Conecte-se agora

Filme acreano é bem recebido pela crítica e agita festival de cinema em Minas Gerais

Publicado

em

O documentário Empate, do acreano Sergio Carvalho, colocou o cinema da Amazônia em evidência no fechado circuito Sul-Sudeste do audiovisual brasileiro. O documentário foi exibido neste sábado (20) no Largo das Forras, palco da tela Cine-Praça da 22ª Mostra de Tiradentes.

Inteiramente produzido e rodado no Acre, o longa de Sérgio de Carvalho traz uma análise interna de um dos embates mais trágicos de todo o território nacional: o conflito por terras na região do Xapuri, localizado no Acre e na Floresta Amazônica, entre posseiros e seringueiros (aqueles que ocupam as terras e nelas vivem) e os fazendeiros locais (aqueles que as desejam desmatar para aumentar seus gados). Resgatando a memória do ambientalista Chico Mendes, assassinado há 30 anos por agropecuaristas, Empate explora as atuais lutas dos companheiros do ativista ecológico e lança luz sobre estes personagens, que compõem uma parcela historicamente sub-representada e marginalizada do Brasil na mídia.

“Para além de preservar os ideais propagados por Mendes para o futuro, o filme ainda é uma plataforma que dá voz a estes trabalhadores que seguem perdendo espaço para os interesses da indústria do desmatamento, que acabou com mais de 5 mil hectares de floresta entre 2016 e 2018”, diz Renato Furtado, da coluna Adoro Cinema, do portal Terra. “No entanto, mais do que fielmente retratar uma resistência histórica através dos ´empates´ — estratégia idealizada por Mendes que consiste em formar cordões humanos para proteger a mata —, o documentário também encapsula o atual panorama nacional: ´O que está acontecendo no Acre é uma pequena área de estudo do que está acontecendo no Brasil”, declarou a roteirista Beth Formaggini, durante o debate pós-sessão de Empate”, relatou Furtado.

“Ninguém solta a mão de ninguém e ‘vambora’, vamos fazer arte que esse é o nosso papel”, disse Sergio de Carvalho a coluna no Terra.

Propaganda

Cidades

Unidades de saúde do município de Porto Walter são abastecidas com medicamentos

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 17, a equipe da secretaria de Saúde de Porto Walter embarcou em batelões no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, uma tonelada de medicamentos que chegará no município nos próximos dias.

Os medicamentos reforçam o estoque de remédios da secretaria Municipal de Saúde de Porto Walter, que desde o início da gestão do prefeito Zezinho Barbary, reabastece as Unidades Básicas de Saúde toda segunda-feira.

“Atendemos as receitas prescritas por nossos médicos e também da Unidade Mista do Governo do Estado”, afirmou Barbary.

A gestão municipal dá total atenção à saúde. Barbary já inaugurou três UBSs e outras duas estão em obras.

Continuar lendo

Cidades

Fórum diz que produtos florestais injetaram 13 milhões na economia do Acre

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA

Os produtos da floresta já respondem por 57% do total das exportações do Acre em 2019. Ou seja: são US$13 milhões a mais na balança comercial do Estado de janeiro a setembro deste ano.

No período, segundo o Observatório Fórum de Desenvolvimento do Acre, as exportações totais somaram US$ 23,3 milhões. As exportações de madeira e seus derivados representam 70% (US$ 9,3 milhões) dos produtos florestais, seguido pela castanha-do-Brasil com uma participação de 30% (pouco menos de US$ 4 milhões).

Os dados foram extraídos do Ministério da Economia e trabalhados pela equipe técnica do Observatório do Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.