Conecte-se agora

Juiz Danniel Bomfim toma posse como presidente da Asmac

Publicado

em

Em uma cerimônia que contou com a presença de diversas autoridades, o juiz Danniel Bomfim tomou posse como presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), no final da tarde de sexta-feira (08/02), no Palácio da Justiça. No ato ainda foi realizada uma homenagem ao desembargador Luís Camolez, ex-presidente da entidade.

No evento, o presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma, falou sobre a importância da Asmac e pediu o apoio da entidade.

“A missão assumida por Dr. Danniel, a frente da Associação dos Magistrados, é muito importante para a vida dos magistrados. Trago, em nome de nossa administração, votos felicidade e sucesso, e dizer que contamos com o apoio da Associação, e vamos caminhar juntos”, afirmou o presidente do Poder Judiciário.

No ato, desembargador Luís Camolez transmitiu o cargo a Danniel Bomfim se comprometendo apoiar a gestão do colega.

“A luta da Asmac é uma constância, e tivemos nesse período de dois anos diversas discussões, principalmente em âmbito nacional. Entendo que tivemos maior preponderância na união da magistratura. Temos diversos desafios, assim me coloco a disposição do colega para apoiar a sua administração”, afirmou o ex-presidente da Associação.

Em um discurso emocionado, o juiz Danniel Bomfim agradeceu o apoio, lembrou como foi recebido no Acre pelos colegas, em momento da posse do cargo de magistrado, e dedicou parte da fala a sua família. Ele ainda falou sobre os desafios para os próximos anos como representante da classe em um momento de mudanças para todo o país.

“O desafio é bem representar os magistrados, dar continuidade ao trabalho dos ex-presidentes que foram notáveis nas atividades realizadas, além de continuar defendendo a prerrogativa dos magistrados para que o Poder Judiciário possa continuar independente em sua missão de julgar, e, assim, poder distribuir Justiça ao jurisdicionado. O desafio é identificar a necessidade de cada um dos juízes e do coletivo, porque só com magistrados valorizados, independente e tranquilos para trabalhar podemos seguir com a difícil missão de distribuir justiça à sociedade”, explicou o novo presidente da Asmac.

Danniel Bomfim aproveitou a cerimônia para entregar uma placa ao desembargador Camolez com o objetivo de realizar uma homenagem pelos serviços prestados como ex-presidente da associação.

Também tomaram posse a juíza Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil no cargo de 1ª vice-presidente e o juiz Fábio Alexandre Costa de Farias no cargo de 2º vice-presidente.

Currículo

Atualmente, Danniel Bomfim é juiz de direito titular da 1ª Vara Criminal de Rio Branco, formado em Direito pelo Centro Universitário de Ensino do Amazonas, mestre em Direito Constitucional pela Universidade de Brasília (UnB), possui MBA em gestão pública com ênfase em controle externo pela Faculdade Internacional de Curitiba. Ele é especialista em Direito pela Universidade Federal do Amazonas.

O magistrado ainda é professor Universitário e formador da Escola Judicial do Estado do Acre (Esjud). Participou como palestrante nos cursos de aperfeiçoamento de sargentos – CAS/2017 e 2018 da Policia Militar do Estado do Acre.

O presidente eleito ainda é o vencedor do 1º Concurso Nacional de Decisões Judiciais e Acordãos em Direitos Humanos (CNJ/SDH).

Antes de chegar a magistratura, Danniel Bonfim foi policial federal e foi aprovado no Concurso para Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas.

Propaganda

Acre

Programa Ensina Brasil capacita jovens para a docência

Publicado

em

Selecionados atuarão como professores remunerados

Capacitar participantes para atuar como professores remunerados em escolas públicas ou órgãos governamentais durante dois anos. Esse é o principal objetivo do programa Ensina Brasil, que realiza formação intensiva sobre educação, didática e gestão escolar com aulas presenciais em sala de aula e acompanhamento de tutores experientes. 

O processo seletivo do Programa abrange cinco etapas. A primeira dela é preenchimento de um formulário online, informando dados sobre histórico acadêmico e atividades extracurriculares. As demais etapas envolvem um teste de múltipla escolha, perguntas dissertativas, dinâmica em grupo e entrevista. Para participar do programa o candidato deve cumprir algumas exigências estabelecidas, como possuir disponibilidade para morar fora de sua cidade. 

Requisitos

Ser brasileiro(a) nato(a) ou naturalizado(a), ter português fluente e ensino superior completo ou com previsão de graduação até dezembro de 2019, neste último há possibilidade de inscrição caso sua data de graduação tenha sido postergada para o primeiro semestre de 2020 em função de greve na sua universidade. Estes casos serão analisados posteriormente. 

Além disso, é necessário ter concluído a primeira graduação há, no máximo, 10 anos, ter disponibilidade para participar da formação inicial de 5 semanas (300 horas): 1 – Módulo presencial em São Paulo de 4 semanas em janeiro de 2020; 2 – Módulo online de 40h em Dezembro de 2019. 

Os participantes também terão que possuir disponibilidade para participar do programa de fevereiro de 2020 até dezembro de 2021 (trabalho remunerado) e morar fora de sua cidade por 2 anos, a partir de fevereiro de 2020. O participante deve estar apto para mudar de Estado caso não seja alocado no seu local de residência; os estados parceiros serão divulgados no momento da oferta.

Capacitação 

Se você já atua na área da educação e deseja se tornar um profissional mais completo, conte também com o apoio do Educa Mais Brasil. O programa possui 15 anos de atuação no mercado e já beneficiou mais de 1 milhão de pessoas com bolsas de estudo para várias modalidades de ensino. Acesse o site parceiro do programa e confira as oportunidades disponíveis na sua região. É possível encontrar pós-graduação e cursos profissionalizantes com até 70% de desconto.  

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Continuar lendo

Acre

Empresa de bolacha usa Gladson como garoto propaganda; internautas condenam

Publicado

em

Se o governo não der certo, Gladson Cameli já tem uma opção no mercado de trabalho. Modelo de fábrica de bolacha.

É que a ida do governador dias atrás à Assembleia Legislativa e a sua “merenda” degustando bolacha com café tornaram Gladson Cameli garoto propaganda.

A empresa produtora da bolacha usou um print da matéria divulgada pelo ac24horas para dizer em seu Facebook que o governador acreano se rendeu ao seu produto.

Desde que apareceu comendo a bolacha fabricada no Pará que o governador Gladson Cameli tem recebido mensagem pelo face desaprovando a sua atitude. Na maioria das vezes os internautas condenam a forma como trata o produto acreano fabricado pela Miragina. Para a maioria, Gladson faz propaganda da Papaguara porque quer incluí-la na lista de produtos da merenda escolar. O governante tem ficado calado sobre as críticas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.