Conecte-se agora

Prefeitura de Brasileia realiza operação de conscientização ao descarte de lixo

Publicado

em

A Prefeitura de Brasileia por meio do Setor de Cadastro Arrecadação e Tributos, setor dos Agentes de Endemias, setor de Vigilância Sanitária e Secretaria do Meio Ambiente realizaram na manhã de sexta-feira (15), uma Operação de Conscientização aos cuidados e descartes dos resíduos sólidos (lixo), do comércio e das residências.

O objetivo da operação é avisar aos empresários e moradores a forma correta de jogar seus lixos, tampar suas caixas d’água, limpar seus quintais, depósitos e jogar pneus para que não prolifere o numero de Aedes aegypti na cidade entre outras doenças.

Segundo o gerente de setor de cadastro, Silvio Cardoso, a operação é para conscientizar a população em relação aos lixos descartados. “A principio nós viemos orientar os comerciantes, e os moradores da parte alta, a forma correta de condicionar suas lixeiras e mantê-las fechadas evitando que os animais domésticos e roedores venham a espalhar o lixo”, falou Silvio Cardoso.

O poder público tem buscado alternativas para lidar com este problema, através da frente de trabalho que realiza a manutenção das praças, pontos turísticos, nas ruas dos bairros e com o calendário de coleta de lixo.

O secretário Jonas Bandeira falou do trabalho realizado e como as oficinas devem descartar os pneus. “Essa ação é muito positiva e traz muitos benefícios para população. Quando assumimos a gestão criamos um cadastro de todas as borracharias do município, através desse cadastro os proprietários nos procuram para que possamos buscar o material e levarmos até o local correto de descarte”, informou Jonas Bandeira.

Para ajudar a manter a cidade limpa, atenção para algumas dicas:

– Jogue o lixo no máximo uma hora antes da passagem do caminhão.

– Não jogue lixo na rua após a passagem do caminhão. Colocar o lixo na esquina de um dia para outro não funciona. Isso estimula outras pessoas a colocarem lixo na rua e atrai animais.

– Lixo na rua atrai mais lixo. Pessoas de fora se sentem à vontade para jogar lixo onde já está sujo.

– Ações feitas pelos próprios moradores costumam ser respeitadas pelos vizinhos. Ajude a acabar com pontos viciados.

– Entulho é de responsabilidade de quem produz. Descarte este material em locais adequados.

– Mantenha limpas as lixeiras.

Propaganda

Cidades

Mães com filhas doentes por tomarem vacina do HPV protestam na Câmara

Publicado

em

O grupo de mães que vem chamando atenção das autoridades por protestarem contra a vacina do HPV, veio a Câmara a convite da vereadora Lene Petecão (PSD).

Segundo Lene, é necessário dar atenção e ouvir as mães que sofrem amargamente com suas filhas que sofrem com os efeitos colaterais do HPV. “Todos os dias, não só no Acre, mas em várias cidades do Brasil, meninas estão sofrendo as sequências de uma realidade que as autoridades não dão a menor atenção”, disse.

O HPV, responsável pelo câncer no útero, tem causado muitas mortes de mulheres no Brasil. Porém, a reação à vacina tem trazido dor e sofrimento às meninas de até 14 anos causando epilepsia, transtornos físicos, mentais e outras mazelas.

O líder do Executivo e presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara, vereador Rodrigo Forneck (PT) disse que, apesar de ser uma questão de responsabilidade do Estado, a Secretaria de Saúde do município está acompanhando a situação. Afirmou que a Comissão de Saúde do Legislativo está pronta para apoiar essas famílias.

Continuar lendo

Cidades

Educadores de Tarauacá rejeitam mais uma proposta e continuam em greve

Publicado

em

Nesta segunda semana de greve dos servidores da educação do município de Tarauacá, mais uma proposta oferecida pela prefeitura municipal foi rejeitada, dando continuidade à greve.

As aulas continuam paradas depois que professores e funcionários das escolas da rede pública de Tarauacá decidiram, após nova assembleia geral na manhã de ontem, 20, rejeitar a nova contraproposta enviada pela Secretaria Municipal de Educação.

A proposta foi de um aumento de R$ 100,00 para professores e R$ 50,00 para funcionários do quadro administrativo das escolas. Após avaliação, a categoria não aceitou e deu continuidade à paralisação dos serviços.

A greve na rede municipal de educação do município, que começou no dia 11 de março, já se estende pela segunda semana.

Com informações Blog do Accioly 

 

 

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.