fbpx
Conecte-se agora

Cameli vai reunir investidores da Peixes da Amazônia, mas não dará dinheiro

Publicado

em

O governador Gladson Cameli se disponibilizou nesta segunda-feira, dia 1º,  para se reunir com os investidores da Peixes da Amazônia, empresa dona do maior complexo de piscicultura da região. A empresa é fruto de uma parceira público-privada, mas passa por problemas financeiros.

O anúncio foi feito ao empresário Beto Moretto, dono do Café Contri,  durante uma reunião com empresários sobre novos investimentos que o governo vai fazer nos próximos meses, principalmente no setor de infraestrutura. Os trabalhadores pedem R$ 200 mil mensais para custeio de manutenção da empresa.

Na semana passada, o governador disse em entrevista ao ac24horas que não daria mais dinheiro à empresa, mas que auxiliaria os empresários na captação de novos investidores e clientes. Nesta segunda, manteve a mesma opinião sobre a situação financeira da Peixes da Amazônia.

“O Estado não vai desembolsar um centavo a mais para que eles possam gerar emprego, criar renda. O Estado vai dar condições. Se o estado não está dando conta nem das suas obrigações, nós temos mais é que passar o que puder para a iniciativa privada. Tudo que for público-privado, para para o privado”, diz o governador.

Gladson afirma que não vê a decisão dele como um prejuízo mais para os cofres públicos, devido o investimento do Estado do Acre no empreendimento, por meio da Agência de Negócios do Acre (Anac). “Não há necessidade. O Estado é muito grande. Vou abrir as portas, dar condições, criar incentivos fiscais. Agora, a gestão é deles. O Estado não vai interferir”, completa.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas