Conecte-se agora

Membros de organização criminosa são presos pela PM de Brasileia

Publicado

em

Uma ação rápida de policiais militares do 10° Batalhão do município de Brasileia, ocorrida na noite dessa segunda-feira, 11, resultou na captura de membros de organização criminosa e ainda a apreensão de armas de fogo, munições e drogas.

De acordo com a polícia, a guarnição foi acionada após os criminosos invadirem uma residência situada no bairro Leonardo Barbosa e ameaçarem a família. Segundo as vítimas, os suspeitos diziam que eles estariam ajudando uma facção rival e por isso iriam sofrer as consequências, fato negado pelas vítimas. Após a invasão e as ameaças, os indivíduos fugiram.

Uma mulher, identificada apenas por Sebastiana, de 28 anos, três adolescente, além de Romário Mendes de 28 anos e Cassiano Pereira, de 19 anos, fora presos. Com eles, foram apreendidos dois revólveres, 15 munições intactas, um simulacro (arma de brinquedo), uma pequena quantidade de entorpecentes e dinheiro.

Em seguida, os militares encaminharam a ocorrência para Delegacia Geral de Polícia Civil do município, para serem tomadas as demais providências cabíveis ao caso.

Propaganda

Cotidiano

Idaf deve contratar 15 médicos veterinários para intensificar fiscalização

Publicado

em

Com vistas às normas do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf) deve contratar, nas próximas semanas, 15 novos médicos veterinários e outros 20 técnicos agropecuários.

A necessidade de contratação já foi apresentada ao governador Gladson Cameli, que autorizou o início dos trâmites administrativos para as contratações emergenciais. O quadro de profissionais do Idaf estaria com falta de especialistas, o que inviabiliza uma séria de ações do órgão.

O diretor-presidente do Idaf, Rogério Mendes, já solicitou ao governador estudos para a realização de concurso público. As contratações emergenciais devem valer apenas para o ano de 2019, o primeiro da gestão, e deve ajudar efetivamente os setores e a campanha que em março terá sua última realização.

“A ideia é que essas contratações supram nossas demandas durante o ano de 2019 até que possamos conseguir realizar um concurso público. O governador Gladson Cameli sinalizou essa possibilidade e estamos muito otimistas”, frisou o diretor-presidente do Idaf.

Segundo o Palácio Rio Branco, o fim da imunização é uma pressão do mercado internacional, sobretudo de países compradores da carne bovina brasileira. Atualmente, o rebanho acreano é estimado em 3,3 milhões de cabeças de gado espalhadas em mais de 24 mil propriedades rurais.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.