Conecte-se agora

Policial Federal é acusado de premeditar a morte da filha

Publicado

em

O Policial Federal Dheymersonn Cavalcante Gracino dos Santos é acusado de ter premeditado a morte da filha, Maria Cecília Pinheiro, de apenas 3 meses de idade. O agente e sua mãe, Maria Gorete Cavalcante, deram duas mamadeiras de leite industrial (o que é contra indicado para recém-nascidos, podendo causar refluxo e bronco aspiração) para a bebê, que só mamava leite materno.

Logo após ingerir as duas mamadeiras, a criança recém-nascida foi a óbito. O incidente aconteceu na última sexta-feira (8). No atestado de óbito da criança, consta que a causa da morte foi bronco aspiração. De acordo com a análise dos profissionais de Saúde, Cecília estava com o abdômen inchado e apresentava sangue no ânus e nas fezes.

O enterro da vítima foi realizado neste domingo, 10. A mãe da criança, Micilene Souza, estava em Rio Branco para realização do exame de DNA, exigido pelo policial Gracino, que sempre se manifestou contrário a gestação, tentando provocar, inclusive, um aborto.

Na sexta-feira, o agente, que se negava a ter contato com a criança, pediu para levar a filha para sua casa, alegando que tiraria fotos de famílias, se comprometendo devolvê-la após 30 min para realizar a devida amamentação. Horas depois, após ignorar as ligações da mãe da criança, Gracino ligou do hospital avisando que Cecília havia passado mal.

Dheymersonn Gracino foi conduzido pela PF a uma delegacia, em Rio Branco, onde foi realizado o flagrante e ele ficou preso. Em depoimento, Maria Gorete Cavalcante (mãe do agente) assumiu ter alimentado a vítima com leite artificial. A Polícia Civil de Cruzeiro do Sul tem auxiliado nas investigações.

Entenda o caso

Graciano se envolveu com a enfermeira Micilene Souza durante uma operação que cumpria em Marechal Thaumaturgo. Desde que soube da gravidez, o policial federal insistiu para que a mãe da criança realizasse o aborto.

Mesmo sabendo dos riscos de um aborto aos seis meses de gestação, o PF insistiu para que Micilene abortasse. Ao ter seu pedido negado, tentou provocar um aborto forçado ao inserir, enquanto ela dormia, dois comprimidos de cytotec (medicamento abortivo), na vagina de Micilene, que foi parar no hospital e decidiu, na época, por não realizar a denúncia.

Com informações do Juruá Em Tempo. 

Propaganda

Destaque 6

Prefeitura de Feijó divulga processo seletivo para a Educação

Publicado

em

A prefeitura municipal de Feijó publicou edital no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quinta-feira, 21, de contratação de pessoal para atender às necessidades, em caráter temporário, da Secretaria Municipal de Educação. Ao todo, são ofertadas 71 vagas, mais cadastros de reservas, em seis diferentes áreas de atuação.

Com carga horária de trabalho de 20 a 40 horas semanais, os salários também variam de R$ 998,00 a R$ 1.300. As contratações disponibilizam vaga para formação em nível fundamental, nível médio, médio com formação técnica de Cuidador Infantil e superior em qualquer área de formação.

A contratação se dará para os cargos de: 25 professores de EJA zona Urbana e 15 professores de EJA zona Rural; 19 Cuidadores; 05 Motoristas de ônibus escolar e 07 Monitores para zona Rural.

Conforme edital, os profissionais contratados poderão ter exercício em quaisquer das unidades onde houver vagas, de acordo com a locação orientada pela Secretaria Municipal de Educação.

A vigência do processo Seletivo simplificado será de 12 (doze) meses podendo ser prorrogado por igual período.

O recrutamento de pessoal a ser contratado será efetuado por meio de processo seletivo simplificado de analise curricular. Os contratados serão assegurados pelos direitos de jornada de trabalho, repouso semanal remunerado, gratificação natalina proporcional; férias proporcionais, ao término do contrato e outros.

Continuar lendo

Destaque 6

Volume de água do Rio Acre dobra nas cabeceiras em 24 horas

Publicado

em

Choveu muito na principal cabeceira do Rio Acre, na localidade de Aldeia dos Patos, o nível do rio dobrou em 24 horas naquela região. Na noite de quarta-feira (20) o rio media 3,38 metros e subiu para 7,03m na manhã desta quinta-feira (21). Os dados são da Defesa Civil.

Essa água deve chegar a Rio Branco, mas como o nível está baixo pouco afetará no volume do rio no Alto Acre. A não ser em Aldeia dos Patos e Capixaba, o rio continuou vazando ao longo de sua baica hidrográfica. Na capital, secou 31 cm (de 9,49m para 9,18m) em 24 horas.

As chuvas devem continuar pelos próximos dias, segundo previsão do portal O Tempo Aqui.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.