Conecte-se agora

Mulher sofre acidente e moradores exigem construção de quebra-molas na BR-307

Publicado

em

Mais um acidente foi registrado na BR-307, em Cruzeiro do Sul, na última segunda-feira (18). Desta vez, a auxiliar de serviços gerais Iracema Moreira sofreu queimaduras no braço após uma colisão entre sua motocicleta e um carro de passeio, na BR que dá acesso ao Campus da Universidade Federal do Acre (Ufac) no município.

Ocorre que, segundo os próprios moradores, este faz parte dos incontáveis acidentes registrados no mesmo local, em pouco espaço de tempo. De acordo com a população local, a falta de sinalização, excesso de velocidade e ausência de redutores de velocidade implicam diretamente na causa dos acidentes registrados.

“Normalmente, as pessoas trafegam em alta velocidade nesse trecho. Vários acidentes já aconteceram aqui”, alertam. No caso da colisão que envolveu Iracema Moreira, ela diz: “Vinha muito carro na frente e eu tinha que parar para deixar o carro passar, na hora não senti nada. Agora estou aqui com o braço queimado”.

Francisco Eládio trabalha próximo ao cruzamento e presencia diariamente os riscos de acidente. “Aqui é muito perigoso. As pessoas passam aqui com muita velocidade e não respeitam ninguém”, afirmou.

Diante da situação, os moradores pedem providências aos órgãos responsáveis pelo trânsito do município. Para o aposentado Vicente Taveira, a solução seria a construção de quebra-molas no local. “Já teve uns seis acidentes sem gravidade, mas e quando passar para acidentes mais trágicos? Queríamos quebra-molas aqui, porque se não tomar providências, pessoas vão morrer”, disse.

Conforme populares, o local também é um ponto de parada para vans e ônibus, o que também provoca riscos aos passageiros e pedestres.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas