Conecte-se agora

Prefeitura de Plácido de Castro paga salário de servidores neste sábado

Publicado

em

O funcionalismo público municipal de Plácido de Castro já pode dispor neste sábado de seus vencimentos, pois a prefeitura disponibilizou o pagamento da folha salarial de janeiro neste dia 26.

O prefeito de Plácido de Castro, Gedeon Barros (PSDB),anunciou agora pela manhã o pagamento de salários do funcionalismo, enfatizando o compromisso com os servidores. “É com alegria que comunico o pagamento da folha salarial de janeiro. Sei que é uma obrigação, mas em tempos difíceis, cumprir com as obrigatoriedades da gestão pública é motivo de orgulho”, disse.

Pelo histórico das datas de pagamentos, o município de Plácido de Castro é um dos poucos que não precisa esperar os últimos repasses do FPM – Fundo de Participação dos Munícipios e ICMS do mês para pagar o salário dos servidores, o que demonstra a prioridade pelo equilíbrio fiscal da atual gestão.

Propaganda

Acre

Trabalhadores dos Correios do Acre decidem suspender greve

Publicado

em

Os trabalhadores dos Correios decidiram no início da noite desta terça-feira (17) pela suspensão da greve, seguindo o posicionamento nacional e continuar negociando com a empresa por meio de uma mediação aberta de dissídio coletivo do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos do Acre (Sintect/AC), Suzy Cristiny, explicou que o estado de greve está mantido e que a categoria poderá retomar a paralisação caso haja a negativa da empresa em buscar um acordo.

A sindicalista agradeceu o apoio dado pela população e de outras classes a mobilização dos trabalhadores. Ela informou que a categoria buscará colocar em dia a entrega de encomendas.

O Sintect/AC também mantem a mobilização do abaixo assinado em busca de apoio contra a privatização da empresa.

Continuar lendo

Acre

Gladson liga para o líder Tchê impedindo derrubada dos vetos

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

“O governador me ligou, me deem uma hora de prazo porque vou lá dizer que este parlamento vai derrubar os vetos”, disse o líder do governo, deputado Luís Tchê (PDT) aos deputados que, dentro do plenário, aguardam por mais de seis horas, a continuação da sessão para apreciar os vetos.

A sessão foi interrompida no período da manhã voltando às 15h30. Segundo um deputado da base, o governo resolveu passar o rolo compressor com seus deputados que estão se recusando a manter os vetos.

A oposição acredita que, dependendo a conversa com governador, Luís Tchê pode até entregar a liderança. Pela manhã os deputados haviam decidido ir para o confronto com o governo fechando questão para derrubar os vetos, principalmente o que se refere ao Artigo 21 da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Na avaliação do líder do PCdoB, deputado Edvaldo Magalhães, o processo pode inclusive ser judicializado.

Magalhães explicou que o parlamento vai apenas confirmar a ilegalidade dos vetos, já que o governo não o fez em tempo hábil, ou seja, perdeu o prazo constitucional de vetar os projetos. Nesse caso, se os deputados governistas forem convencidos a manter os vetos, os parlamentares da oposição irão ao Tribunal de Justiça para dirimir a questão.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.