Conecte-se agora

Luiz Calixto sugere “manual do empreendedor” para Sinhasique

Publicado

em

Luiz Calixto 

Minha intenção não é meter o bedelho na discussão entre quem gosta e quem não gosta de carnaval, até porque dispenso o mesmo respeito e tratamento tanto a quem prefere o Dorflex quanto aos que fazem a opção pela Netflix.

O batuque é outro: a ex-deputada Eliane Sinhasique, atual secretária de Turismo e Empreendedorismo, perdeu uma chance de ouro de passar uma mensagem positiva, resiliente e incentivadora para aqueles que desejam “empreender” no Acre, montar seu próprio negócio e gerar renda para se livrar das garras do empreguismo governo.

Nesse episódio do carnaval, ainda que estivesse completamente errada ao escolher unilateralmente o local onde pretendia realizar o “piseiro” de arlequins, pierrôs, colombinas e pés inchados, a secretária de Empreendedorismo escolheu o caminho mais fácil: a desistência.

Exceto para aqueles que vivem permanentemente com a viseira eleitoral e, portanto, em tudo, só conseguem enxergar a disputa político-partidária, ficou evidente que a “pequena” diminuiu ao tentar sair pela culatra como vítima.

Ora, até as crianças do Maternal do Menino Jesus sabem que intervenções em ruas e no trânsito, especialmente quando se trata do único corredor de ônibus da cidade, devem ter o “ok” da prefeitura.
Deixando de lado a festa e focando nos empregos e negócios que nossa secretaria falava que o evento criaria durante a quadra, a “desistência” foi o pior exemplo dado por quem pretende e tem como objetivo ensinar pessoas a caminhar com as próprias pernas.

Desistir é quase sinônimo de fracasso.

Alguns milhões de reais já foram desperdiçados em pequenos negócios. O Fundo de Aval, a distribuição de maquinas equipamentos e tantos outros programas não floresceram porque os beneficiários desistiram no primeiro obstáculo.

Se desistir sempre fosse a primeira opção muita gente não se levantaria sequer da cama.
Empreender significa tentar, realizar, enfrentar, desafiar.

Ainda que tenha escolhido o caminho errado da autossuficiência, a secretária jamais poderia ter recolhido a bandeira. Outros locais e outras opções deveriam ter sido consideradas. Afinal, Rio Branco tem dezenas de locais onde poderiam ser montados um palco e dezenas barracas para vender “birita”.
Imaginem quantos pequenos negócios sobreviveriam no Brasil se na primeira pedra encontrada no caminho o empreendedor desistisse? Nenhum.

O Brasil é o país que mais dificulta o nascimento e o sucesso de um empreendimento. São dezenas de autorizações, alvarás e licenças.

De cada 10 empresas constituídas seis ficam pelo meio do caminho.

Diante de tanta papelada, desistir é uma opção sempre considerada.

A secretária se sairia bem melhor na “ fita” se admitisse o equívoco, acionasse o plano “B” e organizasse o carnaval em outro espaço e, como fala pelos cotovelos, aproveitasse um dos intervalo das bandas para usar aquilo que tem de melhor: sua oratória para dizer que o sucesso e a prosperidade são inimigos mortais da desistência.

Propaganda

Acre

Nível do rio Acre sobe 4 metros em 48h e alcança os 10 metros

Publicado

em

De acordo com boletim emitido pela Coordenadoria de Defesa Civil, o nível do Rio Acre na manhã deste domingo (17), às 6h, alcançou 10,04m. Na sexta-feira (15) antes da chuva o nível do rio era de 6,10 metros.

Em contato com a equipe do ac24horas, Major Cláudio, da Coordenadoria de Defesa Civil, relatou que “em apenas 48h o nível do Rio Acre aumentou 3,94m. Na sexta-feira (15) choveu 128mm. Isso quer dizer que choveu 67% esperado para o mês todo, em apenas um dia. A cota do mês todo, é de 211mm. Neste sábado (16) temos 255mm acumulado, ou seja, ultrapassamos a cota do mês”, alertou.

Por fim, Major Cláudio ainda alertou para um novo aumento do Rio Acre. “Devido a vazante dos outros municípios, porém tenderá a estabilizar depois de 48h, caso diminua o ritmo das chuvas.”, informou.

Continuar lendo

Acre

L200 cai dentro do Canal da Maternidade neste domingo

Publicado

em

Nas primeiras horas deste domingo, 17, uma colisão entre dois veículos fez com que uma caminhonete modelo L200 fosse parar dentro do córrego do Canal da Maternidade, localizado na região central de Rio Branco. Imagens divulgadas por testemunhas apontam que após a batida, a caminhonete derrapou, quebrou algumas barras de proteção e caiu no Canal.

O outro carro envolvido ficou parado no meio da Avenida, com a parte frontal parcialmente destruída. Alguns populares se aglomeraram no local após o acidente.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.