Conecte-se agora

Governador Gladson Cameli determina desligamento dos radares eletrônicos no Acre

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira, 8, durante reunião na Casa Civil, o Governador do Acre, Gladson Cameli, determinou ao Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) o desligamento de todos os radares eletrônicos até que se resolva o repasse da administração de multas eletrônicas da zona urbana para a prefeitura de Rio Branco.

 “Estou aqui no gabinete da Casa Civil, determinando que acabem com todas as multas eletrônicas que afetam a nossa sociedade. Quero que o Detran acabe com essas multas, porque não traz benefício nenhum  para os cofres do estado”. Segundo o governador, tal medida acarreta apenas prejuízo para os acreanos, que muitas vezes não têm recurso nem para comer ou comprar medicamento, mas precisam pagar multas desnecessárias, onde o condutor não comete excesso.

A determinação ordena que o Detran envie um parecer  para a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para que  determine o cancelamento dessas multas, que não cobrem  mais as multas eletrônicas.

No entanto, Luís Fernando, diretor presidente do Detran/AC, informou que a determinação servirá para que tais multas, emitidas pelos radares, saiam da responsabilidade do Detran.

“O que muda com essa determinação do governador é que todas essas multas de radares não farão mais parte da estrutura do Detran.  É um processo, mas esse processo de mudança vai perdurar até o mês de julho”. Segundo o diretor do Detran, “as multas que existem não vão deixar de existir, apenas tiramos da responsabilidade do Detran as multas dos radares, pois na zona urbana é municipalizado, então, consequentemente, essas multas devem ser de responsabilidade da prefeitura”, garante Luis Fernando, que finaliza dizendo que “a mudança é que agora essa multas serão da administração municipal”.

A direção do Detran/AC disse, ainda, que irá fazer uma análise fundamentada com todas as orientações jurídicas possíveis pra não ocasionar nenhum prejuízo para a instituição ou outras instituições envolvidas. “Isso no sentido de que essa determinação seja prontamente atendida. Dessa forma, vamos fazer uma analise jurídica para que a gente possa atender a determinação do governador sem prejuízo para as instituições”, diz Luis Fernando.

Acompanharam a reunião com o governador do Acre equipes da Casa Civil, direção financeira do estado, do Detran, diretoria geral do estado e deputados estaduais. “Existe um convênio do Detran com a prefeitura, por meio da RBTran, porém esse processo vai ser amadurecido até o meio de 2019. Toda essa estrutura de processamento do Detran será repassado para a prefeitura municipal”, finalizou Fernando, do Detran.

Propaganda

Cotidiano

Incêndio destrói casa e deixa família sem nada, em Porto Acre; polícia investiga o caso

Publicado

em

Um incêndio de grandes proporções destruiu completamente uma residência localizada no município de Porto Acre. O fogo se alastrou pela casa na madrugada deste sábado, 15, por volta das 03h40 da manhã.

A casa, situada na rua Ulisses Guimarães, no bairro Tancredo Neves, sofreu prejuízo total. Todo o imóvel foi perdido.

Segundo a guarnição do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, a casa era feito de madeira. Os proprietários da residência não estavam no local no momento do incêndio, já que, segundo informações de vizinhos, eles moram em outra localidade.

Todas as paredes foram consumidas pelo fogo, restando apenas o banheiro, construído de alvenaria. No local, os Bombeiros debelaram as chamas e evitaram que o fogo propagasse para residências vizinhas.

A equipe ainda não sabe o que pode ter motivado o incêndio.

Continuar lendo

Cotidiano

Morre em Belo Horizonte, a terceira vítima da explosão de barco em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Antônio José de Oliveira, de 33 anos, morreu hoje no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, onde estava internado desde que foi transferido de Cruzeiro do Sul.

É a terceira vítima fatal da explosão do barco no dia 7 de junho, que deixou 18 pessoas feridas. O estado de saúde dele era considerado gravíssimo e Antônio não resistiu. Agora a família vai trazer o corpo para o sepultamento em Cruzeiro do Sul.

O estado de saúde do dono do barco, Francisco Luna, que está no mesmo hospital mineiro também é gravíssimo.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.