Conecte-se agora

‘Desafio do Lixo’ quer incentivar moradores a recolher entulho de espaços públicos

Publicado

em

O serviço da secretaria municipal de Zeladoria de Rio Branco se esforça, mas não consegue manter a cidade totalmente limpa devido a grande quantidade de lixo que é depositada – diariamente, nos espaços públicos da cidade pela própria população, principalmente nos bairros mais distantes do Centro.

Para ajudar o município a dar conta da grande quantidade de entulho, a secretaria municipal de Meio Ambiente aderiu o desafio online, que está rodando o mundo, e lançou o “Desafio do Lixo” em Rio Branco: um desafio que leva o cidadão a recolher lixo em locais públicos e divulgar através da internet.

Na capital acreana, a #TrashtagChallenge- hashtag do Desafio, lançada a menos de uma semana, ainda não recebeu fotos de nenhum participante. “O desafio visa conscientização ambiental e maior envolvimento da população. A conscientização é feita através de pequenas ações da população, onde é dada ampla divulgação”, afirma a secretária de meio ambiente do município, Paola Daniel.

Basicamente, o participante tem que escolher um ambiente público que esteja poluído, limpar o local e enviar para as redes da secretaria mostrando o antes e o depois, ou em suas próprias redes sociais utilizando as tags do desafio.

A proposta é mudar o cenário de praças, parques e terrenos baldios, além de conscientizar a cerca da limpeza da cidade. Segundo o órgão, não existe uma meta específica a ser atingida, pois quanto mais pessoas participarem melhor. ”Acreditamos que vai ser muito importante o engajamento da população porque eles vão conseguir perceber a quantidade de resíduos que é jogada nas ruas”, alerta a secretária.

Como surgiu?

O Trashtag Challenge foi criado em 2015 pela fabricante de produtos de camping UCO Gear, como parte de uma campanha para proteger áreas silvestres. Mas foi com um post publicado no Facebook, voltado a “adolescentes entediados”, que a ideia ganhou novo fôlego e a hashtag acabou viralizando.

Propaganda

Cidades

Brasileia sedia fase regional de futsal dos Jogos Escolares 2019

Publicado

em

Depois de sediar a fase municipal, Brasileia realizou na quinta-feira, 18, a abertura dos Jogos Escolares 2019, fase regional de futsal do Alto Acre, no Ginásio de Esportes Eduardo Lopes Pessoa. A cerimônia contou com a presença da Prefeita Fernanda Hassem, Gerente de Esportes Clebson Venâncio, professor Vladimilson Coordenador Geral dos Jogos Escolares, Coordenadoras dos Núcleos de Estado de Educação dos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, Silvia Pacheco e Rosimari Ferreira e equipe.

A parceria entre governo do estado e prefeitura vem resgatando a autoestima dos estudantes-atletas e também de toda a comunidade local, realizando os jogos escolares desde a fase municipal à regional, onde os campeões irão representar a sua região em Rio Branco, durante a fase estadual.

A prefeita, Fernanda Hassem, destaca a importância dos jogos para o esporte do município.

“Quero parabenizar o Governo do Estado e equipe de Esporte, além das escolas estaduais. Brasileia está sediando e a prefeitura sempre será parceira das boas ações e iniciativas. Que o estado possa continuar investindo nas atividades esportivas escolares e que possamos estar incentivando ainda mais o esporte em nosso município, ” destaca a Fernanda.

O Coordenador Geral dos Jogos Escolares, professor Vladimir, também falou a respeito. “Os campeões da fase regional irão participar da fase estadual de futsal, que acontecerá em Cruzeiro do Sul e de handebol em Rio Branco. Estamos alegres com essa realização” destacou o coordenador.

A fase regional dos jogos acontecem simultaneamente em Brasileia com o futsal e em Epitaciolândia, handebol, durante três dias e conta com a participação de equipes dos municípios de Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri e Assis Brasil, nas modalidades de 12 a 14, e 15 a 17 anos, masculino e feminino, com participação de mais de 190 atletas.

Continuar lendo

Cidades

Quase 5 mil eleitores do Vale do Juruá têm títulos cancelados, informa justiça eleitoral

Publicado

em

A Justiça Eleitoral do Acre cancelou 4.700 títulos eleitorais em quatro municípios da região do Vale do Juruá. Isso porque o referido número de cidadãos não regularizaram a situação pendente junto ao órgão durante o recadastramento biométrico ocorrido este ano em Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Portanto, todos estes que não fizeram regularizaram o documento, terão o título cancelado na região da 4ª Zona Eleitoral do estado. Apesar de ter alcançado mais de 80% do eleitorado nas quatro cidade durante o processo de atualização cadastral, quase 5 mil eleitores deixaram de comparecer ao órgão.

Como consequência do cancelamento do título, os mais de 4 mil eleitores não poderão votar nas eleições municipais do ano que vem, na escolha de prefeito e vereador. Além disso, ficam suspensos do recebimento de benefício social previdenciário, não poderão assumir cargo público, nem fazer empréstimo bancário.

No entanto, os eleitores com pendências podem procurar o cartório até maio do próximo ano para regularizar a situação junto a Justiça Eleitoral.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.