Conecte-se agora

Fundação Garibaldi Brasil lança Edital para a área de Arte no valor de R$ 285 mil

Publicado

em

A Fundação Garibaldi Brasil (FGB) e o Conselho Municipal de Políticas Culturais lançam nesta terça-feira, 2, o Edital do Fundo Municipal de Cultura 01/2019 – Área de Arte, no valor de R$ 285 mil. O documento está disponível para acesso no site da Prefeitura de Rio Branco: pmrb.ac.gov.br.

A entrega de projetos pode ser feita entre os dias 9 de abril e 9 de maio. O edital tem como finalidade garantir para entidades representativas de segmentos culturais, pessoas jurídicas, grupos informais e pessoas físicas das diversas manifestações artístico/culturais da área de Arte de Rio Branco, apoio total ou parcial a projetos que atendam aos requisitos do documento.

As propostas podem ser nas áreas de formação, produção, circulação, intercâmbio, manutenção de grupos e eventos ou ações de naturezas integradas, tais como encontros, workshops, seminários, ciclos de oficinas, palestras e debates, intercâmbio, apresentações artísticas, circulação de espetáculos, publicações, pesquisas, aquisições e outros eventos similares que contribuam para o desenvolvimento artístico-cultural da capital.

Ao todo, serão 23 projetos contemplados, divididos da seguinte forma: 10 propostas de até R$ 11.800 para pessoas físicas; cinco de até R$ 5 mil para pessoas físicas iniciantes; três de até R$ 18 mil para pessoas jurídicas; três de até R$ 12 mil para grupos informais; e dois de R$ 26 mil para entidades representativas de segmentos culturais.

Os interessados deverão inscrever seus projetos na sede da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), localizada no Centro Cultural Thaumaturgo Filho (Rua Luiz Z. da Silva, 499 – Manoel Julião), no horário das 8 às 12h e das 14 às 17h.

“Esse edital foi construído pela gestão municipal de Cultura e pelo Conselho de Políticas Culturais, e antes de ser divulgado, foi levado para um Fórum de Arte para que todos pudessem debater de forma democrática as diretrizes desse documento. Acreditamos que essa construção coletiva e participativa é o melhor caminho para a plena gestão de recursos do Fundo Municipal de Cultura”, destaca o presidente em exercício da FGB, Erick Caniso.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas