Conecte-se agora

Balsa está com os dias contados: em setembro Bolsonaro inaugura ponte sobre o Rio Madeira

Publicado

em

Em setembro, se confirmar os convites, o presidente Jair Bolsonaro selará o fim de uma atividade que lucra um oceano de dinheiro na Amazônia, o serviço de transporte de passageiros, veículos e cargas na navegação de travessia – no caso específico, em Abunã, no Rio Madeira. Em setembro Bolsonaro, Coronel Marcos e Gladson Cameli estarão juntos para inaugurar a Ponte do Madeira sentido Porto Velho-Rio Branco, uma festa para o Brasil e certamente algo muito triste para o dono das balsas que estarão se aposentando no momento em que Bolsonaro, Cameli e Marcos descerrarem a Fita Inaugural da ponte tão esperada pelos acreanos. Atualmente, as obras estão com a estrutura em 95% concluída, estágio que muda completamente a paisagem na travessia.

Há anos a imprensa já disse que a balsa do Abunã era a outorga mais lucrativa da empresa dona das balsas porque o Abunã é “passagem obrigatória de quase tudo que entra ou sai via BR-364, a única que liga as demais regiões do País ao extremo-oeste brasileiro”.

Há trinta anos, três ou mais balsas operam dia e noite na confluência dos rios Madeira e Abunã, serviço que já operado pelo Exército Brasileiro.

A operação da empresa no Rio Madeira já gerou críticas e queixas de usuários em relação à falta de segurança, à cobrança de tarifas excessivas e à má qualidade dos serviços prestados -e é mal falada até hoje.

A tabela de tarifas para travessia no distrito de Abunã isenta apenas pedestres e ciclistas. No mais, todos pagam valores que vão até mais de R$ 200 pela travessia.

Agora, no inverno, o problema é a atracagem da balsa e, no verão, a falta de água no Madeira dificulta a navegação. São normais filas de automóveis, ônibus e caminhões esperando a vez de ir para a outra margem.

Quando Bolsonaro decretar a inauguração da ponte já se saberá o destino da balsa: “vai deixar de existir assim como aconteceu com a ponte do Madeira na BR-319”, disse ao ac24horas o secretário de Infraestrutura do Acre, Thiago Caetano.

Propaganda

Destaque 3

SEE convoca mais professores aprovados em processo seletivo simplificado; veja a lista

Publicado

em

O Diário Oficial continua publicando convocações de aprovados no processo seletivo da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE). Nesta quinta-feira, dia 21, mais trabalhadores temporários foram chamados à contratação. Na última segunda-feira, dia 18, o Governo do Acre fez acordo para chamar mais profissionais essa semana.

Segundo a SEE, nesta quinta foram chamados professores para Educação Básica e Especial. Nas últimas três semanas, mais de 4 mil docentes foram contratados para assumir as vagas temporárias da Educação, ou seja, aquelas provenientes de afastamentos, licenças e remanejamentos de professores efetivos.

Todos os seis processos seletivos são destinados a formação de cadastro de reserva e as convocações são feitas mediante as necessidades que escolas apresentam a administração da secretaria. Dúvidas e outras informações podem ser enviadas para a consulta online do setor de Lotação pelo endereço eletrônico http:// lotacao.contato.site/2019.

-EDITAL DE CONVOCAÇÃO AQUI.

Continuar lendo

Destaque 3

TJAC inicia tratativas para contratação de jovens com Down para área administrativa

Publicado

em

Às vésperas de ser comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down, em 21 de março, o presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma, iniciou tratativas para contratação de jovens com down para a área administrativa do Poder Judiciário Acreano.

O desembargador-presidente se reuniu com a representante do Centro Dom Bosco, Débora Santos, nesta terça-feira, 19, para avaliar a possibilidade e ficou acordado que, já nesta semana, será iniciado o processo de contratação. A medida faz parte das ações de inclusão social do TJAC.

“Nesse primeiro momento, a conversa foi para debater o perfil deles com as atividades a serem exercidas. O TJAC apoia a inclusão e queremos mostrar para a sociedade de que todos têm direitos iguais e podem crescer num ambiente que beneficie a todos”, disse o desembargador-presidente.

Na reunião, participaram ainda a juíza-auxiliar da Presidência, Andrea Brito, o diretor de Gestão Estratégica, Euclides Bastos, e a diretora de Gestão de Pessoas, Ana Poersch.

Ficará a cargo do Centro Dom Bosco selecionar os jovens com o perfil que se enquadre nas atividades que eles executarão.

Síndrome de Down

A síndrome de down não é doença, mas uma alteração genética causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. Apesar de limitar algumas atividades, as pessoas com essa condição podem e devem seguir trajetórias acadêmica e profissional. (GECOM-TJAC)

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.