Conecte-se agora

Delegados de Operação que prendeu Tenente do BOPE fecham inquérito e militar deve ser denunciado pelo MP

Publicado

em

A força-tarefa da Polícia Civil, liderada pelos Delegados Alcino Júnior, Pedro Paulo Buzolin, Sergio Lopes e Martin Hessel, fechou nesta quinta-feira, 17, o inquérito da Operação Sicário, que prendeu no último dia 27 de dezembro, 18 pessoas, entre elas o Tenente Josemar Barbosa de Farias, o 2º na hierarquia do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Os alvos da operação, segundo as investigações, estariam ligados a facção criminosa Comando Vermelho, que nos últimos meses vem dominando as ações criminosas no Estado.

Ao ac24horas, o delegado Alcino Junior, informou que uma reunião foi feita hoje e o inquérito com o relatório final foi encaminhado a 3ª Vara Criminal, que posteriormente encaminhará as informações ao Ministério Público do Acre. “A única coisa que posso te adiantar é que pedimos que a justiça suba o sigilo, cancele o segredo de justiça, já que as investigações já foram concluídas e as divulgações de eventuais dados não podem mais atrapalhar o andamento do processo”, explicou.

ENTENDA O CASO
>>Interceptações apontam que tenente do BOPE recebia ordem do Comando Vermelho
>>Comando Vermelho ganhou espaço no Acre com anuência das autoridades da segurança

O ac24horas apurou que o Ministério Público deverá apresentar denuncia contra o militar e demais envolvidos na próxima semana. Circula nos bastidores até a hipótese da prorrogação da prisão preventiva do Tenente Farias, o que não foi confirmado pela instituição.

Na sexta-feira, 11, da semana passada, os advogados do Tenente do Bope ingressaram com um pedido de Habeas Corpus junto ao Tribunal de Justiça. O recurso foi negado monocraticamente pelo desembargador Pedro Ranzi, que pediu ainda que o Ministério Público se manifestasse.

A Câmara Criminal do TJ iria analisar o caso nesta quinta-feira, 17, mas como petição do MP, que pedia a manutenção da prisão, ainda não havia sido protocolada em tempo hábil, a análise do caso pelo desembargadores ficou para a semana a próxima semana.

Principal alvo da Operação, o Tenente Josemar Barbosa de Farias, que durante o ano passado foi destaque de todos os meios de comunicação do Acre por fazer grandes apreensões de drogas, foi apontado pelas investigações iniciais, segundo consta em um despacho de 32 páginas assinados pelos juízes Raimundo Nonato da Costa Maia, Maria Rosinete dos Reis Silva e Guilherme Aparecido do Nascimento Fraga, que seria membro do Comando Vermelho após as comunicações telefônicas interceptadas com autorização da justiça evidenciarem que o membro do Bope teria estreitos laços com pessoas ocupantes de posições de liderança no CV, tendo estabelecido contatos presenciais e telefônicos relativos às atividades da organização criminosa em diversas ocasiões, o que ocasionou a sua prisão preventiva.

Com o militar preso, uma guerra fria institucional entre oficiais da Polícia MIlitar e delegados começou a ser travada. Em determinado momento, oficiais chegaram a plantar informações nas redes sociais de que Farias foi preso injustamente e que a própria força-tarefa iria desfazer o mal entendido, o que até hoje não ocorreu.

Nesta semana, dezenas de outdoors foram espalhados pela cidade de Rio Branco em apoio ao militar. Todos os painéis foram pagos com doações, e um grupo de militares já compartilha as imagens das redes sociais. Na mensagem enviada ao ac24horas, o grupo informa que trata-se de uma “campanha pela desconstrução de uma injustiça”, e completa: “a ideia é levantar uma discussão sobre o tema”. A atitude é a manifestação de apoio ao policial militar.

