Conecte-se agora

Acre será contemplado com obras de infraestrutura no governo Bolsonaro, diz Alan Rick

Publicado

em

O Deputado Federal Alan Rick(DEM) recebeu esta semana a garantia do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, de que o Acre não ficará de fora do planejamento de Infraestrutura do Governo Federal.

Esta garantia foi dada em reunião no ministério que contou com a presença do Governador Gladson Cameli, além dos Senadores Mailza Gomes (PP), Márcio Bittar (MDB), dos Deputados Federais Mara Rocha (PSDB), Jesus Sérgio (PDT), Vanda Milani (SD), Deputados Estaduais Cadmiel Bomfim e Luiz Gonzaga e dos Prefeitos Bené Damasceno, de Porto Acre; Bira, de Xapuri; Tião Flores, de Epitaciolândia; Fernanda Hassem, de Brasiléia; e Marilete Vitorino, de Tarauacá.

“Recebemos do Ministro, ao contrário do que foi divulgado em parte da imprensa local, garantias da inclusão de várias obras de extrema importância para o estado no plano nacional de liberação de recursos do governo federal”, disse Alan Rick.

De acordo com o Deputado, o tema central da reunião foi integração, tanto municipal quanto intermunicipal. “Os prefeitos presentes foram unânimes em realçar o papel dos incentivos federais para que isso aconteça”, destaca.

O parlamentar acreano disse ter saído da reunião com uma série de boas notícias no que se refere a obras de infraestrutura para o Estado nos próximos meses.

“A ponte entre Epitaciolândia e Brasiléia será reformada em 60 dias. Quanto ao anel viário da região, o Ministro previu uma licitação para esse ano, mas as obras devem se iniciar em 2020. Além disso, existe projeto também para a ponte de Tarauacá. Por fim, o próprio Ministro Tarcísio marcará visita ao Acre para verificar as obras nas BRs 364 e 317”, disse Alan Rick, lembrado que o Ministro ainda se comprometeu a trabalhar junto da Bancada para garantir a construção das pontes em Xapuri, Porto Acre e Assis Brasil.

“Saímos de lá com a alma mais leve, pois vimos que temos mais um aliado importante no governo do presidente Bolsonaro para a melhora da infraestrutura no Acre”, comemora Alan Rick.

Propaganda

Destaque 5

Brasileira presa na Bolívia que foi estuprada será liberada

Publicado

em

O ministro da Justiça Hector Arce, da Bolívia, ordenou a emissão da ordem de soltura em favor da cidadã brasileira detida que alegou ter sido estuprada por oito agentes na cela do posto policial da cidade Rurrenabaque, no país vizinho. Arce ordenou que a determinação fosse cumprida rapidamente, em favor da brasileira.

Antes disso, o ministro havia recebido o pedido do Ministro da Justiça da República Bolivariana dos Assuntos Sociais, José Luis Rodríguez, que revesse o processo onde a brasileira E.C de A. depois de alegar ter sido violentada. Perante o Tribunal de Justiça, a violação se deu em diversos aspectos, o que significa uma violação dos direitos humanos evidente.

A situação ocasionou na ordem de prisão preventiva a nove policiais de Rurrenabaque (Beni). Entre os policiais presos preventivamente, está uma mulher, acusada de ser cúmplice e encobrir o crime cometido à vítima.

Na cidade de Trinidad, onde a brasileira foi transferida, estão o Diretor Nacional de Defesa Pública e o diretor do Serviço de Prevenção da Tortura, que devem continuar com o caso e ajudar a estrangeira.

Durante audiência pública que ocorreu na capital de Trinidad, o juiz analisou a o pedido fim de cancelar o processo que acusa a brasileira de crime de evasão. A resolução judicial ainda ordena a liberação da brasileira para retornar ao país de origem.

Ouvida hoje

Raúl Zarate também estará nesta quinta-feira, 21, em audiência que deve encerrar o procedimento do caso em que a brasileira é acusada.

Orlando Aramayo, o promotor Rurrenabaque, informou que, segundo investigação preliminar sobre a denúncia de estupro feita pela estrangeira, há mais testemunhas do assédio e disse que a proteção será dada a vítima.

Com informações de El Deber.

Continuar lendo

Destaque 5

Ante-projeto de Lei que fortalece turismo nas aldeias indígenas é apresentado na Aleac

Publicado

em

FOTO: Marcos Vicentti

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) se reuniu com a Secretária de Turismo e Economia Empreendedora Eliane Sinhasique para discutir o fortalecimento do etnoturismo e ecoturismo nas comunidades indígenas do Estado do Acre. Também participou da reunião Eldo Shanenawa, líder da aldeia Morada Nova em Feijó.

Etnoturismo é o tipo de turismo em que os viajantes conhecem de perto a vida, os costumes e a cultura de um determinado povo, especialmente povos indígenas. Este tipo de turismo é uma fonte de renda para as aldeias, que conseguem se sustentar financeiramente através deste tipo de negócio.

No Acre, por exemplo, há algumas aldeias que tem sido tornado conhecida através da realização de festivais, na qual reúne dezenas de turistas do Brasil do exterior para conhecer de perto a vivência dos índios acreanos e seus costumes milenares.

Segundo Eliane Sinhasique, a proposta do deputado é muito interessante e também vai ao encontro daquilo que sua gestão pensa. Que é o fortalecimento do turismo nas aldeias, e com isso gerar renda nas comunidades. “Nós sabemos que o potencial etnoturismo e ecoturismo no Acre é maravilhoso, por isso, vamos trabalhar para potencializar, aperfeiçoar as aldeias que já exploram este tipo de negócio, e auxiliar as demais, de forma que os turistas tenham melhores acomodações. Por outro lado, o indígena possa se comunicar melhor com os visitantes estrangeiros falando o idioma inglês e espanhol, além de ensinar, palavras chaves da língua indígena”, assegurou a Secretária.

Para o líder indígena, Eldo Shanenawa, essa reunião proposta pelo deputado, cujas propostas foram acatadas pela gestora da pasta, deixam os povos indígenas otimista.

Além da reunião com a secretária, Jenilson Leite deve apresentar um anteprojeto no campo do etnoturismo acreano para assegurar o trabalho do governo com o turismo nas aldeias do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.