Conecte-se agora

Poços artesianos da prefeitura de Cruzeiro do Sul levam água potável às escolas rurais

Publicado

em

Os recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola Água (PDDE ÁGUA), do Fundo Nacional de
Educação (FNDE), permitiram a instalação e o funcionamento de 49 poços artesianos nas
escolas rurais de Cruzeiro do Sul.

O Programa PDDE ÁGUA, realizado pela Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul, contemplou
as escolas das regionais: BR 364, BR 307, Santa Luzia/Campinas, Rios Juruá, Valparaíso e Juruá
Mirim. Sua funcionalidade começou em meados de 2018 atendendo não só as escolas, mas
centenas famílias dos seus entornos. Foi empregado o verdadeiro conceito de comunidade
escolar em que toda população é beneficiada com as ações da escola.
Ilderlei Cordeiro, prefeito de Cruzeiro do Sul, afirmou que água é vida e agradeceu a parceria
com o Governo Federal para a implantação do Programa que beneficia a qualidade de vida das
pessoas na zona rural do município.

“Sabemos que água é vida e no meu plano de governo está a preocupação de levar água de
qualidade às pessoas. Esse programa, PDDE ÁGUA, em parceria com o Governo Federal e a
prefeitura municipal está possibilitando levarmos água de qualidade para 49 escolas da zona
rural. Foram mais de 26 mil reais empregados em cada poço, gerando melhor qualidade de
vida aos nossos alunos e também empregos aos moradores dessas comunidades.”, disse o
prefeito.

Após um ano todos os poços estão em pleno funcionamento. Isso graças a manutenção
constante feita pela Secretaria de Educação. A coordenadora do programa, Eliene Alencar,
explicou:

“Através de uma ação da Prefeitura Municipal, conseguimos levar água potável, banheiros e
bebedouros para 49 escolas. Foram abertos poços artesianos em, praticamente, todas as
comunidades rurais e ribeirinhas do nosso município, melhorando assim qualidade de vida de
nossas crianças.”, disse a coordenadora.

Importância Social da Ação

Procuramos as pessoas que realmente estão nas comunidades rurais para falarem sobre a
importância desse benefício. O diretor da Regional Santa Luzia/ Campinas, professor Francisco
Cleiton afirmou:

“Foi uma grande melhoria para a nossa comunidade escolar. Tínhamos uma cacimba que dava
problemas constantes e as nossas crianças nem sempre tomavam água de qualidade. Hoje
nossa água é potável e limpa. Um excelente programa da gestão municipal.”, disse Cleiton.
O gestor escolar ressaltou ainda que o grande mérito do programa é ajudar as famílias que
moram no entorno das escolas.

“Graças a esses poços disponibilizamos água potável para todas as famílias que moram perto
das escolas. Isso garante saúde e bem estar para toda a nossa comunidade”, finalizou o
diretor.

Outra profissional que reconheceu a importância do serviço às escolas foi a professora da
Escola 6 de Agosto, na Comunidade Santa Maria, BR 307, Jusce Oliveira, 35 anos.

“Sempre tivemos poço, mas agora temos um de melhor qualidade. Além disso, recebemos
banheiro novo e um bebedouro também. Isso é importante para nossa comunidade. Quando
algum morador não tem água recorre a escola e isso é muito importante.”, disse Jusce Oliveira.

Propaganda

Cidades

Mães com filhas doentes por tomarem vacina do HPV protestam na Câmara

Publicado

em

O grupo de mães que vem chamando atenção das autoridades por protestarem contra a vacina do HPV, veio a Câmara a convite da vereadora Lene Petecão (PSD).

Segundo Lene, é necessário dar atenção e ouvir as mães que sofrem amargamente com suas filhas que sofrem com os efeitos colaterais do HPV. “Todos os dias, não só no Acre, mas em várias cidades do Brasil, meninas estão sofrendo as sequências de uma realidade que as autoridades não dão a menor atenção”, disse.

O HPV, responsável pelo câncer no útero, tem causado muitas mortes de mulheres no Brasil. Porém, a reação à vacina tem trazido dor e sofrimento às meninas de até 14 anos causando epilepsia, transtornos físicos, mentais e outras mazelas.

O líder do Executivo e presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara, vereador Rodrigo Forneck (PT) disse que, apesar de ser uma questão de responsabilidade do Estado, a Secretaria de Saúde do município está acompanhando a situação. Afirmou que a Comissão de Saúde do Legislativo está pronta para apoiar essas famílias.

Continuar lendo

Cidades

Educadores de Tarauacá rejeitam mais uma proposta e continuam em greve

Publicado

em

Nesta segunda semana de greve dos servidores da educação do município de Tarauacá, mais uma proposta oferecida pela prefeitura municipal foi rejeitada, dando continuidade à greve.

As aulas continuam paradas depois que professores e funcionários das escolas da rede pública de Tarauacá decidiram, após nova assembleia geral na manhã de ontem, 20, rejeitar a nova contraproposta enviada pela Secretaria Municipal de Educação.

A proposta foi de um aumento de R$ 100,00 para professores e R$ 50,00 para funcionários do quadro administrativo das escolas. Após avaliação, a categoria não aceitou e deu continuidade à paralisação dos serviços.

A greve na rede municipal de educação do município, que começou no dia 11 de março, já se estende pela segunda semana.

Com informações Blog do Accioly 

 

 

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.