Conecte-se agora

Procuradora-geral entrega premiação aos vencedores do 9º Prêmio de Jornalismo

Publicado

em

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, realizou, na manhã desta quinta-feira (10), a premiação dos vencedores da 9ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC. Os profissionais foram aclamados em cerimônia realizada no dia 13 de dezembro.

No gabinete da Procuradoria Geral de Justiça, os jornalistas Alexandre Noronha (Foto), Eduardo Gomes (Radio), Alcinete Gadelha (Impresso) e Jefson Dourado (Televisão), receberam, das mãos da chefe do MPAC, os cheques correspondentes aos valores em dinheiro. O jornalista Resley Saab, vencedor na categoria Webjornalismo, não pôde
comparecer em razão de compromissos profissionais.

A premiação é um reflexo do resultado das conquistas e batalhas que os profissionais da imprensa encaram, diariamente, para fazer jornalismo com ética, qualidade e responsabilidade social. Os valores chegam ao montante de R$ 12 mil, e foram alcançados mediante patrocínio de 17 parceiros.

“Ao longo do tempo, nosso Prêmio de Jornalismo tem sido bastante prestigiado. Quero parabenizá-los pelas produções muito bem fundamentadas. Não tenho propriedade para falar como uma profissional do jornalismo, mas falo como uma boa leitora”, disse Kátia Rejane.

Há nove edições estimulando e reconhecendo o trabalho de profissionais da imprensa, envolvendo a mídia como difusora de informação com a intenção de esclarecer o cidadão sobre a função social do Ministério Público, o Prêmio de Jornalismo tornou-se referência estadual e nacional no relacionamento com a imprensa, sendo considerado,
por isso, uma importante iniciativa na difusão da cidadania e transparência pública.

“Acho que o trabalho do jornalista em mostrar as coisas, contar as histórias da nossa sociedade, é importante não só para a democracia, mas para conhecer o trabalho de instituições como o Ministério Público. Embora seja uma instituição que, há muitos anos, desde a Constituição de 88, existe, poucas pessoas sabem a importância dela e o
trabalho que ela desenvolve”, diz um dos premiados, jornalista Jefson Dourado.

Ele ainda acredita que, quando o MP se alia à imprensa, envolvendo a mídia como parceira para se chegar à opinião pública, jornalistas são incentivados a aprimorar os conteúdos de suas publicações.

“Isso só contribui para termos uma sociedade com mais conhecimento, que possa exigir mais de seus direitos e ser mais responsável com seus deveres. O Prêmio de Jornalismo é esse incentivo e só quem ganha é a sociedade”, ressalta.

Segurança Pública e Direitos Humanos

A 9ª edição do Prêmio de Jornalismo tinha como tema ‘Segurança Pública e Direitos Humanos – A vida em pauta’. A intenção era suscitar o debate a respeito da violência e da criminalidade, o direito à proteção da vida e a atuação do Ministério Público acreano no sentido de preservar as garantias fundamentais e o Estado Democrático de Direito,
fazendo com que a sociedade conheça melhor o trabalho e a função da instituição.

O convidado de honra foi o jornalista Thiago Reis, do portal de notícias G1, que falou aos presentes sobre sua experiência na coordenação do projeto ‘Monitor da Violência’, iniciativa que levanta e analisa periodicamente os números relacionados a crime e violência em todo o Brasil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

André Ricardo – Agência de Notícias do MPAC
Fotos: Tiago Teles

Propaganda

Cidades

Manoel Urbano registrou 16 casos de estupro no município em 2018, informa MP

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre, por intermédio da Promotoria de Justiça Cumulativa da Comarca de Manoel Urbano, divulgou nesta semana, levantamento acerca do combate à exploração sexual infantil.

Conforme o promotor de Justiça Júlio César de Medeiros, no ano de 2018 foram oferecidas ao todo 16 denúncias pela prática do crime de estupro de vulneráveis. O número é maior que o total de denúncias por crimes dessa natureza registrados nos últimos seis anos, de acordo com dados do Sistema Automático de Justiça (SAJ), e verificados junto a informações provenientes da Direção de Secretaria da Vara Criminal.

A razão para esse aumento, segundo Júlio César, foi o combate efetivo a diversos casos de subnotificações, prevenindo-se situações em que os crimes não chegam ao conhecimento da autoridade policial ou são registrados, porém, não resultam em processo ou ação penal.

Segundo o promotor, o aumento da responsabilização criminal é fruto da atuação rigorosa do Ministério Público, aliada a uma atuação integrada com a rede de proteção do município e o Cartório de Registro Civil, além de atuação preventiva junto à comunidade.

