Conecte-se agora

Rio Branco registrou 167 casos de caxumba entre junho e dezembro de 2018

Publicado

em

A cidade de Rio Branco registrou, entre junho e dezembro do ano passado, 167 casos de Caxumba. Os dados constam em um boletim da Secretaria Municipal de Saúde, e foi divulgado nesta quinta-feira, dia 10. O levantamento foi feito pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental.

Segundo o levantamento, houve nos últimos meses de 2018, um aumento considerável nos registros mensais da doença. A marcação saiu de 1 caso em junho, para 52 casos em dezembro, último mês avaliado.

A maioria dos casos está entre jovens com idades entre 20 e 29 anos, somando 69 registros. Na sequência, quem tem de 15 a 19 anos, com 41 casos. Veja o crescimento: Junho (1); Julho (10); Agosto (13); Setembro (19); Outubro (25); Novembro (47); e Dezembro (52).

A doença

Caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas – um dos três pares de glândulas que produzem saliva. As parótidas estão situadas entre suas orelhas e à frente delas. Contudo, a caxumba também pode afetar as glândulas submandibulares e sublinguais, todas próximas dos ouvidos.

Propaganda

Cidades

Super Nanny dá dicas de como educar com amor e limites em igreja de Rio Branco

Publicado

em

Com ingressos a R$25,00 a especialista Cris Poli, a Super Nanny brasileira estará dia 23 de março, às 16 horas, na Catedral Batista do Bosque ministrando a palestra “A arte de educar com amor e limites”.

Cris Poli tem grande experiência como educadora, é argentina radicada no Brasil, escritora e apresentou o programa televisivo Super Nanny durante oito anos.

Continuar lendo

Cidades

Petecão dá parecer favorável a projeto que cria metas contra o desperdício de água

Publicado

em

Se depender do senador Sergio Petecão será aprovado o projeto do colega Lasier Martins que prevê a adoção de medidas para evitar desperdício na rede de distribuição de água, a partir da inserção de metas progressivas de redução nos contratos de concessão do serviço.

A reunião para debater o tema tem início às 10h desta quarta-feira (20) na sala 3 da ala Alexandre Costa, no Senado, sob a relatoria de Petecão, que já deu parecer favorável ao projeto que detalhadamente estabelece a concessão de benefícios orçamentários, fiscais ou de crédito como compensação pelo alcance de metas de desempenho pela eliminação de perdas. O desperdício de água tratada chega a 40%, em média, no país, e a 50% nas regiões Norte e Nordeste, segundo o Ministério das Cidades, em razão de vazamentos e problemas gerais nas tubulações e sistemas de fornecimento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.