 

Anúncios

Cotidiano

Rifa de PMs para compra de equipamentos de manutenção de armamento gera polêmica

Publicado

em

Policiais militares do 1º BPM realizaram nesta segunda-feira, 3, o sorteio de uma rifa para aquisição de um compressor e outros materiais usados na manutenção das armas usadas pelos policiais.

Ocorre que de acordo com outros policiais que preferem não se identificar, a rifa é mais uma prova de que o estado não oferece as condições necessárias para o trabalho dos PMs, já que é necessária a realização de uma rifa para que o batalhão tenha os equipamentos para garantir a manutenção das armas que muitas vezes são usadas nos confrontos com os bandidos, principalmente de facções criminosas. “Veja a situação em que estamos vivendo. Esses equipamentos são uma obrigação do governo fornecer. Quando é preciso que os policiais por iniciativa própria façam um rifa para aquisição é que alguma coisa não está correta”, afirma.

O ac24horas procurou o comando da Polícia Militar. De acordo com a PM, o Estado supri adequadamente as demandas da Polícia Militar.

Leia a nota:

Policiais militares do 1° BPM tiveram deliberadamente a iniciativa de promover uma rifa para a aquisição de 1 (um) compressor e outros materiais para otimizar ainda mais o serviço prestado pela unidade.

Foi facultada a possibilidade a quem quisesse participar voluntariamente, sem nenhuma obrigatoriedade. Frise-se que o Estado supri adequadamente as demandas da Polícia Militar do Acre e, por conseguinte, do 1° BPM.

O objetivo do evento foi tão somente agregar ainda mais à boa estrutura que a unidade já possui.

Continuar lendo

Cotidiano

No Acre, drones ajudam a multar e prender desmatadores das unidades de conservação

Publicado

em

Entre outras ações, o uso de drones tem ajudado no enfrentamento aos crimes ambientais em unidades de conservação do Acre. Na Floresta Estadual do Antimary e no Complexo de Florestas do Rio Gregório sete pessoas foram presas, mais de 20 foram notificadas e as multas aplicadas somam mais de R$ 300 mil.

As equipes do Meio Ambiente e Segurança estão em campo e além das informações georreferenciadas do Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma), contam com monitoramento aéreo com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). No mês de junho deste ano, nas operações realizadas nas florestas estaduais do Rio Gregório e Afluente, 81 pessoas foram notificadas por ocupações irregulares e o valor total das multas aplicadas ultrapassou R$ 550 mil.

O Ciopaer está contribuindo com os sobrevoos para identificar as aberturas de clareiras distantes.

“É um trabalho contínuo e que exige a presença constante das forças policiais e do órgão de fiscalização ambiental”, disse o comandante do Policiamento Ambiental, Kleison Albuquerque.

Continuar lendo

Acre

PT e o triste berrante

Publicado

em

Na década de 80 o MDB dominava o Brasil de ponta a ponta. No Acre, além do governador elegeu todos os prefeitos. Como tudo tem começo, meio e fim um belo dia o império ruiu. O mesmo aconteceu com o PT. Cerca de 14 anos governando o Brasil, por aqui 20 anos. Porém, como se sabe, perdeu em 2018. Administra três pequenas prefeituras, tem dois deputados estaduais, nenhum federal, muito menos senador. A política está inserida na realidade que flui como um rio. Tudo muda o tempo todo. Os que conseguem sobrevida, por exemplo, são os que assimilam as mudanças, renovam o discurso para construir algo novo. O PT tem que jogar fora suas velhas fórmulas de construção política. O bolsonarismo provou não ser uma moda, uma onda. Chegou para ficar. Não se toca mais a boiada do mesmo jeito do menino da porteira. Chegou o asfalto e as carretas. O PT precisa parar de cantar a música “Triste Berrante” porque os tempos são outros.

