Conecte-se agora

Internada há 45 dias, idosa pede “misericórdia” a Gladson Cameli

Publicado

em

A aposentada Maria Magalhães de Souza, internada há 45 dias no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) com o braço quebrado, fez um desabado e pediu “misericórdia” ao governador Gladson Cameli para que possa passar por cirurgia e receber alta médica.

Maria, que está internada no leito 124 da Enfermaria Cirúrgica do Huerb, diz que está há semanas pedindo aos profissionais que seja colocada na lista dos pacientes que passam por cirurgias, mas que nunca é incluída. Já recorreu à Direção, mas não adiantou nada. A paciente está comprando medicamentos e materiais hospitalares.

Procurada, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) informou que iria averiguar as denúncias feitas por Maria Magalhães, e que, se confirmadas, todas elas seriam resolvidas. Maria conta que tem falta até esparadrapo dentro do maior hospital de urgência e emergência do Acre.

“Aqui nesse hospital falta de tudo. Eu estou tendo que comprar até o esparadrapo, os medicamentos. Não tem mais remédios para a gente aqui, nem a dipirona tem aqui mais hoje. Eu já fui lá pedir esse mapa, mas eu nunca estou nele. Eu não aguento mais esperar, eu quero que me deixem ir embora”, diz a mulher.

Ainda segundo Maria Magalhães, os profissionais da unidade de saúde já a tentaram dopar após a tentativa de falar com a imprensa. “Ontem eles queriam me dopar, me dar remédio. Eu chamei a imprensa aqui, e quando eu fui falar com eles, trancaram todas as portas para eu não falar com o repórter”, completa.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas