Conecte-se agora

Deputados do governo entram em campo desorganizados no primeiro jogo e levam de 7 a 1

Publicado

em

A nova legislatura de deputados estaduais, que tomou posse dia 1º, mudou completamente o ambiente de enfrentamento na arena política que é o plenário da Assembleia Legislativa.

Jogadores antigos que voltaram ao gramado do parlamento como Antônia Sales (MDB), José Bestene (PP), Edvaldo Magalhães (PC do B), Daniel Zen (PT), Jenilson e os novos contratados pelo povo como Roberto Duarte (MDB), Neném Almeida (Solidariedade), Fagner Calegário (PV), já deram o tom de como será o nível do jogo na tribuna.

Na primeira disputa do ano, ou seja, na sessão, os deputados de oposição liderados por Edvaldo Magalhães e Daniel Zen pegaram a base do governo sem organização tática e empurraram 7X1 com direito a gol entre as penas.

Quase não houve reação do time governista pego de surpresa, imaginando que o escrete da oposição iria fazer um jogo na base do mamão com mel. O gol de honra foi feito por Roberto Duarte, que sugeriu a suspensão do pagamento da aposentadoria dos ex-governadores.

No jogo seguinte, ou seja, na segunda sessão ordinária, a base do governo entrou mais organizada, mas o líder ainda não jogou bem. O meio-campo formado por Neném Almeida, Antônia Sales e José Bestene segurou na retranca. Os zagueiros da oposição se arrastavam em campo.

Alguns jogadores tanto da oposição como da situação ficaram apagados no jogo. Não justificaram ainda os altos salários pagos pelo clube. Espera-se que produzam e cresçam mais durante a primeira fase do campeonato.

Terça-feira teremos novo jogo. A base do governo terá que jogar bem para aprovar a ida do veterano Alércio Dias para o time do Acre Previdência. O novo técnico contratado recentemente, Ney Amorim, deve fazer um treino antes do jogo, já que o governo perdeu os torneios do Sebrae e da Fieac por falta de um bom técnico.

A participação dos torcedores foi razoável nos dois primeiros jogos, mas a tendência é aumentar com o acirramento da disputa e o aumento do número de gols. A pressão das torcidas nas redes sociais pode modificar os jogos a favor ou contra cada time.

A ARBITRAGEM FOI EXCELENTE

O trio de árbitros formado por Nicolau Júnior (PP), Luís Gonzaga (PSDB) e Dr. Jenilson (PC do B) foi eficiente na condução durante todo o tempo regulamentar da sessão. Poucas faltas foram cometidas. Apesar da curta experiência como árbitro principal, Nicolau Junior controlou bem os jogadores não havendo necessidades de aplicar cartões vermelhos.

Propaganda

Coluna do Astério

Tchê sugere imitar Binho na Saúde!

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE
Continuar lendo

Coluna do Astério

O Estado falha, a Igreja não!

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.