Conecte-se agora

Após boatos de ser sustentado por Gleici, casal de ex-BBB’s se separam após um ano

Publicado

em

Casal formado no “BBB 18”, a campeã Gleici Damasceno e o artista visual Wagner Santiago não estão mais juntos. Eles decidiram colocar um ponto final na relação depois de quase um ano de romance. A decisão aconteceu em comum acordo após eles voltaram de uma viagem a Santa Catarina, no início desta semana. Os dois, inclusive, já deixaram de se seguir no Instagram.

O romance começou no fim de fevereiro do ano passado, ainda no reality show, e ganhou força após o programa. A acreana e o curitibano chegaram a morar juntos num apartamento alugado no Rio.

Em um vídeo postado por Gleici no stories do Instagram em dezembro, a campeã da 18ª do reality show rebateu os boatos de que estaria sustentando o então namorado.

“As pessoas querem se meter muito no relacionamento. Mas, velho, vocês não têm ideia do que a gente passou junto. Questões de grana, a gente divide tudo. Eu não pago nada para o Wagner. A gente divide tudo, o Wagner sustenta os filhos dele. Wagner me dá as coisas como namorado normal, enfim, ele sempre se manteve, ele trabalha”, disse ela.

No fim do ano passado, Gleici falou com o EXTRA e admitiu que o casal já havia pensado em se separar algumas vezes:

“Ele é um cara sensacional, me ajuda muito, a gente se ajuda muito e confiamos muito um no outro. Quando a gente saiu do programa, tivemos que aprender tudo de novo. É como se a gente tivesse que se conhecer novamente. E as coisas foram fluindo aos poucos. Hoje, a gente se repeita muito. Aquela paixão louca que a gente sente lá no programa, agora a gente consegue colocar o pé no chão e tentamos escrever uma história junto. A gente briga como todo o casal, já chegamos a falar “ah, não dá mais” (risos), mas aí gente para e fala: ‘Ah, vamos seguir junto, a gente já viveu tanta coisa legal'”.

FONTE: EXTRA

Propaganda

Cotidiano

Município de Brasileia é responsabilizado por tombamento de veículo em cratera

Publicado

em

A 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais negou provimento à apelação do Município de Brasileia, acerca de responsabilidade sobre acidente, em razão de cratera localizada em via, na qual eram realizadas obras.

De acordo com os autos, comprovou-se a ausência de sinalização e o estreito espaço para passagem de veículo, que deixou clara e a omissão do Ente Público. Deste modo, a Administração descumpriu o seu dever legal de realizar os serviços necessários de reparo e manutenção de suas vias, ou, de ao menos realizar a sinalização, caso não pudesse concluir seu trabalho.

Em razão da falha municipal, ocorreu tombamento do veículo do autor e escoriação dos passageiros, por isso foi mantida a condenação de pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais. A prefeitura também foi responsabilizada pelos danos materiais, que foram comprovados nos autos, no montante de R$ 8.904,99.

Em votação unânime, a sentença do Processo n°0701126-41.2017.8.01.0003 foi mantida pelos juízes membros da 1ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Estado do Acre: Nonato Maia, que foi o relator, Maha Manasfi e José Wagner.

A decisão foi publicada na edição n° 6.294 do Diário da Justiça Eletrônico (pág. 13), da última quarta-feira (13).

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.