Conecte-se agora

O dia delas

Publicado

em

8 de março de 2019 é comemorado o Dia Internacional das Mulher. Nesta data, o comum é uma série homenagem de instituições, autoridades, personalidades e afins. Quase sempre é a mesma coisa: flores, mensagens eletrônicas, exposição de importância que somente as redes sociais suportam, mas a realidade do dia a dia, é bem diferente.

Trazendo a realidade da mulher para o Acre, no contexto violência, que não assola somente as pequenas cidades, o Estado se destaca pela falta de políticas públicas que assegure uma melhor qualidade de vida para elas.

De acordo com levantamento do G1, proporcionalmente, o Acre é o Estado número 1 no ranking da violência contra a mulher.

O ac24horas foi às ruas e entrevistou homens e mulheres das mais variadas idades, e a palavra é uma só: RESPEITO!

Propaganda

Cidades

Moradores plantam bananeiras para protestar contra buracos no município do Bujari

Publicado

em

Moradores do município de Bujari decidiram plantar bananeiras em protesto às más condições das ruas na cidade. A reclamação maior da população é devido a falta de pavimentação nas vias dos municípios.

Em imagens divulgadas no blog Política Acre, é possível ver as péssimas condições de trafegabilidade. Segundo a denúncia, a falta de pavimentação nas ruas do município tem prejudicado a população, principalmente em dias chuvosos.

O protesto inusitado ocorreu na rua Nonata Clotilde, mas a reclamação se estende a outras vias, onde moradores afirmam que o problema ocorre há muito tempo, e, segundo eles, tanto na zona urbana quanto na zona rural.

A revolta da população se deu após rumores de que a prefeitura do município iria pavimentar apenas a rua principal de Bujari.

De acordo com um dos moradores da rua, “se a moda pegar, Bujari irá se tornar o maior produtor de banana do estado”.

Continuar lendo

Destaque 6

Acre tem mais de 100 candidatos à adoção de crianças

Publicado

em

O Acre tem 101 pretendentes à adoção em todo o Estado, o que corresponde a apenas 0,22% do total de interessados no País. Está entre os menores índices entre os Estados. Apenas oito crianças estão cadastradas.

Os dados são do Cadastro Nacional de Adoção, coordenado pela Corregedoria do Conselho Naed

cional de Justiça (CNJ). Trata-se de uma ferramenta digital que auxilia os juízes das Varas da Infância e da Juventude na condução dos procedimentos dos processos de adoção em todo o país.

O CNA tem o objetivo de colocar sempre a criança como sujeito principal do processo, para que se permita a busca de uma família para ela, e não o contrário.

Além das crianças aptas à adoção, o sistema traz informações do antigo Cadastro Nacional de Crianças Acolhidas, do CNJ, no qual 47 mil crianças que vivem em instituições de acolhimento em todos os estados estão cadastradas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.