Conecte-se agora

Sindicato confirma aumento do preço do combustível no Acre e põe a culpa na Petrobras

Publicado

em

O aumento no preço do litro do combustível no Acre chamou a atenção dos motoristas que passaram a abastecer nesse feriado de Carnaval. O ac24horas foi aos postos no domingo para verificar em quanto estava o aumento. Em algumas das empresas, o reajuste chegou a R$ 0,50.

Procurado, o Sindicato dos Postos de Combustíveis do Acre (Sindepac), alegou que o reajuste se deu por conta da nova política de preços da Petrobras, que aponta reajustes quase que diários, impactando no custo das distribuidoras e , consequentemente, no valor ofertado na bomba.

“Há, ainda, a concorrência de mercado, isso faz cada estabelecimento decidir sobre seu próprio preço, de acordo com o que é repassado pelas distribuidoras. Assim como em qualquer comércio, cada posto de combustíveis possui um gasto específico para funcionar, inclusive com o transporte dos produtos”, justificou em nota.

O sindicato também saiu em defesa dos postos alertando que as empresas também precisam se manter em funcionamento, e que esse gasto com estrutura e pessoal deve ser repassado ao consumidor final, ou seja, os proprietários de veículos. Isso, na avaliação do sindicato é legal, e ocasiona uma “leve diferença nos preços”.

“Geralmente, quando um aumento ou redução é informado pela Petrobras, os postos ainda estão com estoque antigo e, quando compram novos, os preços já não são os mesmos. Os postos, assim como cada consumidor, também são reféns dessa forma de reajustes praticamente diária nos preços dos combustíveis”, finaliza o sindicato.

Propaganda

Destaque 6

Concurso para Prefeitura de Capixaba tem inscrição até hoje

Publicado

em

As inscrições para o concurso da Prefeitura de Capixaba vão só até hoje, 19 de março e devem ser feitas durante o horário comercial (até às 17h) na sede da Secretaria Municipal de Educação, na rua Cecilia Boa Ventura, no Bairro Conquista, nº 1093.

O processo seletivo oferece 54 vagas em cargos de níveis médio, técnico e superior nas Secretarias de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social. O certame constará de análise curricular e entrevista. A entrevista será realizada nos dias 27 e 28 de março de 2019, em locais ainda a serem divulgados.

As vagas são para técnico em enfermagem, técnico em higiene dental, técnico em análises clínicas, agente de endemias, médico, enfermeiro, cirurgião dentista, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, farmacêutico, educador físico, pedagogo, professor de língua portuguesa, professores de Geografia, Ciências, Espanhol, Artes, Religião, História, Matemática, professor do 4º ao 5º ano, professor de Educação Física, Professor do 1º ao 3º ano, professor de Educação Infantil, professor do 1º ao 5º ano, professor EJA, supervisor do Programa Criança Feliz, visitador do Programa Criança Feliz e entrevistador do Programa Bolsa Família. Os salários dos empregos variam entre R$ 967,72 e R$ 5.650,00, por jornadas de trabalho de 25 a 40 horas por semana.

Continuar lendo

Destaque 6

Polícia conclui inquérito e indicia Vanderson por lesão corporal

Publicado

em

A delegada de Polícia Civil Juliana d’Angelis concluiu a investigação e indiciou o ex-BBB Vanderson Brito por lesão corporal leve. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público do Acre para que tome providências. Procurado, o ex-BBB disse que não iria se pronunciar sobre o caso.

Brito foi denunciado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) por estupro, agressão física e importunação sexual. As denúncias foram feitas um dia antes do acreano entrar na casa do BBB.

O ex-participante foi desclassificado do programa depois de ser intimado a prestar depoimento dentro da casa do BBB. A intimação foi feita no último dia 23 de janeiro pela delegada Rita Salim, titular da (Deam), no Rio de Janeiro (RJ), a pedido da delegada do Acre, Juliana.

Caso de estupro arquivado

A denúncia de estupro foi arquivada pela Polícia Civil do Acre. Segundo a delegada, a denúncia foi arquivada por decadência, ou seja, o caso ocorreu em 2016, quando a lei exigia que a vítima denunciasse o agressor em um prazo de seis meses.

Já com relação à denúncia de importunação sexual, foi assinado um termo circunstanciado e foi encaminhado ao poder judiciário.

“O termo circunstanciado é mais simples. A gente ouve as partes e encaminha para o juizado especial criminal. Lá é que eles vão apresentar testemunhas se precisar”, explicou a delegada.

Com informações do Globo.com

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.