Já vai bem longe este tempo, eu sei
Tão longe que até penso que eu sonhei…
Mas sempre foi assim e sempre será
O novo vem e o velho tem que parar
O progresso cobriu a poeira da estrada
E esse tudo que é meu nada
Eu hoje tenho que acatar e chorar
Mas mesmo eu vendo gente, carros passando
Meus olhos estão enxergando uma boiada passar
Ali passava boi, passava boiada
Tinha uma palmeira na…

Números contraditórios…

O Jornal Nacional tem mostrado o Acre na faixa vermelha. Significa que o número de casos e de mortos pela C-19 aumentaram. Porém, dados locais afirmam que a realidade é outra. Oficialmente a pandemia está diminuindo sua força. A quantidade de pessoas contaminadas, de internadas e que estão necessitando de UTI está em curva descendente. Essa contradição entre o JN e as autoridades públicas locais necessita ser melhor explicada para a população.

Sebo nas canelas

A Marfisa Petecão (PSD) vai precisar passar sebo nas canelas para acompanhar o velho Boca nas investidas nos bairros. Bocalom, como se diz, parece doido comendo milho assado atrás de votos. Deram pilha ao velho Boca, agora tem que se segurar na rédea para não cair.

Polícia de “Estado”

A Polícia Civil se profissionalizou. É uma Polícia de Estado. Nenhum governador tem o poder de fazer ingerências políticas em investigações. Portanto, secretários, prefeitos e agentes públicos de uma maneira geral coloquem as barbas de molho.

Gladson deixa o PROGRESSISTAS

O governador Gladson Cameli vai mesmo deixar o PROGRESSISTA. Muito embora, não tenha decidido se vai para o PSDB sair do velho PP é uma questão de brio, de honra. Na avaliação de assessores mais próximos do governador, ele deve ficar sem partido a exemplo do presidente Jair Bolsonaro.

. O presidente da Câmara Municipal, Antônio Morais (PSB), é de poucas palavras. Não é muito de discursar, mas de fazer. Mesmo durante a pandemia tem procurado visitar os bairros da cidade diariamente.

. Boa herança do seu Cosmo Morais!

. Outro vereador que deverá ter uma reeleição tranquila é o petista Rodrigo Forneck, faz por onde.

. O Jarbas Soster vem se movimentando muito bem nessa pré-campanha, muito mais do que pré-candidatos de partidos grandes.

. O governador Gladson Cameli chega hoje!

. Vai começar a movimentar o processo político novamente.

. Bom dia! PT e o triste berrante

Continuar lendo

Acre 01

Relatório mostra que Acre não reduziu gasto com pessoal e Sefaz pede revisão

Publicado

em

Uma portaria publicada pela Secretaria de Tesouro Nacional (STN) nessa segunda-feira, 3, aponta que o Acre deixou de cumprir a meta 3 do Programa de Ajuste Fiscal (PAF) da STN. Essa meta diz respeito à relação entre receita corrente líquida e gasto com pessoal, sendo que o Governo do Estado ultrapassou em 2,64% o limite de 60% estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal no ano de 2019.

A boa notícia é que das seis metas exigidas pela STN para garantir o refinanciamento das dívidas, apenas a 3 foi descumprida. As demais metas – endividamento, resultado primário, arrecadação própria, gestão pública e disponibilidade em caixa – todas estão ajustadas, segundo portaria do Diário Oficial da União e também com o Relatório de Execução do PAF, documento produzido pela Secretaria de Fazenda do Acre.

Esse relatório foi publicado dia 29 de maio deste ano e está assinado por Raymson Bragado, secretário-adjunto do Tesouro Estadual; Pedro Brilhante, diretor-geral de Contabilidade do Estado; e Eduardo Maia, da Divisão de Informações Contábeis Fiscais.

O relatório pede revisão das metas do PAF para o período de 2020 a 2022, “apesar do aumento da receita própria” e considerando o agravamento do quadro fiscal por causa da pandemia da Covid-19.

Confira aqui: http://www.sefaz.acre.gov.br/wp-content/uploads/RELAT%C3%93RIO-SOBRE-A-EXECU%C3%87%C3%83O-DO-PAF-2019.pdf

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas