Conecte-se agora

Moro promete centro inteligência de proteção da Amazônia

Publicado

em

O governador Gladson Cameli se reuniu nesta terça-feira, 12, em Brasília, com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para tratar da segurança na fronteira do Acre com Peru e Bolívia, além de discutir sobre a situação de violência que o estado vive.

Gladson Cameli pediu ao ministro uma atenção especial à área de fronteira do Acre, já que a região é aberta e com pouca estrutura de segurança pública, funcionando como um corredor para a entrada de drogas no país, o que colabora imensamente com o aumento da violência vivido no estado nos últimos anos.

O ministro Sérgio Moro revelou em primeira mão que tem planos de criar o Centro de Inteligência Integrada da Região Norte, baseado no modelo americano do Fusion Center, um centro de coleta, análise e disseminação de informações ligado ao Departamento de Segurança Interna (DHS), que atuariam no combate a criminalidade unificando os trabalhos de inteligência.

Ao saber da ideia do Centro, o governador do Acre pediu para que seja dada a oportunidade para que o Centro seja instalado no Acre, já que o estado é ponto da tríplice fronteira, uma posição estratégica para organizações criminosas.

“Tratamos do fortalecimento das nossas fronteiras, além do empenho na liberação de uma emenda de bancada para a nossa segurança pública no valor de R$ 40 milhões. Só num item dessa licitação, teremos a compra de 90 novas viaturas para as nossas polícias, fora outros equipamentos para a segurança da nossa população”, completou Gladson Cameli.

Também fizeram parte do encontro: Oscar Guedes, controlador-geral do Estado; Alysson Bestene, secretário de Saúde; Ricardo Brandão, subcomandante da Polícia Militar; a senadora Mailza Gomes; e os deputados federais Alan Rick, Vanda Milani, Mara Rocha e Manuel Marcos.

Aproveitando a visita, o ministro Sérgio Moro pediu apoio da bancada acreana na votação do pacote anticrime, que entre diversas medidas mira principalmente no combate a corrupção, crimes violentos e o crime organizado.

Texto -Samuel Bryan/ Ascom-Acre
Fotos – Isaac Amorim/MJSP  

 

 

Propaganda

Cotidiano

PF faz operação na Assembleia de RO após descobrir assessores fantasmas

Publicado

em

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (5) a Operação Feldberg, que visa desarticular organizações criminosas envolvendo servidores públicos de Rondônia.

Segundo a PF, foram descobertas irregularidades no alto escalão da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO), como fraudes na eleição da presidência da casa, além da prática ilícita conhecida como “rachadinha”, na qual assessores “fantasmas” ou funcionários coniventes da ALE-RO repassavam mensalmente parte de seus vencimentos para as contas bancárias de investigados.

Mandados judiciais foram cumpridos nos gabinetes dos deputados Jean Oliveira e Laerte Gomes, presidente da ALE.

A assessoria do deputado Jean Oliveira foi procurada e, até a última atualização da reportagem, não havia obtido retorno. O G1 tenta contato com o deputado Larte Gomes.

Já a assessoria da ALE informou que está colaborando com as investigações da operação e está entregando todos documentos aos policiais.

Além de cumprir mandados judiciais, como busca e apreensão, a PF pediu o bloqueio de contas bancárias e bens dos investigados, além do sequestro de imóveis e veículos, “que poderão alcançar o valor total de indisponibilidade de quase R$ 500 milhões”.

Segundo a PF, a operação é feita em conjunto com o Ministério Público do Estado de Rondônia. Cerca de 200 policiais e 50 viaturas participam da ação.

A PF afirma que nesta operação estão sendo cumpridos 11 mandados de prisão preventiva, três mandados de prisão temporária, dez mandados de suspensão do exercício da função pública e 52 mandados de busca e apreensão nas cidades de Porto Velho, Alta Floresta D’Oeste, Vilhena, Ji-Paraná, Alto Alegre dos Parecis, Humaitá e Cuiabá.

Abaixo, leia a nota da Assembleia Legislativa de Rondônia

A Assembleia Legislativa de Rondônia está colaborando com as investigações da Operação FELDEBERG, desencadeada na manhã desta quinta-feira, entregando documentos e informações pedidas pelas autoridades judiciárias.

Comunicação Assembleia Legislativa de Rondônia

Continuar lendo

Acre

MP abre procedimento para investigar valor de estacionamento do Via Verde Shopping

Publicado

em

A promotora de justiça em defesa do consumidor, Alessandra Garcia Marques, do Ministério Público do Acre (MPAC), instaurou nesta quinta-feira (05) um procedimento preparatório para investigar os valores praticados pelo estacionamento do Via Verde Shopping que estaria praticado cobrança abusiva quanto ao tempo de permanência de veículos.

A Portaria de Nº (0038) foi publicada no Diário Oficial do MPAC.

A promotoria alega que o MP tem função institucional como promover inquérito civil e ação civil pública objetivando a proteção do patrimônio público.

Por fim, Marques determinou abertura do procedimento e que seja expedido memorando ao Núcleo de Apoio Técnico do Ministério Público do Estado do Acre para que realize diligência com o objetivo de verificar os valores praticados pelo referido estacionamento, considerando o tempo de permanência e os valores propriamente e, determinou que seja expedida notificação ao Via Verde Shopping para que compareça ao Ministério Público, a fim de prestar declarações sobre a forma e os valores do serviço de estacionamento.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.