ficam suspensos do recebimento de benefício social previdenciário, não poderão assumir cargo público, nem fazer empréstimo bancário.

No entanto, os eleitores com pendências podem procurar o cartório até maio do próximo ano para regularizar a situação junto a Justiça Eleitoral.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.