Conecte-se agora

Morte de Conselheiro do B13 desencadeia série de ataques em Rio Branco

Publicado

em

A morte de Leoneldo Rodrigues da Silva, vulgo “Canjerê”, considerado um dos principais Conselheiros da facção criminosa Bonde dos 13, ocorrida no final da tarde desta sexta-feira, 8, no bairro Belo Jardim, no Segundo Distrito de Rio Branco, desencadeou uma série de ataques durante toda a noite e parte da madrugada deste sábado, 9.

LEIA MAIS
Conselheiro de facção é executado com 3 tiros no Belo Jardim

Em busca de revidar a perda, faccionados do B13 foram acionados para dar o troco nos membros rivais do Comando Vermelho, facção criminosa que vem dominando o tráfico de armas e drogas no Estado.

A inteligência da Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, já sabia dos efeitos que a morte de um líder da facção causaria e iniciou o monitoramento pelas ruas de Rio Branco, mas mesmo assim não foi capaz de evitar as represálias. A primeira resposta ocorreu no bairro João Eduardo, quando  Antônio Israel Pessoa Costa, 31 anos, foi morto com um tiro em frente a sua casa, na rua Jerusalém. O crime teria sido cometido por uma dupla em uma motocicleta.

LEIA MAIS
Homem é morto com um tiro nas costas em frente de casa

Momentos depois, um casal também usando uma motocicleta realizou uma série de disparos contra três pessoas que estavam sentadas na calçada, na rua Euclides da Cinha, no bairro Esperança. Wendel da Rocha Oliveira, de 38 anos, Josimar Nascimento Santos, 40 anos, e outro identificado apenas como Manoelzinho, foram baleados e encaminhados ao Pronto-Socorro de Rio Branco.

LEIA MAIS
Casal em moto passa atirando em trio sentado em calçada

A expectativa é que os ataques continuem durante este final de semana. As forças de Segurança Pública estão cientes da situação e já começam a destacar agentes para ações coordenadas nos bairros periféricos de Rio Branco.

SUSPEITO DE MATAR CONSELHEIRO É PRESO

Os Policiais Militares do 2°Batalhão prenderam no final da tarde desta sexta-feira (8), Anderson da Rocha Santos, de 19 anos. Ele é um dos suspeitos de ter executado com três tiros Leoneldo Rodrigues da Silva, vulgo “Canjerê”, e ter ferido um outro homem com um tiro nas costas, em frente um bar na rua Ayrton Senna, no bairro Belo Jardim, em Rio Branco.

A Polícia estava em ocorrência no conjunto Rosalinda quando soube do homicídio. As autoridades receberam as características dos acusados e conseguiram chegar até Anderson que estava com uma motocicleta roubada, a mesma usada nos crimes contra as vítimas no Belo Jardim. O comparsa de Anderson conseguiu fugir.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e o acusado foi conduzido a Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Propaganda

Acre

Secretário do MEC vem ao Acre assinar acordo entre IFAC e SEE

Publicado

em

O Secretário da Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Ariosto Antunes Culau, estará no Acre nesta sexta-feira, dia 6, para participar da solenidade de assinatura do Acordo de Cooperação entre o Instituto Federal do Acre (IFAC) e a Secretaria de Estado de Educação e Cultura (SEE).

O evento inicia às 8h30, no auditório do campus Rio Branco, localizado no Bairro Xavier Maia. Segundo o Ifac, o acordo de Cooperação entre IFAC e SEE pretende organizar o itinerário de formação técnica e profissional e elaboração do projeto pedagógico de curso a ser ofertado para docentes do Estado.

O secretário Ariosto Culau também participará de visita à Incubadora de Empreendimentos do IFAC e nas futuras instalações do campus Avançado Baixada do Sol.

Continuar lendo

Acre

Emerson Jarude, Gabriel Santos e Jackson Viana debatem “Cidades Inteligentes” no Acre 2050

Publicado

em

Fotos: Douglas Barros

Na noite desta quinta-feira (05), no Cine Teatro Recreio, por volta das 18h, iniciou o evento Acre 2050, com o tema “Rio Branco do futuro – como pensar uma Rio Branco inteligente e economicamente viável?”.

O encontro foi dividido em três painéis com tempo médio de 20 minutos de duração/cada.

No primeiro Painel do Acre 2050, o tema foi “Cidades Inteligentes” com a mediação do advogado Marcelo Zamora, e os convidados: Gabriel Santos, Jackson Viana e Emerson Jarude.

O vereador Emerson Jarude (sem partido) disse que Rio Branco não é uma cidade inteligente e que a sociedade precisa traçar um planejamento para o futuro.

Fotos: Douglas Barros

“Precisamos investir nas pessoas e principalmente na educação infantil para a gente ter uma sociedade melhor no futuro, segundo precisamos criar soluções tecnológicas, nós temos um potencial enorme em energia solar e não temos ninguém fomentando isso e, precisamos ajudar a iniciativa privada e buscar as indústrias para trazer emprego e renda”, ponderou Jarude.

Para Gabriel Santos, do Movimento Acredito e Renova BR, só é possível discutir uma Rio Branco inteligente e economicamente viável se chamar todo a população para essa construção.

“Precisamos discutir um novo pacto federativo com a maior descentralização de recursos da União e depois saber qual é a prioridade da prefeitura de Rio Branco e hoje a gente não sabe. A gente precisa repensar isso e se perguntar porque a gente precisa de uma cidade inteligente. A gente precisa resolver os problemas básicos, como saúde e saneamento básico, e precisamos falar de sustentabilidade porque isso é um problema conjunto, é um caminho longo, mas tem muita gente pra resolver”.

Já para Jackson Viana, Presidente da AAJAL e Embaixador do Brasil em Harvard, disse que a cidade tem que pensar nas suas particularidades e pensar em investir em educação pública e destacou que é necessário investir e procurar a parceria público-privada.

Fotos: Douglas Barros

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.