Conecte-se agora

Acreanos já pagaram mais de R$ 725 mi em impostos em 2 meses

Publicado

em

Enquanto o País e o Estado alegam uma crise sem precedentes em sua finanças, o mesmo não se pode dizer quanto a arrecadação de impostos municipais, estaduais e federais, principalmente em relação aos valores que os acreanos individualmente ou detentores de empresas já desembolsaram desde o início do ano para pagá-los.

De acordo com o Impostômetro, que é uma ferramenta automatizada que recebe os dados de todo o Brasil e informa os valores em um painel instalado na fachada da Associação Comercial do Acre (Acisa), os acreanos já desembolsaram do dia 1º de janeiro de 2019 até esta sexta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, mais de R$ 725 milhões em impostos. Desses valores, 65,95% vão para os cofres federais e compreendem IRPJ, ITR, Cide, Cofins, CSLL, FGTS, INSS e PIS/Pasep. Já a arrecadação estadual fica em torno de R$ 28,47% desse valor somando ICMS, IPVA, ITCMD. Os impostos cobrados pelos municípios equivalem a R$ 5,58% e são referentes ao IPTU, ISS, ITBI.

Os valores arrecadados até o momento em 2019, são superiores em R$ 53 milhões ao mesmo período do ano passado, quando os acreanos pagaram mais de R$ 672 milhões.

Ainda segundo impostômetro, apesar do valor elevador da arrecadação feita pela União, Estados e municípios, os impostos arrecadados do Acre equivalem a apenas 0,16% do total arrecadado do país até o momento, que é de R$ 494 bilhões.

O levantamento revela ainda que a capital Rio Branco arrecadou pouco mais de R$ 32 milhões em impostos nesses pouco mais de dois meses. Já a segunda maior cidade do Estado, Cruzeiro do Sul, arrecadou cerca de R$ 4,4 milhões.

Durante todo o período do ano passado, em 2018, os acreanos pagaram mais de R$ 3,4 bilhões em impostos, valor superior em relação a 2017, quando foi desembolsado mais de R$ 3,1 bilhões. Já em 2016, a arrecadação foi de R$ 2,7 bilhões.

Propaganda

Destaque 5

Gladson Cameli participa da Rondônia Rural Show e abre as portas do Acre para o agronegócio

Publicado

em

O governador Gladson Cameli participou na manhã desta quarta-feira, 22, da abertura da oitava edição da Rondônia Rural Show, a maior feira de agronegócios da Região Norte realizada na cidade de Ji-Paraná (RO), que acontece até o sábado 25.

Reunindo grandes, médios e pequenos produtores rurais, as maiores empresas do setor em todos seus segmentos, e com a participação de dez países para rodadas de negócios, o evento é mais uma oportunidade para o governador Gladson Cameli apresentar o Acre como propício a investimentos no agronegócio, uma de suas principais bandeiras de campanha e esperança para geração de emprego e renda no estado.

“Unidos somos muito mais fortes. As pessoas quando falam de Amazônia, só falam de preservação. O Acre está aberto para o agronegócio, a pecuária, a soja, a industrialização. E quem quiser investir, pode ir com toda a segurança que o Estado dará. A nossa ideia é seguirmos esse modelo de desenvolvimento, adotado por Rondônia, porque temos tudo para fortalecer nossa economia”, destaca o governador.

Fazendo questão de visitar o estande do governo do Acre dentro da feira antes mesmo da abertura, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, fez questão de frisar a amizade com o governador Cameli. Ele exaltou a participação do estado como um grande parceiro.

“Vamos esperar o retorno dessa Rondônia Rural Show e ver como ela vai se comportar, mas hoje já vemos que ela está muito mais ligada a outros locais do Brasil e do mundo como a anterior. O que o governador Cameli falou é extremamente importante, não é só crescer o Acre, ou crescer só Rondônia. Quando nos juntamos, o que desenvolve é nossa região como um todo”, conta Marcos Rocha.

A Rondônia Rural Show é uma feira exclusivamente de negócios. Só em 2018, ela movimentou R$ 533 milhões, com expectativa de R$ 700 milhões este ano. Cerca de 500 expositores entre empresários e órgãos públicos estão presentes, numa expectativa de público que supere os 80 mil visitantes do ano passado.

O governador Gladson Cameli participa da feira, interagindo entre rodadas de negócios com empresários locais e investidores internacionais. Na aproximação com o governo de Rondônia, ele destacou ainda conquistas como a ponte sobre o Rio Madeira, uma de suas maiores bandeiras ainda como senador, e a recente conquista da recuperação da BR-319, que se liga a BR-364 em Rondônia, indo do Oceano Atlântico, ao Pacífico pelo Acre.

“É aquecer a economia, renda, unindo discursos e respeitando as leis. Essa é a nossa vontade”, ressaltou o governador Cameli.

Primeira-dama e secretários presentes

Acompanharam o governador do Acre, a primeira-dama do estado, Ana Paula Cameli, os secretários de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, o de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu, e a secretária de Comunicação, Silvânia Pinheiro.

Para Paulo Wadt, a feira é muito importante, porque além do reconhecimento como uma das maiores do agronegócio, para o governo do Acre ela mostra o potencial da região. “O governador Gladson nos trouxe para ver a magnitude da feira e sensibilizar o acreano sobre a força do agronegócio como fonte de renda e desenvolvimento”, frisou o secretário.

Já o secretário Anderson Abreu completa: “Neste evento encontramos os parâmetros de organização para que possamos levar para nossa feira em julho no Acre. Estamos vendo muitas tecnologias inovadoras para o agronegócio, temos muitas indústrias implementadas aqui em Rondônia e vamos estabelecer a parceria com o Acre porque estamos tendo atrativos fiscais e ambientais, que temos certeza que atrairão os empresários”, disse Anderson.

Continuar lendo

Destaque 5

Senepol acreano é destaque na Rondônia Rural Show

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA/INTERNET

A partir de hoje, 22, até o dia 25 de maio, o Acre estará em uma relevante vitrine do agrobusiness amazônico no Parque de Exposições Vandeci Rack, em Ji-Paraná (400 km ao Sul de Porto Velho) durante a Rondônia Rural Show, considerada um dos maiores eventos agropecuários da região. A representação do Acre tem como atração os 50 bovinos -30 touros e 20 novilhas – de corte da raça Senepol do grupo Taquari, de Rio Branco. “O Senepol Taquari propicia uma pecuária precoce, dócil, rústica, de manejo fácil, com cruzamento industrial a campo, aumentando a lucratividade de sua propriedade rural” é a mensagem que o empreendimento acreano leva a Rondônia.

A abertura oficial do evento será a partir das 8 horas com a presença do governador Marcos Rocha e outras autoridades regionais. A sede do Governo do Estado será na feira durante os dias do evento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.