Conecte-se agora

Terceirizados da prefeitura denunciam salários atrasados

Publicado

em

Servidores terceirizados e cooperados que prestam serviços à Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos da prefeitura de Rio Branco procuraram o ac24horas para denunciar o atraso no pagamento dos salários.

Segundo a denúncia, estão com o atraso na remuneração, técnicos, motoristas, entre outras funções. “Na antiga gestão da secretária Dora Araújo recebíamos em dia e quando havia uma eventualidade, éramos informados do que acontecia. Nessa nova gestão com a Núbia Musis as informações não chegam até os funcionários que há dois meses estamos recebendo os salários atrasados. A secretaria não repassa nenhuma informação pra gente e quando ligamos na empresa só dizem que estão aguardando o repasse da prefeitura”, diz uma servidora, que prefere não ter seu nome divulgado, com medo de represálias.

Ainda segundo a denúncia, no mês passado, alguns técnicos receberam apenas metade de seus vencimentos. “O pior é que eles ainda foram coagidos a não falar pra ninguém, com a promessa de normalizar agora nesse mês de março. Nós só queremos receber os nossos salários. Tem pessoas passando necessidade e com a luz cortada por falta de pagamento”, explica a servidora.

O outro lado

Por meio de uma nota, a prefeitura de Rio Branco se posicionou. Segundo o município, a justificativa é o atraso no repasse dos recursos do Fundo Nacional de Assistência Social ao Fundo Municipal, a título de co-financiamento da política de Assistência Social.

Segundo a prefeitura, o Governo Federal não efetuou nenhuma transferência em 2019 dos recursos referentes aos serviços e programas aos quais os colaboradores estão vinculados.

A boa notícia é que a prefeita Socorro Neri, , segundo a nota, informa que autorizou aporte emergencial de recursos próprios para sanar o compromisso com os colaboradores, o que será efetivado até a próxima sexta-feira, dia 15.

A nota encerra com a prefeitura lamentando os transtornos causados aos colaboradores e reafirmando que vem trabalhando para possibilitar melhores condições de trabalho e valorizando o esforço e a dedicação de cada um.

Propaganda

Destaque 7

Caminhão impede ultrapassagem e carro capota na BR-317

Publicado

em

FOTO DE JAIRO BARBOSA

O agricultor Elenilson Rodrigues Braga ficou levemente ferido depois que o carro que dirigia, um Corolla/Toyota, capotou várias vezes na BR-317, 26 km, antes de chegar a Capixaba, sentido interior-capital. O acidente aconteceu por volta das 10h40 desta quinta-feira (21).

Auricelio Vieira Nascimento, que seguia em outro veículo, logo atrás do carro que capotou, contou como aconteceu o acidente. “Seguiam duas carretas e um caminhão baú na frente dele. Daí, ele iniciou a ultrapassagem no baú, e quando ele estava passando, o caminhão fechou ele, e o carro dele capotou várias vezes”, disse a testemunha.

Policiais civis do município de Capixaba fizeram o primeiro atendimento à vítima e acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Antes disso, enfermeiros da unidade de saúde de Capixaba fizeram o primeiro atendimento ao condutor ferido.

Os policiais orientaram a vítima e a testemunha a registrarem ocorrência na Delegacia do Município.

Com informações do site O Alto Acre.

Continuar lendo

Destaque 7

Justiça Federal do Acre está entre as três melhores no Ciclo de Governança do Judiciário brasileiro

Publicado

em

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região é líder na pesquisa sobre o Ciclo de Governança da Justiça Federal 2018/2019 divulgada na 3ª semana de março pelo Observatório da Justiça Federal. Como unidade judiciária, o Acre ficou em 3º lugar no ranking do Ciclo de Governança da Justiça Federal.

Para chegar aos resultados, um questionário foi aplicado em 33 unidades e avaliou o grau de maturidade em governança da Justiça Federal em relação às práticas de gestão em áreas como estrutura e funcionamento da rede de governança; gestão de pessoas e da informação; execução da estratégia; melhoria e inovação; monitoramento e avaliação dos resultados e comunicação; relacionamento institucional e transparência.

Primeira Região, que abrange as seções judiciárias de 13 estados e do Distrito Federal, evoluiu de 55,2 em 2016 para 75,8 no ano passado, sendo, assim, considerada como aprimorada, de acordo com o iGovJF. Um dos destaques foi a Seção Judiciária de Rondônia, que subiu do 17º para o 2º lugar do ranking, atingindo 82,24 pontos na avaliação feita no ano passado. Dois anos antes, a maturidade de governança da unidade judiciária era intermediária. A Seção Judiciária do Acre ocupa o 3º lugar, com pontuação de 82,13, sendo seguida pela Seção Judiciária de São Paulo (81,81) e pela Seção Judiciária de Roraima (81,59).

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.