Conecte-se agora

Secretário que chamou vereadores de ‘fuxiqueiros’ passa a ser investigado em CPI

Publicado

em

As denúncias parecem estar ‘correndo soltas’ durante as sessões das Câmaras de Vereadores no interior do Acre. Após os vereadores de Senador Guiomard, chegou a vez dos parlamentares do município de Assis Brasil, que aprovaram durante votação nesta terça-feira, 2, a abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostos desvios de recursos públicos na Secretaria de Saúde do Município.

Lá, seis vereadores votaram favoráveis pela abertura da CPI e apenas dois contaram contra. O requerimento pede investigações para apurar as suspeitas de superfaturamento em notas fiscais, uso indevido de combustível da secretaria e gastos elevados com diárias de servidores da pasta.

Os vereadores alegam, ainda, que o secretário de Saúde do município, Antônio Jesus de Oliveira Rios, usou uma rede social para se referir a Câmara de Assis Brasil como uma ‘casa de fuxico’, pelo fato de os vereadores solicitarem informações sobre as contas públicas da saúde.

Agora, os parlamentares terão 90 dias para fazer a investigação. “Se não tiver nada irregular, parabéns, mas se tiver todos ficarão sabendo o que está acontecendo dentro da Secretaria de Saúde”, afirmou a vereadora Toinha Cavalcante (PCdoB).

Votaram a favor da CPI os vereadores: Paulo Sales (PP), Lázaro Manchineri (PCdoB), Manoel Matias (PSD), Wendell Gonçalves (PR), Toinha Cavalcante (PCdoB) e Ivelina Marques (PT). Apenas dois vereadores votaram contra: Gilda Almeida (PR) e Antônio Camelo (PP).

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas