Conecte-se agora

Cameli vai reunir investidores da Peixes da Amazônia, mas não dará dinheiro

Publicado

em

O governador Gladson Cameli se disponibilizou nesta segunda-feira, dia 1º,  para se reunir com os investidores da Peixes da Amazônia, empresa dona do maior complexo de piscicultura da região. A empresa é fruto de uma parceira público-privada, mas passa por problemas financeiros.

O anúncio foi feito ao empresário Beto Moretto, dono do Café Contri,  durante uma reunião com empresários sobre novos investimentos que o governo vai fazer nos próximos meses, principalmente no setor de infraestrutura. Os trabalhadores pedem R$ 200 mil mensais para custeio de manutenção da empresa.

Na semana passada, o governador disse em entrevista ao ac24horas que não daria mais dinheiro à empresa, mas que auxiliaria os empresários na captação de novos investidores e clientes. Nesta segunda, manteve a mesma opinião sobre a situação financeira da Peixes da Amazônia.

“O Estado não vai desembolsar um centavo a mais para que eles possam gerar emprego, criar renda. O Estado vai dar condições. Se o estado não está dando conta nem das suas obrigações, nós temos mais é que passar o que puder para a iniciativa privada. Tudo que for público-privado, para para o privado”, diz o governador.

Gladson afirma que não vê a decisão dele como um prejuízo mais para os cofres públicos, devido o investimento do Estado do Acre no empreendimento, por meio da Agência de Negócios do Acre (Anac). “Não há necessidade. O Estado é muito grande. Vou abrir as portas, dar condições, criar incentivos fiscais. Agora, a gestão é deles. O Estado não vai interferir”, completa.

Propaganda

Cotidiano

Doação para vítimas de temporal começa a funcionar às 13 horas, em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O prefeito Ilderlei Cordeiro anunciou na manhã deste sábado (21) a criação de um ponto de recolhimento de donativos para as famílias atingidas pelo temporal de sexta-feira (20). O ponto será na Secretaria de Planejamento e começa a funcionar a partir das 13 horas deste sábado.

Estima-se que mais de 100 casas foram danificadas pelo temporal em Cruzeiro do Sul, mas os prejuízos vão além e a Defesa Civil está atuando para amenizar o sofrimento das pessoas.

“O momento pede a colaboração de todos e quem puder ajudar, pode doar materiais de limpeza e higiene pessoal, alimentos não perecíveis, roupas, sapatos e materiais para construção civil, como madeiras, telhas e alumínios. A Prefeitura está a total disposição das vítimas, todas as medidas para amenizar os danos já estão sendo tomadas”, disse o prefeito.

Continuar lendo

Cotidiano

Energisa diz que aumento na conta de energia é decorrente da bandeira vermelha

Publicado

em

É unânime. Ao receberem a conta de luz este mês, moradores acreanos passaram a reclamar o nítido aumento na tarifa de energia elétrica. Essa semana, deputados estaduais se propuseram a levar o caso à Tribuna da Assembleia Legislativa, tamanho o número de reclamações.

Até a secretária de Turismo do Acre expôs o aumento de quase 50% em seu talão, mesmo tendo passado cerca de 15 dias fora de casa. Na tentativa de esclarecer a situação, a Energisa enviou uma nota ressaltando que desde o último mês de agosto, começou a incidir a bandeira vermelha, que trouxe uma taxa de R$ 4,00 a cada 100 quilowatts-hora consumidos (kWh).

Segundo a distribuidora, a medida está vigente em todo o país. “A estação mais seca do ano começou em julho, o que deixa menos favorável a geração de energia elétrica, por outro lado, existe um aumento de consumo de energia elétrica devido a época do ano, com temperaturas mais altas, principalmente neste mês de setembro”, afirma a Energisa.

Leia a nota:

Nota

A Energisa esclarece que a partir de agosto, por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), começou a incidir a bandeira vermelha, com taxa de R$ 4,00 a cada 100 quilowatts-hora consumidos (kWh), está medida atinge todas as concessionárias de energia do país. A estação mais seca do ano começou em julho, o que deixa menos favorável a geração de energia elétrica, por outro lado, existe um aumento de consumo de energia elétrica devido a época do ano, com temperaturas mais altas, principalmente neste mês de setembro.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.