“Quando o cartório tem notícia de algum pedido de registro civil de criança recém-nascida, onde a genitora tem quatorze anos ou menos, a Certidão de Nascimento é enviada diretamente ao Ministério Público, o qual tem por obrigação, deflagrar a ação penal contra o suposto agressor, tão logo o autor seja identificado pela Polícia Civil”, explica.

Responsabilização criminal dos genitores omissos

Outra medida preventiva implementada pela Promotoria de Justiça de Manoel Urbano foi promover a responsabilização criminal dos genitores omissos, medida que é realizada apenas em casos excepcionais, quando a omissão é claramente dolosa e se constata a possibilidade de evitar a perpetuação dos abusos sexuais, ainda que seja o levado o caso até o conhecimento do Conselho Tutelar ou autoridade policial.

“Combater os casos de subnotificação e assegurar a conclusão dos inquéritos policiais acerca de estupros de vulneráveis são algumas das principais estratégias inseridas no âmbito do projeto: ‘Criança não é brinquedo, e Adolescente não é objeto’, portanto, devendo ser prestigiada a fim de assegurarmos uma efetiva proteção integral a estas pessoas em desenvolvimento”, finaliza.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura de Brasileia inicia campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti

Publicado

em

A Prefeitura de Brasileia, por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com o Exercito Brasileiro deram inicio na manhã de terça-feira (15), a campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti, causador das doenças da dengue, zika vírus e Chikungunya. A ação tem como objetivo conscientizar a população de sua responsabilidade no combate e prevenção ao mosquito e será realizada em todo território municipal, área urbana.

O secretário de saúde, Francisco Borges, falou a respeito da ação. “Essa ação é uma de intensificação do trabalho que já realizamos no município, começamos pelos bairros Eldorado e Alberto Castro por conta do maior índice do mosquito identificado nessa região. E nós estamos pedindo que os moradores se conscientizem e nos ajude no combate ao mosquito”, falou Borges.

A ação está sendo realizada nos Bairros Eldorados e Alberto Castro e terá duração de 4 dias, terça e quarta-feira no Eldorado e quinta e sexta-feira no Alberto Castro. Na semana seguinte irá para outras regiões da cidade.

O morador Duplani de Souza falou da importância da ação. “É importante termos os cuidados necessários desde o armazenamento dos materiais até com as tampas de garrafas nos quintais, temos a ação do poder público intensificando na prevenção e combate ao mosquito, mas a população também pode fazer muito começando pela retirada de entulhos e vasilhames dos quintais. Sempre que tenho oportunidade limpo meu quintal, a frente da minha casa e converso com os vizinhos para que façam o
mesmo”, ressaltou Souza.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros. Fique atento, mantenha sua casa sempre limpa, converse com seus vizinhos e amigos. Juntos, podemos vencer essa luta!

A Prefeita Fernanda Hassem, destacou a importância da mobilização: “A ideia é que possamos conscientizar a população de Brasileia, pois não basta apenas a prefeitura manter a limpeza dos bairros, ruas e da cidade se a população não fizer a sua parte, hoje foi apenas o ponta pé inicial e estaremos presentes em todos os bairros. Quero agradecer o apoio do Exercito Brasileiro, aos Agentes de Endemias, Agentes Comunitários de Saúde, funcionários das obras e secretaria de saúde”, finalizou Fernanda Hassem.

Continuar lendo

Cidades

Vidente diz que acreano Vanderson, participante do BBB 2019, se tornará “mito”

Publicado

em

O vidente Valter Silva Ferreira, o Valter Arauto, que administra um grupo no Facebook intitulado Orakulo do Arauto, disponibilizou mais uma profecia na internet. Desta vez, o profeta afirmou que o acreano Vanderson Brito, de 35 anos, que participa da edição 2019 do Big Brother Brasil, “se tornará um mito”.

De acordo com Arauto, “nem chique, nem cacique. Sairá vitorioso. Ainda que em quinto fique”, disse o vidente, dando a entender que o acreano poderá ficar em quinto lugar no Reality Show.

No passado, durante a edição do BBB 2018, Valter previu que a acreana campeã do programa, Gleici Damasceno chegaria na final, o que de fato aconteceu, mas errou ao afirmar que ela não levaria o prêmio de R$ 1,5 milhão.

O Big Brother Brasil, da Rede Globo, inicia nesta terça-feira, 15.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Leia Também

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.