Conecte-se agora

Projeto musical promete dar vida nova a jovens carentes de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O programa ‘Musicalizando com Amor e Carinho’ é a nova aposta do projeto social Conservatório Musical, do município de Cruzeiro do Sul, na região do Vale do Juruá. A ideia é introduzir crianças e adolescentes carentes no mundo da música de forma descontraída e agradável.Para isso, o programa promete executar educação musical para promover a formação, a construção da cidadania, o resgate de valores culturais, a descoberta de talentos e a profissionalização.

Desenvolvido em parceria com o Poder Judiciário, Ministério Público e Exército Brasileiro, realçado através da parceria com a Sociedade Eunice Weaver de Cruzeiro do Sul – “Educandário” do município, está retirando crianças das ruas e possibilitando a educação cultural musical e profissionalização para futuro ingresso na banda do exército ou formação de futuros professores de música.

“Integrar a música ao processo interdisciplinar, com o escopo de possibilitar a redução das diferenças, contribui com a inclusão social de crianças e adolescentes da comunidade de Cruzeiro do Sul”, afirma o maestro e músico da Banda do 61º BIS, Alexandre Sérgio.

Para o maestro, realizar esse tipo de trabalho ajuda a melhorar a sensibilidade, a capacidade de concentração e a memória, trazendo benefícios ao processo de aprendizado, assim como ao raciocínio matemático.

O coral conta hoje com cerca de 50 crianças e adolescentes, sendo 70% do sexo feminino, fato que está destacando as mulheres no seio social e sua importância cultural, estimulando assim a igualdade de gênero para o empoderamento das meninas e mulheres.

O programa ainda viabiliza mecanismo para que amplie o conhecimento de mundo dos participantes, desenvolvendo a sensibilidade e a criatividade, através do contato com a linguagem artístico-musical.

Quem pode participar

Podem participar do programa crianças e adolescentes em contexto de vulnerabilidade social na cidade de Cruzeiro do Sul, com idade entre 07 a 17 anos de idade.

Atualmente, o projeto conta com mais de 400 crianças e adolescentes ativas no projeto, participando do coral, aulas teóricas (aprendizagem musical e leitura de partituras) e práticas, e mais 100 crianças do Educandário (entre 03 e 05 anos), tendo uma lista de espera em torno de 500 alunos.

O projeto tem apenas dois anos de atividade e as crianças do coral e orquestra já executam óperas em latim.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas