Conecte-se agora

‘Desafio do Lixo’ quer incentivar moradores a recolher entulho de espaços públicos

Publicado

em

O serviço da secretaria municipal de Zeladoria de Rio Branco se esforça, mas não consegue manter a cidade totalmente limpa devido a grande quantidade de lixo que é depositada – diariamente, nos espaços públicos da cidade pela própria população, principalmente nos bairros mais distantes do Centro.

Para ajudar o município a dar conta da grande quantidade de entulho, a secretaria municipal de Meio Ambiente aderiu o desafio online, que está rodando o mundo, e lançou o “Desafio do Lixo” em Rio Branco: um desafio que leva o cidadão a recolher lixo em locais públicos e divulgar através da internet.

Na capital acreana, a #TrashtagChallenge- hashtag do Desafio, lançada a menos de uma semana, ainda não recebeu fotos de nenhum participante. “O desafio visa conscientização ambiental e maior envolvimento da população. A conscientização é feita através de pequenas ações da população, onde é dada ampla divulgação”, afirma a secretária de meio ambiente do município, Paola Daniel.

Basicamente, o participante tem que escolher um ambiente público que esteja poluído, limpar o local e enviar para as redes da secretaria mostrando o antes e o depois, ou em suas próprias redes sociais utilizando as tags do desafio.

A proposta é mudar o cenário de praças, parques e terrenos baldios, além de conscientizar a cerca da limpeza da cidade. Segundo o órgão, não existe uma meta específica a ser atingida, pois quanto mais pessoas participarem melhor. ”Acreditamos que vai ser muito importante o engajamento da população porque eles vão conseguir perceber a quantidade de resíduos que é jogada nas ruas”, alerta a secretária.

Como surgiu?

O Trashtag Challenge foi criado em 2015 pela fabricante de produtos de camping UCO Gear, como parte de uma campanha para proteger áreas silvestres. Mas foi com um post publicado no Facebook, voltado a “adolescentes entediados”, que a ideia ganhou novo fôlego e a hashtag acabou viralizando.

Propaganda

Cidades

“Não Vamos parar a greve só porque o governo lançou uma nota”, dizem diretores

Os onze mil alunos das vinte e cinco escolas da zona urbana da rede estadual de ensino em Cruzeiro do Sul continuam sem aula por causa da greve desencadeada pelo Conselho Gestor de diretores de Escolas nesta quinta-feira, 16. Apesar da nota emitida pelo governo do Estado, alegando a solução de várias situações, Pedro Carneiro, que preside o colegiado, diz que não há previsão para o retorno das aulas.

“Só papel não resolve nada. O que vimos até agora foram esses poucos itens de material de limpeza e essa nota, mas de efetivo, nada ainda. Queremos ver os contratos das serventes, os memorandos de apresentação e as merendeiras capacitadas”, destaca ele.

O objetivo, segundo os representante dos diretores das escolas, não é dificultar, e sim, garantir que as escolas funcionem na sua total normalidade, com a limpeza em dia, material de limpeza na quantidade adequada e uma merenda de qualidade para os alunos. “As merendeiras que foram lotadas nas escolas não têm condição de preparar merenda de qualidade para os alunos. Muitas não usam toca ou luvas. Muitas quando chegam nas escolas nem sabem que serão merendeiras”.

A coordenadora do Núcleo de Educação de Cruzeiro do Sul, Ruth Bernardino, reconhece que ainda há salários atrasados. Explica que desde quinta-feira, a nova empresa contratada pelo governo do Estado, para gerenciar os contratos terceirizados, está fazendo a lotação das serventes nas escolas. Quanto á quantidade de material de limpeza, Ruth cita que “esta quantidade é só para acabar esse mês. As remessas são mensais”.

Em Cruzeiro do Sul somente a Escola Militar Dom Pedro I está funcionando. Na zona rural, de acordo com Ruth Bernardino, as 46 escolas (sendo 6 indígenas) seguem com aulas normais.

MANCIO LIMA

Em Mâncio Lima, de acordo com o presidente do Grêmio Estudantil da Escola Antônio de Oliveira Dantas, Pablo Azevedo, a paralisação das aulas não está descartada. “A empresa vai realizar uma reunião com as serventes, dependendo do resultado, vamos decidir se paramos ou não as aulas aqui em Mâncio Lima”.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura de Brasiléia homenageia garis

Publicado

em

Para homenagear os garis que fazem a limpeza da cidade, a Prefeitura de Brasiléia realizou evento comemorativo em alusão a data, celebrada em 16 de maio. A atividade foi realizada Centro de Convivência do Idoso Andrelino Avelino da Silva.

Conhecidos por promover a limpeza das cidades, os garis são profissionais que merecem todo o respeito por parte da sociedade, dado a importância que a categoria representa.

São eles os responsáveis pela limpeza das ruas, coleta de lixo, manutenção e organização de toda cidade, fazendo o papel que é dever de todos.

Em Brasileia a data é comemorada há três anos, por iniciativa da prefeita Fernanda Hassem e do Secretário de Obras Carlinhos do Pelado. “Todos esses anos a frente da gestão realizamos uma confraternização para celebrar esse dia e homenagear esses grandes profissionais que cuidam da nossa cidade com tanto zelo e carinho. Todos nós de Brasileia devemos respeito a esses profissionais, faça chuva ou faça sol eles estão limpando nossas ruas, coletando resíduos, proporcionado bem estar para a nossa cidade, fazendo dela um lugar cada dia mais limpa e agradável”, destacou Fernanda Hassem.

O evento foi muito animado. A programação contou com atividades culturais e recreativas como música, brincadeiras, realização de bingo, dança e teve ainda um lanche compartilhado para todos.

Para o gari de Brasileia, Antônio Felix dos Santos, mais conhecido como Chulé, a festa foi um momento muito especial. “Muito bom saber que a prefeita Fernanda se lembra da gente. Tem pessoas que sentem vergonha em ser gari, eu não, tenho muito orgulho da minha profissão e faço com muito amor. O melhor de tudo é receber esse reconhecimento por parte da gestão e da sociedade”, finalizou.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.