Conecte-se agora

Proprietário de casa reage a assalto e mata bandido com um tiro, em Rio Branco

Publicado

em

Um assaltante que ainda não identificado pela Polícia Militar foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (22) após invadir uma residência com mais três comparsas e render uma família na tentativa de levar os bens. O fato ocorreu na rua Palmares, no Bairro Nova Estação, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, quatro homens não identificados em posse de duas armas de fogo, renderam uma mulher enquanto entrava na sua casa, e em seguida renderam a família. Três dos bandidos começaram a pegar os bens da residência e o outro criminoso teria se deslocado até os fundos da casa. O proprietário que se encontrava na parte de trás e ao perceber a presença do assaltante se aproximando, reagiu com uma arma de fogo após o bandido efetuar um tiro.

O dono da residência efetuou vários disparos contra o criminoso que foi acertado com um projetil na lateral do abdômen. Os outros três bandidos ao escutar os disparos saíram correndo de dentro da casa e fugiram.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local se depararam com o criminoso ferido. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar na casa, o homem já estava morto. A área foi isolada até a chegada da perícia técnica do Instituto de Criminalística da Polícia Civil.

Várias viaturas da Polícia Militar fizeram rondas na região em busca de prender os outros assaltantes, mas ninguém foi encontrado.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para o reconhecimento e os exames cadavérico. O caso segue sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O proprietário da casa foi encaminhado a Delegacia de Flagrantes (Defla) para prestar esclarecimentos.

Propaganda

Destaque 2

Bar do Célio pega fogo em Rio Branco

Publicado

em

Um estabelecimento comercial localizado no bairro Floresta, em Rio Branco, sofreu um incêndio de grandes proporções na madrugada dessa terça-feira (19). Para conter o fogo, foi necessária uma atuação conjunta do 3° e do 1° Batalhão do Corpo de Bombeiros.

“Trata-se de um local com alta carga de incêndio, havia muito material armazenado (plástico, madeira, bebida alcoólica, vários freezers, etc.)”, disse o Major dos Bombeiros, Cláudio Falcão.

Segundo informações da equipe, a atuação efetiva das guarnições evitou que o incêndio aumentasse suas proporções, evitando também que se propagasse para o estabelecimento ao lado.

Na rua em que ocorreu o incêndio, funcionam pelo menos sete estabelecimentos comerciais do mesmo ramo (bar e alimentício). As causas do incêndio ainda não foram identificadas, mas o caso está sendo apurado.

Continuar lendo

Destaque 2

Gladson já estuda fazer reforma administrativa: “não está vendo resultados!”

Publicado

em

O governador Gladson Cameli voltou para o Acre e está disposto, segundo assessores, a fazer mudanças na equipe que colocou para cuidar do estado ao lado dele desde 1º de janeiro. Cameli não está satisfeito com os resultados das pastas e quer “retomar” o comando do governo após as várias viagens que fez.

Segundo um assessor palaciano, o governador ficou estressado com as críticas de que por conta das viagens perdeu “voz e voto” dentro do Palácio Rio Branco. De tanto “determinar”, o governador agora vai exonerar aqueles que não obedecem às ordens dadas por ele. Cameli quer resultados, e rápido.

“O chefe não está feliz com tanto protesto, tanta crítica, tanta reclamação. E o pior é que nem a imprensa consegue mostrar as coisas que estão dando certo, porque isso não sai do governo, não sai das secretarias. O Gladson não tem muita paciência, não bate muita cabeça. Ele quer mexer e já está estudando isso desde Brasília”, revela a fonte.

Um dos problemas que mais tem deixado Gladson estressado é a questão dos professores que já foram várias vezes à frente da Casa Civil fazer protesto. Com a imagem da gestão desgastada, Cameli tomou a frente há duas semanas, e mandou que todos os professores foram contratados sem a exigência de uma declaração até então exigida pela pasta.

“O Gladson não está vendo resultado em muitas áreas. Essa é a verdade! O Ribamar não está conseguindo articular tudo, é problema na Fazenda, é problema sem solução na Educação, risco de rebelião no presídio, e ainda tem a saúde que vai de mal a pior. Ele levou o Alysson em Brasília para articular saídas, e parece que estão conseguindo. Mas ele quer ação, e já!”, completa o assessor palaciano.

No sábado, dia 16, o governador Gladson Cameli exonerou o então porta-voz do Palácio Rio Branco, Rogério Wenceslau alegando as primeiras adequações no âmbito da Secretaria de Comunicação. Nesta segunda-feira, dia 18, Cameli cumpre agenda interna com equipe de governo para alinhar ações.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.