Conecte-se agora

PRF prende Boliviano com 51 kg de cocaína na BR-317; droga seria entregue na capital

Publicado

em

Foto: PRF

Um homem de nacionalidade Boliviana identificado como Edwin David Diez Acha, de 28 anos, foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira (12) em posse de 51,6 quilos de cocaína em um carro modelo Saveiro. A apreensão realizada pela Polícia Rodoviária Federal, aconteceu na BR-317, no km 97 em Senador Guiomard/AC.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi montado uma barreira na BR e o boliviano foi abordado em uma fiscalização de rotina. Ao pedi os documentos do estrangeiro ele apresentou sinais de muito nervosismo. Foi feito a revista no veículo Saveiro de cor branca, placa OAB-2833 e a Polícia encontrou o entorpecente em um fundo falso da carroceria do carro.

Foto: PRF

Na sede da PRF, o Boliviano disse aos policiais, que recebeu a droga no município de Epitaciolândia na fronteira do Acre, que receberia 10 mil pelo transporte e que entregaria em um posto de combustível em Rio Branco.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão e Edwin foi encaminhado juntamente com a droga a Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Propaganda

Cotidiano

Idaf deve contratar 15 médicos veterinários para intensificar fiscalização

Publicado

em

Com vistas às normas do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf) deve contratar, nas próximas semanas, 15 novos médicos veterinários e outros 20 técnicos agropecuários.

A necessidade de contratação já foi apresentada ao governador Gladson Cameli, que autorizou o início dos trâmites administrativos para as contratações emergenciais. O quadro de profissionais do Idaf estaria com falta de especialistas, o que inviabiliza uma séria de ações do órgão.

O diretor-presidente do Idaf, Rogério Mendes, já solicitou ao governador estudos para a realização de concurso público. As contratações emergenciais devem valer apenas para o ano de 2019, o primeiro da gestão, e deve ajudar efetivamente os setores e a campanha que em março terá sua última realização.

“A ideia é que essas contratações supram nossas demandas durante o ano de 2019 até que possamos conseguir realizar um concurso público. O governador Gladson Cameli sinalizou essa possibilidade e estamos muito otimistas”, frisou o diretor-presidente do Idaf.

Segundo o Palácio Rio Branco, o fim da imunização é uma pressão do mercado internacional, sobretudo de países compradores da carne bovina brasileira. Atualmente, o rebanho acreano é estimado em 3,3 milhões de cabeças de gado espalhadas em mais de 24 mil propriedades rurais.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.