Conecte-se agora

Foto de Maria Bethânia e Chico Buarque é postada em perfil de teatro acreano e gera euforia

Publicado

em

Internautas acreanos ficaram eufóricos depois que um perfil de rede social, atribuído ao Cine Teatro Recreio, publicou uma imagem que tem os cantores de Música Popular Brasileira (MPB), Maria Bethânia e Chico Buarque abraçados. Na publicação, feita nesta segunda-feira, 11, além da foto, havia apenas a legenda “Fevereiro quem topa” (sic).

A dúvida dos internautas era se haveria um show dos cantores ou qualquer outra atividade que envolvesse dois dos maiores interpretes da MPB.

A reportagem do ac24horas entrou em contatos com a equipe da Fundação Elias Mansour (FEM) para averiguar o que de fato deveria ser realizado no espaço de cultura envolvendo uma das maiores cantoras nacionais e foi informada que desconhecia a postagem.

Ao verificarem o post que a reportagem do ac24horas enviou, a equipe da FEM informou que tratava-se de um perfil institucional e, portanto não tinham informações sobre o que se trataria a postagem.

Ao que tudo indica, não será um show, mas uma exibição de um documentário sobre a vida de Maria Bethânia, intitulado Fevereiros. O filme teve estreia nacional dia 31 de janeiro deste ano.

De acordo com sinopse da Globo Filmes, a direção do documentário é de Marcio Debellian que também assina o roteiro e produção ao lado de Diana Vasconcellos.

Confira a sinopse disponibilizada pela Globo Filmes – A Mangueira foi campeã do carnaval carioca em 2016 com um enredo em homenagem a Maria Bethânia. Este foi o ponto de partida de “Fevereiros”, que acompanhou a preparação da Escola – dos desenhos das primeiras alegorias aos desfiles na avenida – e percorreu uma viagem ao Recôncavo baiano acompanhando a cantora nas festas populares de sua cidade natal, Santo Amaro da Purificação. Neste percurso Rio-Bahia, o filme descobre o universo que inspirou o desfile e aponta conexões entre as tradições do recôncavo e o surgimento do samba carioca. O filme conta com depoimentos de Maria Bethânia, Caetano Veloso, Chico Buarque, Leandro Vieira (carnavalesco da Mangueira), Luiz Antonio Simas (historiador), Mabel Velloso (poeta) e Squel Jorgea (porta-bandeira da Mangueira).

Propaganda

Destaque 3

Internautas comparam Gladson e Witzel após sucesso na operação contra sequestrador no Rio

Publicado

em

Qual perfil ideal de um governador, aquele que as massas clamam diariamente quando em suas agonias? A eliminação sumária -ou “CPF cancelado com sucesso” – do jovem sequestrador do ônibus na Ponte Rio-Niterói mostra, segundo ecoam as redes sociais, que o perfil do carioca, que mostra alto poder de fogo de posse do indefectível fuzil, é mais aclamado que o do acreano, visto invariavelmente tomando cafezinho e comendo bananinha frita em suas horas de folga.

O case carioca abriu caminho – de brincadeirinha, claro – para a memetização do combate ao crime: “o governador que queremos e o governador que temos” mostra os Chefes do Executivo dos Estados do Rio de Janeiro e do Acre em situação adversa apesar de serem os dois signatários de potencias da criminalidade nacional.

As redes sociais não perdoam.

Continuar lendo

Destaque 3

Após decreto de alerta, governo avalia decretar emergência ou calamidade ambiental

Publicado

em

FOTO: JUNIOR AGUIAR

Pouco mais de uma semana depois que o governador Gladson Cameli decretou estado de alerta ambiental por causa das queimadas, já se fala, no próprio governo, de um novo decreto: emergência ou calamidade ambiental.

A possibilidade foi anunciada pelo secretário de Meio Ambiente, Israel Milani, em entrevista ao jornal O Globo. “Na quinta-feira, retorno ao Acre e vou me reunir com o pessoal do Corpo de Bombeiros. Vamos discutir que medidas tomar. Entre as que podemos tomar, está a possibilidade de decretarmos estado de emergência ou de calamidade pública”, disse o secretário ao jornal carioca.

Milani disse ao O Globo que o Corpo de Bombeiros vem relatando dificuldades para atender a todos as chamadas de incêndio. “Nosso Corpo de Bombeiros não está mais conseguindo atender tudo. Conversei com outros secretários de Meio Ambiente da Amazônia e eles estão relatando a mesma situação”, disse o acreano.

A pesquisadora acreana Vera Reis confirmou a tendência: “Isso é possível (decretar emergência ou calamidade) não só na visão de Israel, mas de outros gestores”, disse ela ao ac24horas na noite desta terça-feira (20).

Com informações de O GLOBO

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.